Estado de Minas
  • RSS RSS
  • Você está em
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Interiores » Onze dicas para deixar o quarto do casal mais romântico Lugar de intimidade, o ambiente deve ser a sintonia perfeita entre o gosto individual de cada um e o respeito às coisas dos outros

Redação Lugar Certo PR - Folha de Londrina

Publicação: 07/08/2012 11:55 Atualização: 07/08/2012 13:01

 (Reprodução/Internet/vitoriaimoveiscuritiba.blogspot.com.br)

Cuidado com a rotina estressante do dia a dia. Ela pode provocar um distanciamento entre você e seu parceiro. Para espantar este mal que assombra os menos cuidadosos, existem vários recursos, inclusive, elementos da decoração podem se transformar em um forte aliado dos casais. Veja a seguir 11 dicas para tornar este ambiente propício para o romance. As orientações são das arquitetas Ana Paula Naffah Perez e Ana Carolina M. Tabach, da C+A Arquitetura e Interiores.


Definir um estilo -
o quarto do casal é um dos cômodos mais privados da casa. Por ser compartilhado por duas pessoas é importante refletir equilíbrio no que refere-se à decoração. "O espaço deve exprimir os desejos e as aspirações de ambos. Começamos a delinear o projeto de interiores do quarto, averiguando o tipo de quarto que o casal deseja. O que se encaixa mais em cada caso em particular: um ar despojado, um estilo romântico, algo mais clássico ou um projeto mais contemporâneo?", questiona a arquiteta Ana Paula Perez, diretora de projetos da C+A;

Escolha da cama -
a cama é o foco central do quarto, por ser a maior peça do ambiente. "Todos sonhamos com uma cama king size, mas ela não é a melhor opção sempre, pois pode ocupar o quarto todo. Por isto, a cama é a primeira peça da mobília a ser escolhida e é em torno dela que vamos dispor as peças restantes. É preciso assegurar que exista espaço de circulação adequado em torno da cama, em todos os sentidos. A cama também não pode obstruir a abertura de portas ou gavetas", explica a arquiteta Ana Carolina M. Tabach, diretora de projetos da C+A Arquitetura e Interiores. Quartos pequenos são favorecidos por camas e cabeceiras baixas, que dão a impressão de um espaço mais amplo. Para os espaços maiores, camas e cabeceiras altas são mais indicadas. "Nem todas as camas necessitam de uma cabeceira, podemos utilizar a parede como cabeceira ou então optar por um modelo em couro, acolchoado ou forrado em tecido, para que possa ser facilmente alterado", destaca Tabach;

Colchão -
enquanto a importância da cama é revelada em termos estéticos e de espaço, a do colchão vai determinar noites de descanso ou de insônia e sono interrompido. "O colchão do quarto de casal terá sobre ele o peso de duas pessoas, durante muitas noites. Por isso mesmo, é preciso investir na compra de um bom colchão. As lojas especializadas orientam muito bem o cliente sobre os aspectos que devem ser considerados antes da aquisição do colchão", recomenda Ana Paula Perez;

Mesas de cabeceira - hoje, os criados mudos não precisam mais ser idênticos. "Iguais ou não, o importante é que o modelo escolhido acomode bem abajures, livros, despertadores, celulares, óculos e copos de água", diz Ana Carolina Tabach;

Outros móveis - os armários embutidos ganham pontos em termos de aproveitamento de espaço, organização e funcionalidade. Os móveis de gaveta mais apropriados para o quarto de casal são as cômodas (baixas e largas) e os camiseiros (altos e estreitos). Dependendo das dimensões do quarto, podemos optar por um ou outro modelo. "Um baú aos pés da cama ou puff é outra peça a se considerar, se houver espaço ou em substituição aos móveis mais clássicos. Para quartos menores, um cabideiro de pé ou cabide de parede ocupa pouco espaço e acomoda apropriadamente as roupas usadas durante o dia", explica Perez;

Cores mais apropriadas - o branco total nas paredes e na roupa da cama não é a única opção. Cor é energia, a falta dela pode caracterizar um estado de falta de vigor e monotonia. "Prefira as cores neutras ou pastéis. Para ter um quarto aconchegante, opte pelos off-white, verde erva-doce, areia e rosa claro. Vermelho, amarelo e laranja são ótimos para estimular a sexualidade, mas devem ser usados apenas em detalhes", recomenda Tabach;

Iluminação aconchegante - um dos elementos mais importantes em um quarto de casal é a iluminação, que deve ser sempre suave e agradável. "Uma luminária no teto é prática e indispensável, porém, como a posição mais usual no quarto é deitado, devemos ver como se comportam as lâmpadas nesta luminária para não causar ofuscamento. Os abajures podem tornar este espaço mais acolhedor. Os interruptores devem ser fáceis de operar, devem estar ao alcance das mãos, mesmo quando o casal já está deitado", diz a arquiteta Ana Paula;

Detalhes nas paredes -
as paredes do quarto de casal podem receber detalhes muito charmosos e afetuosos, tais como uma cor diferente, um papel de parede, obras de arte, quadros ou fotografias artísticas ou familiares. "Há a possibilidade também de utilizar as paredes para colocar prateleiras ou uma estante até ao teto para guardar livros e outros objetos. Um espelho - retangular, quadrado, oval, redondo, com ou sem moldura, pendurado ou pousado - também pode fazer com o quarto pareça maior", observa a arquiteta Ana Carolina Tabach;

Um lugar para sentar - a cama deve ser exclusivamente destinada ao casal. "Portanto, duas poltronas, pufes, um pequeno sofá, uma elegante chaise longue ou um banco de janela são um convite para uma boa conversa, no final do dia, com os filhos e, eventualmente, com visitantes", conta Ana Paula;

Capriche nos detalhes -
não há nada como nos deitarmos numa cama com lençóis lavados, suaves e perfumados, por isso, dê especial atenção à roupa de cama. "Além dos habituais jogos de algodão ou flanela, invista em lençóis de seda ou de linho egípcio para noites especialmente românticas. Um bom edredom é essencial, assim como uma capa reversível, que permite "vestir a cama" conforme o estado de espírito do casal. Para complementar o visual, podem ser compradas almofadas alegres e confortáveis e uma manta para os pés da cama", diz Ana Carolina;

Mantenha o clima de romance - para manter um ar romântico, mantenha o quarto organizado, a cama bem arrumada, velas, caixinhas para guardar relógios, jóias e bijouterias. Cuidar da arrumação, da limpeza, da ventilação, da decoração e da iluminação é primordial para que o quarto tenha uma energia agradável, seja aconchegante, convidativo e íntimo. "Se conseguirem resistir à tentação, não coloquem uma televisão no quarto. É possível optar apenas por um sistema de som para ouvir uma música tranquila antes de dormir. Mas, se o casal for amante de novas tecnologias, pode colocar no quarto um home theater e uma TV de Led, desde que o espaço seja suficiente para comportar esses aparelhos", explica Ana Paula.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »