Comentários
600
Mercado imobiliário

Páscoa: vida nova

"Se cada um de nós fizer pequenas ou grandes mudanças, a vida gira, as coisas acontecem"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/04/2015 09:00 / atualizado em 06/04/2015 15:59 Adriana Magalhães /Colunista Lugar Certo
Ilustração/EM
Em meio ao cotidiano árduo da vida de empresária, um dia meu filho Rafael, com uns 5 ou 6 anos de idade na ocasião, chegou da escolinha me contando, entusiasmado, sua descoberta de que “Páscoa é vida nova”. Como toda criança, ele achava que Páscoa era sinônimo de “dia de ganhar chocolate em formato de ovo ” e, o pior, ovo de coelho! No entanto, a afirmação filosófica apresentada pela professora o deixou muito intrigado e me deu oportunidade, como mãe e como pessoa, de evoluir a percepção familiar sobre a data comemorativa cristã.

A Páscoa tem origem no termo hebraico Pessach, que significa passagem e ocorre na primeira lua cheia do hemisfério norte, na primavera, quando a natureza ressurge com toda sua força e esplendor.

Festeja-se a ressurreição de Cristo e sua aparição para os apóstolos trazendo uma nova esperança para os cristãos. Não obstante, muito antes disso, a data já era comemorada pelos judeus por terem sido liberados da escravidão do seu povo, que durou 400 anos no Egito.

Portanto, Páscoa é momento de celebrar a vida e a liberdade. Desde o dia em que Rafael me motivou a “pensar fora da caixa”, faço da celebração um momento de reflexão e de movimento no sentido de renovar tudo que precisa ser melhorado na minha vida.

Para melhorar, cada um e nós pode fazer movimentos pequenos ao nosso redor como mudar a decoração da casa, arrumar os armários e doar o que não se usa mais, pintar uma parede de cor diferente, plantar um jardim, reformar ou até mesmo mudar de casa, de cidade etc. Ou podemos planejar outros tipos de mudanças profissionais ou pessoais: novas amizades, apostar num novo relacionamento, adotar um bichinho, fazer um curso que está adiando, aceitar uma nova proposta de trabalho etc.

Sei que, infelizmente, numa época de crise tendemos a parar tudo, engavetar os sonhos, abortar os planos. Porém, a vida continua muito além da crise e seu ciclo virtuoso só ocorre se houver mobilização nesse sentido. Não podemos deixar a engrenagem parar e enferrujar, nem mesmo outro ciclo tomar conta: o ciclo vicioso do pessimismo. Vejo que é tempo de afiar as ferramentas, manter os pés no chão, lutar pelo que acreditamos e realizar o que o coração mandar.

Não é fácil. Afinal, o Brasil está num momento caótico! A violência urbana, o custo Brasil e a corrupção estão consumindo toda nossa esperança de dias melhores.

Mas não podemos nos deixar abater por isso. É hora de levantar a bandeira da mudança! Vamos mudar nossos hábitos, ser mais patriotas e lutar pelo nosso país, por uma vida melhor e mais digna “não tampar mais o sol com a peneira”, pois os nossos problemas são muito visíveis. Estão escancarados!

Se cada um de nós fizer pequenas ou grandes mudanças, a vida gira, as coisas acontecem. E tudo começa por nossa família, nosso pequeno universo. Neste domingo de Páscoa, muito além da deliciosa tradição de trocar ovos de chocolate e da alegre caça aos ovos, vamos rechear nossa vida de esperança por tempos melhores para nossos filhos e netos. Gostaria que eles soubessem que têm o poder de querer uma vida nova!

 

* Diretora da Céu-Lar Imóveis, diretora da Rede Netimóveis, conselheira da Câmara do Mercado Imobiliário e vice-presidente da CMI-Secovi Mulher


E-mail para esta coluna: adriana@ceularimoveis.com.br

Anúncios do Lugar Certo

Outros Artigos

ver todas
17 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
21 de agosto de 2016
25 de julho de 2016
27 de junho de 2016