Prêmio

Clube do Assinante Estado de Minas premia leitor com projeto de arquitetura e decoração

Realizar os sonhos dos clientes. Esta é a missão do escritório Situar Arquitetura e Interiores, com 29 anos de mercado, que atendeu a todos os anseios de Luciana Godoy Resende, assinante premiada em ação feita pelo ClubeA e que ganhou um projeto para sua sala

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/06/2017 12:30 / atualizado em 29/06/2017 12:41 Lilian Monteiro /Estado de Minas

Imagens do projeto para uma sala multiuso, que serve de apoio tanto para a sala íntima quanto para a de jantar. São dois espaços e - Situar Projetos/Divulgação Imagens do projeto para uma sala multiuso, que serve de apoio tanto para a sala íntima quanto para a de jantar. São dois espaços e

A designer de interiores Rosângela Brandão Mesquita, que trabalha ao lado dos arquitetos Junia Bernanos e Eduardo Henrique Brandão, explica que o projeto foi para uma sala multiuso que serve de apoio tanto para a sala íntima quanto para a de jantar. “São dois espaços em um. A proposta foi desafiadora porque imagina trabalhar com uma sala que é central dentro de um apartamento, um ambiente de circulação, que dá acesso para a cozinha, sala de estar e área íntima? O espaço, na verdade, é uma sala de 'passagem' que se comunica com os outros cômodos. E a cliente queria que ela fosse de TV, de encontro para a família e para o neto aproveitar.”

Rosângela Brandão Mesquita conta que Luciana também pediu para que alguns mobiliários da família fossem aproveitados. O que foi outro desafio. “Fico feliz dentro da atitude sustentável e de reaproveitamento ou releitura dos móveis, que nos obrigou a encaixá-los de forma mais moderna e atualizada”, diz. Assim foi feito.

Na sala, de aproximadamente 18 metros quadrados, Rosângela Brandão Mesquita revela que eles estudaram colocar cores neutras para não cansar, justamente porque, sendo de passagem, sempre terá a presença de pessoas. “Tons neutros, painel amadeirado mais claro e discreto, sofá retrátil, mesa com seis cadeiras e um aparador, tudo clean.” Como era desejo de Luciana incluir no projeto uma cristaleira antiga da família, a designer de interiores acabou fazendo dois projetos. “Um com a cristaleira e outro com uma estante alta, com nichos para adornos, louças, taças. Enfim, também usado como apoio do dia a dia, laqueada e mais moderna”, observa.

Ganhadora Luciana Resende com os profissionais do Situar Rosângela Brandão Mesquita, Junia Bernanos e Eduardo Henrique Brandão - Leandro Couri/EM/D.A Press Ganhadora Luciana Resende com os profissionais do Situar Rosângela Brandão Mesquita, Junia Bernanos e Eduardo Henrique Brandão

Outro desejo atendido foi a permanência de um quadro, posicionado em cima do sofá. “E também reutilizamos as cadeiras. Mas elas foram (re) estofadas com um tecido mais moderno, bonito e elegante”, diz.

Rosângela destaca o projeto luminotécnico com rebaixamento de teto. “Usamos a sanca para criar a iluminação indireta. Como sempre em nossos projetos, escolhemos as lâmpadas LED pelo custo/benefício. Com o gesso acartonado, próprio para o rebaixamento, resolvemos o problema de uma viga paralela à janela para dar fluidez ao ambiente, questões estéticas. E optamos por um pendente em cima da mesa.”

LEVEZA A designer de interiores propôs o uso de cortina, do teto ao chão, de um tecido como o linho porque sempre fica mais bonito e cria a sensação de aconchego. “Aplicamos ainda um papel de parede no tom neutro porque não queríamos que fosse um elemento tão chamativo”, diz.

Pensando na mobilidade e funcionalidade, Rosângela usou duas mesas de centro fazendo uma bela composição que, se preciso, elas podem ir para a lateral para serem complemento para um abajur ou de apoio mesmo. “Tivemos a preocupação de escolher um rack para o painel de laca bem discreto, que passasse a imagem de leveza, como se estivesse flutuando, já que fica na passagem entre a sala de estar e a cozinha. E colocamos porta de correr para a cozinha economizando espaço.”

E o que achou de tudo isso, Luciana Resende? “Recebi o que conversamos. O projeto foi fiel à proposta e ao meu interesse e desejo. Claro, dentro das possibilidades do espaço. Gostei muito porque está condizente e pertinente. Todos os detalhes e escolhas foram com propósito”, afirma.

Tags: clubea design arquitetura estadodeminas prêmio decoração

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Outros artigos

ver todas
17 de julho de 2017
29 de junho de 2017
21 de junho de 2017
19 de junho de 2017
07 de junho de 2017