Comentários
600
Mercado imobiliário

Desejo de mudar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
É momento de fazer planos e investimentos imobiliários. E, muito além das questões econômicas e técnicas, o que movimenta o mercado imobiliário é, antes de tudo, o desejo de mudança. Sobre o desejo de ganhar dinheiro investindo em imóveis, vou deixar para outro artigo. Hoje, vou falar do desejo de ser feliz na casa dos nossos sonhos!

No fim de 2014, recebi e repassei uma linda mensagem que continha frases que mexeram muito comigo, seguem algumas delas:

“Que você consiga uma casa maior, mas que quase todos os cômodos fiquem vazios, por sua família estar unida ao redor de uma única mesa”.

“Que você jante em badalados restaurantes, para descobrir que a maior chef que existe cozinha todos os dias dentro da sua casa”.

“Que sua internet trafegue em altíssima velocidade, mas que sua melhor rede seja aquela pendurada entre duas árvores no seu quintal, onde você possa ouvir os pássaros cantar”.

Resumem um pouco do sentimento de plenitude que se traduz ao estar feliz em casa.

Quando crianças, desenhamos casinhas e montamos blocos de madeira com telhadinhos coloridos, fazemos castelos na areia e brincamos de casinha. Assim começa o sonho que vamos construindo enquanto crescemos e nos tornamos adultos.

Ter um lugar pra chamar de seu é uma das maiores realizações das pessoas, e, em geral, na virada do ano, ao pensar nos novos projetos, pensamos em adquirir um imóvel, mudar para uma casa ou apartamento maior ou menor; às vezes, mudar de cidade ou de bairro.

Esse desejo está ligado a uma percepção de realização pessoal e traz consigo a energia necessária para a busca de um prazer. Imaginar-se satisfazendo um sonho cultivado durante décadas já é suficiente para o primeiro passo. Adequar esse sonho às suas necessidades, apropriando à realidade familiar e à realidade econômica, passa a ser o exercício motivador para a mudança.

É preciso ter alegria e foco na hora de tornar esse sonho realidade, ter os pés no chão e agir com muita responsabilidade. Comprar um imóvel movido pelo desejo não pode se tornar uma armadilha, pois estamos tratando de um bem, cujo valor é alto e não se muda de casa como se muda de roupa; é atitude que causa impacto em diversos setores da vida de uma pessoa.

A economia desaquecida pode, inicialmente, demonstrar para o leigo que a ideia de comprar um imóvel não é muito tentadora, mas, ao contrário, é o melhor momento, desde que se tenha planejamento. Por isso, separei algumas dicas para quem vai comprar seu imóvel este ano. Não podemos deixar que a emoção de concretizar essa importante meta nos cegue diante dos cuidados de uma transação comercial.

Por quanto tempo
Quais são as necessidades do meu projeto de vida e familiar? Vou escolher um imóvel para moradia temporária ou mais duradoura?

Onde
Em qual região pretendo morar e os bairros que farão parte da minha pesquisa. Quais as vantagens e facilidades que a região oferece?

Como

Comece a desenhar a casa dos seus sonhos, como na infância. É um processo lúdico, que ajuda a soltar a imaginação e a adquirir consciência do que realmente se quer. É um bom momento para reunir as pessoas envolvidas nesse processo, de forma divertida, mas muito importante.

Qual a renda necessária
Você deve fazer um planejamento financeiro, pode fazer a somatória de rendas das pessoas envolvidas no processo e assumir um financiamento de longo prazo. Mas não é porque você tem uma conta num banco há 20 anos que ele vai ter a melhor condição. Compare as taxas de juros dos bancos em simulações e escolha a melhor. Pode também ocorrer de você perceber que, talvez, seja necessário rever os projetos ou adiar o sonho, começando a poupar, pois é necessário ter o máximo possível para dar de entrada e não comprometer sua renda com endividamentos.

Procure um corretor de imóveis
É fundamental contar com a consultoria de um profissional preparado para atuar no mercado imobiliário. Escolha uma pessoa de confiança e converse com ela claramente sobre os quatro itens acima. Ela estará apta, inclusive, a fazer as simulações de financiamento. Tire todas as suas dúvidas. E lembre-se: você vai precisar contar com ela do início ao fim do processo.

Pesquise sem pressa
Hoje, o mercado está com várias boas oportunidades e uma pesquisa qualificada lhe dará a chance de encontrar o negócio que melhor se enquadre ao seu perfil. Quando entrar num imóvel e se vir lá dentro, saiba: ele será seu!

Atenção com os custos extras
Os gastos com a compra de um imóvel não se limitam apenas ao preço. Há, ainda, as taxas com despachante, despesas com cartório, custos com mudança, entre outros. Reserve, aproximadamente, 5% do valor do imóvel para isso. Detalhe importante: troque os segredos das fechaduras.

Quem não registra não é dono

Isso é o mais importante: registrar o imóvel em seu nome assim que comprar; não adie; não deixe para depois. Afinal, o sonho é seu e se transformou em realidade. Então, “ninguém tasca”! Bom proveito!

 

* Diretora da Céu-Lar Imóveis, diretora da Rede Netimóveis, conselheira da Câmara do Mercado Imobiliário e vice-presidente da CMI-Secovi Mulher


E-mail para esta coluna: adriana@ceularimoveis.com.br

Tags: mercado imobiliário

Anúncios do Lugar Certo

Outros Artigos

ver todas
17 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
21 de agosto de 2016
25 de julho de 2016
27 de junho de 2016