Estado de Minas
  • RSS RSS
  • Você está em
  • (39) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Projeto para construção em BH do maior prédio da América Latina já tem investidor Investimentos devem girar em torno de R$ 2 bilhões

Paula Takahashi - Estado de Minas

Publicação: 09/10/2012 10:41 Atualização: 09/10/2012 11:25

Torre de 85 andares seria a principal construção de complexo que deve incluir arena multiuso para 40 mil pessoas (PERSPECTIVA)
Torre de 85 andares seria a principal construção de complexo que deve incluir arena multiuso para 40 mil pessoas

O projeto de construir em Belo Horizonte o prédio mais alto da América Latina começa a virar realidade. Há uma semana, a construtora mineira PHV oficializou o interesse em erguer o arranha-céu de 350 metros de altura dividido em 85 andares, idealizado pelo escritório de arquitetura Farkasvölgyi, do também mineiro Bernardo Farkasvölgyi. O empreendimento, divulgado com exclusividade pelo Estado de Minas em meados de julho, deve exigir investimentos de R$ 2 bilhões.

A princípio, somente a torre comercial tem viabilidade financeira garantida. O restante do complexo arquitetônico – que além da torre de vidro de 85 andares ainda incluiria uma arena multiuso com capacidade para 40 mil pessoas e um espaço de entretenimento com 40 mil metros quadrados – continua a espera de investidores que já manifestaram interesse.

 (PERSPECTIVA)
O presidente da PHV Engenharia, Paulo Henrique Vasconcelos, lembra que o valor estimado de R$ 2 bilhões compreende todo o empreendimento. “O prédio em si exigiria investimento menor. Para termos certeza do quanto será aplicado, estamos esperando que saiam as regras de operação urbana consorciada da região para avaliarmos o potencial construtivo da área”, explica Paulo. Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, o projeto de lei da operação urbana prevista para a região do Bulevar Arrudas sairá até o final do ano.

Proprietária de um terreno de 15 mil metros quadrados na área prevista para instalação do arranha-céu – em frente ao Boulevard Shopping –, a PHV já negocia outros 15 mil metros quadrados no mesmo local. “Mas somente os 15 mil iniciais já são suficientes para receber a torre”, afirma. Paulo Bernardo acrescenta que o restante do terreno, que deve somar 85 mil metros quadrados, também está em fase de prospecção. “Estamos negociando as demais áreas com a prefeitura, inclusive no que diz respeito à remoção da favela que se encontra na região. Estão sendo estudados outros locais que poderiam receber esses moradores”, afirma.

A expectativa é de que o espigão seja dividido em andares e salas comerciais totalizando 100 mil metros quadrados de área de vendas e de que o metro quadrado seja cotado a cerca de R$ 10 mil. No último andar, seria construído um restaurante. “Na base, serão instaladas lojas para atendimento ao complexo”, acrescenta Paulo. Alguns dos andares seriam destinados a hotelaria.

Aprovação

Até o final do ano o projeto deve ser apresentado à prefeitura, com expectativa de que seja aprovado ainda em 2013. “Assim que sair a liberação, já começamos as obras. Se iniciadas ano que vem, o prédio ficaria pronto em 2018”, estima Bernardo. Com foco em empreendimentos comerciais, a PHV possui hoje 31 obras em andamento na capital mineira e gera cerca de 2 mil empregos diretos.
Arquiteto e urbanista Bernardo Falkasvolgyi, responsável pelo desenho do edificio (Divulgação/FalKasVolGyi)
Arquiteto e urbanista Bernardo Falkasvolgyi, responsável pelo desenho do edificio

Esta matéria tem: (39) comentários

Autor: Eusimar Amorim
Aos que são contra toda e qualquer iniciativa inovadora em BH lembro que o empreendedor é obrigado a cumprir várias condicionantes para aprovação do projeto. Isso inclui desapropriações/relocações e mobilidade. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Moutinho
...triste axé e sertanejo da moda...de qualquer forma assistam o documentário "Ruído de Minas"...dá orgulho de ser mineiro viu! abraço!!! | Denuncie |

Autor: Rodrigo Moutinho
...seguinte...tô com o nosso amigo Leonardo aí...e tem mais brother Léo, essa é pra quem curte rock. BH pode até não ser mais a capital do rock como foi nos anos 80 e 90. Mas será eternamente o berço do metal aqui no Brasil, vide Sepultura, Sarcofago..etc, hehehe chupaaaaaaaaaa SP-RJ aushasuahsua | Denuncie |

Autor: Rodrigo Moutinho
...caracaaaaaaaaaaaaaaaaa! Essa eu quero ver BH botar Rio-SP no bolso...hehehe...quem viver verá! Gente, moro aqui em Vitória-ES há 30 anos e sei que BH é a terceira maior cidade do país. SP e RJ que se cuide! Muitos mineiros daí de BH não valorizam o que tem...e ainda jogam pra baixo...lamentável! | Denuncie |

Autor: carlos santos
Tudo Mineiro, tudo de bom, tomara que apareçam mais investidores para encarar a empreitada. Desejo boa sorte ao empreendedor. | Denuncie |

Autor: leonardo soares
LI VARIOS ARGUMENTOS E RESPEITO TODOS ELES.NASCI E SEMPRE MOREI AQUI.ADORO BH.HOJE NOS TEMOS AQUELA TORRE NO VILA DA SERRA,QUE ESTA ABANDONADA.PORQUE NAO INVESTIR NELA?ALGUEM COM CERTEZA GANHOU DINHEIRO COM AQUELE EMPREENDIMENTO,E OBIVIAMENTE ALGUEM TOMOU PREJUIZO;A MAIORIA. | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
Até parece que aquêles que querem investir dois bilhões não estudaram ou não estão estudando todas as implicações.. Bobo sou eu. | Denuncie |

Autor: Antonio Moreira
A PHV está de parabéns! Este empreendimento pode inserir BH no contexto internacional de grandes edificações. Torço para que eles não encontrem dificuldades criadas pelo poder público e conservadoristas de plantão. Da forma como andam vão falar que é uma agressão ao conjunto da Serra do Curral. | Denuncie |

Autor: Nelson Gusmao
Só os turistas que irão a BH pra visitá-lo já valerá a pena o empreendimento. Empreeendimentos assim puxam muitos outros negócios e projeta a cidade ainda mais para o mundo. Juntos este prédio e a futura catedral metropolitana, farão BH ainda mais forte economicamente. Xangai e Dubai são exemplos. | Denuncie |

Autor: marcio muzzi
Bacana, Joia !!! mas como vai ser a acesso e mobilidade dos usuarios do emprendimento ??? De um lado estrada de ferro e o Arrudas, do outro o barrancão do Sta Tereza, de costas para o boulevart , a esquerda , um grande predio e a direira espreme a Conselheiro Rocha e o linha ferrea ??? | Denuncie |

Autor: Denis Mattos
Concordo com Antonio e Leonardo! Belo Horizonte tem um grande potencial de crescimento. Tem gente que só sabe reclamar e ainda reclama sem saber o que ta falando. Se temos problemas? Temos, mas como qualquer cidade do brasil. | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
Outra situação importante é que poderemos chegar mais perto de Deus e pedir perdão por tanta bestidade. | Denuncie |

Autor: leonardo andrade
BH e região metropolitana é megalópole. Não tem nada de roça! UFMG a melhor Federal do pais, PUC-Minas a melhor universidade privada, LOCALIZA a maior de aluguel de carros, LÍDER a maior em jatinhos, CEMIG a maior em energia, GE tem a única fáb. de locomotivas, Andrade-Gutierrez, Mendes Jr. etc... | Denuncie |

Autor: Antonio
continunando com esclarecimentos aos analfabetos que não conhecem B.Hte...temos o Grupo Galpão (leia), instalando a TATA Cons.(eia), a UFMG/2ª melhor univers. do Brasil, temos a Google, A Fund.D.Cabral é a melhor da Am.Lat., o Col.Militar de BH é o 7º do Brasil entr 37.0000, leia sobre "Sala Limpa". | Denuncie |

Autor: Antonio
Parabéns ao dirigente da PHV Engenharia, ele pensa grande, ao contrário de alguns analfabetos que, por não saberem ler, não sabem o que se passa nas pesquisas da UFMG, na PUC (a maior universidade particular do mundo), na Fund.Dom Cabral, há 10 anos uma das melhores Bussines School do Mundo, etc, etc | Denuncie |

Autor: Fernando Carvalho
Todos os "predinhos" altos que vemos hj em BH eram arranha céus no passado. Concordo com o comentário em relação a infra estrutura de mobilidade... Nunca pensam nisso... Bh é uma roça, mas todos que saem quer voltar... Estranho... Vamos crescer, empilhar que um dia viramos igual a RJ e SP!!!! Vixe. | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
É óbvio que para uma obra dessa envergadura,os responsáveis na prefeitura se preocuparão com a mobilidade na área. Não somos nós que vamos ensinar. Se não acontecer é o fim do mundo. | Denuncie |

Autor: Bruno Reis
Como dito, o investimento é privado. Quem comentou que BH não precisa de um empreendimento desses deveria avaliar a possibilidade de ir viver em algum interior próximo. BH merece sim, uma construção deste padrão para deixar de ser considerada uma roça grande. | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
Prezado Unioius fd, agradeço sua observação valiosa. Realmente machuca. Quem gosta de muito escrever, por vezes dá com os burros n'agua. É bom saber que tem alguem que presta atenção em nossas manifestações. É pena você não se manifestar sobre a matéria. | Denuncie |

Autor: Valdir Eustáquio Gomes
Este empreendimento vai confirmar o padrão de acabamento, a qualidade e a competência da Industria da Construção Civil de Minas Gerais e o Portal de Nova Lima vai estar presente para comercializar este belo produto! Parabéns PHV... | Denuncie |

Autor: paulo ferreira
nunca antes na história deste país foram erguidos tantos arranha-céus em nossas já saturadas cidades...FORA ARRANHA-CÉU!!! | Denuncie |

Autor: Leonardo Henrique Vieira Fernandes Fernandes
Será que não vai ser mais um elefante branco na parte do comercio como é o Alta Villa?? | Denuncie |

Autor: GLICÉRIO JARDIM
Imagine como não vai ficar nossa Belo Horizonte? Em 2018 pretendo estar de volta pois vou passar uma tempoada fora. Vai ter empresa aérea querendo pousar em Pampulha só para passar perto da torre. BH merece. | Denuncie |

Autor: Emilio
O investimento do edifício é privado,mas você acha que as pessoas chegarão e sairão de lá voando? O investimento em infraestrutura urbana é público. Sou a favor da construção, mas alerto para a infraestrutura da região. | Denuncie |

Autor: Gilberto Ladewig
Como tem gente retrógrada. Por isso que BH é chacota de roça grande. Esse empreend. é particular tem que ter apoio sim! Quanto a infraestrutura da cidade, isso é uma questão para a prefeitura. Tem é que dar melhores condições aos moradores em favelas e não incentivá-las viu dona Jéssica....Acorda! | Denuncie |

Autor: Edison Silva
Muito chik isso. Tomara que construa mesmo. Nossa capital merece mais esse ponto de destaque. Vai ser um sucesso. | Denuncie |

Autor: Unioius fd
Edson Moraes, "senário" é com c, cenário. Machuca não sô! | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
Alguns estão confundindo as coisas. Trata-se de empreendimento privado, nada tendo com as necessidades públicas. Gerando muitos empregos durante e depois da obra, além do turismo, todos lucrarão. | Denuncie |

Autor: Emilio
É bom pensarmos em cidades compactas que economize infraestrutura, mas precisamos de melhorar o transporte coletivo. Sugiro que leiam o artigo: http://www.businessinsider.com/skyscraper-index-skyscrapers-signal-financial-recession-2012-1#the-long-depression-1873-1878-1 | Denuncie |

Autor: Jessica Almeida
O monumento vai ficar lindo com moradores de rua dormindo embaixo das marquises. Ai, que notícia boa para essa minha cidade tão moderna, organizada e desenvolvida! | Denuncie |

Autor: Jessica Almeida
Marcio, a comunidade em frente ao Boulevard Shopping tem sistema de saneamento básico normal; a desocupação é desnecessária assim como essa construção. E se for necessário um protesto para que a comunidade permaneça ali, faremos. | Denuncie |

Autor: Eduardo Goncalves Duarte
Ótima notícia. Uma construção desse porte vai colocar BH na rota turística brasileira. Mais dinheiro para a cidade. Os moradores da favela serão transferidos para apartamentos com infra estrutura. Vai gerar muitos empregos. Será bom pra todo mundo. | Denuncie |

Autor: leonardo andrade
BH precisa de marco arquitetônico como esse! Vamos lá Prefeito Lacerda, aprove o projeto... Vamos lá empresários, façam a edificação. Vai gerar muitos empregos durante e depois da obra. E ainda vai alavancar o turismo...! | Denuncie |

Autor: Edson Moraes
É incontestavel a magnitude do empreendimento para BH, alavancando, inclusive, o turismo da Capital, carente do mesmo. A prefeitura deveria urgenciar as liberações necessárias e possíveis, pois a capital dará um salto de importância no senário nacional e antes que S.Paulo ou Rio compre a ideia. | Denuncie |

Autor: Leia leia
Nao! BH nao precisa de arranha cèu, mas invès da metropolitana,melhoramentos de infra estrutura nos bairros perifericos, investimentos na educaçao e cultura, criaçao de novos postos de trabalho, etc etc etc.... quando tudo isso começar a funzionar, ai sim, o arranha-cèu seria um grande contributo. | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
CAro Gladson, essa população vai receber casas e apartamentos populares construidos pela PHV. Ou podem ficar na favela sem esgoto. Se vc Acha que ficar na favela é justo vai lá protestar contra a remoção. | Denuncie |

Autor: Rafael Fernandes da Silva
BH precisa é de mentes empreendedoras deste tipo. Chega de pensar pra trás! | Denuncie |

Autor: gladston costa
Tá vendo aquela favela alí? só tirar. Vamos negociar com a prefeitura mais um terreno público. arquitetura de banheiro de boite. | Denuncie |

Autor: Paulo Roberto de Paiva Novo
Será que os paulistas e cariocas deixarão construir? Eles mandam no Brasil, nada pode ser mauior que eles. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »