Projeto ideal para adega

Cada detalhe da construção é importante para que o espaço reservado aos vinhos tenha climatização adequada à conservação das bebidas, que devem receber iluminação indireta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/07/2007 14:43
O consumo de vinho e o interesse pela enologia, a ciência que estuda as técnicas de produção e de conservação da bebida, têm crescido a cada dia no Brasil. Já não é raro encontrar residências de alto padrão com adegas, e as construtoras começam a oferecer em seus empreendimentos de luxo o ambiente como um diferencial das áreas comuns. Mas construir uma adega que seja eficiente na conservação da bebida, ainda mais num país tropical, exige atenção especial em todas as etapas da obra, principalmente se a opção do projeto for a climatização natural do ambiente.

Para a designer de interiores Andreza de Lucca Ozores, o projeto ideal de adega deve prever área para degustação, que pode ser um balcão, outra para que o proprietário faça as anotações e registros das garrafas guardadas, além do local para a armazenagem. Obviamente, isso vai depender do espaço disponível. Na avaliação da designer, as adegas climatizadas naturalmente, sem a ajuda de equipamentos, devem estar localizadas na área central da casa, sem contato com as paredes externas, para evitar que as variações climáticas alterem as características do vinho.

Já a arquiteta Marta Leão, coordenadora de projetos da Patrimar Engenharia, empresa que lançou em Belo Horizonte três empreendimentos em que a adega é parte integrante das áreas comuns, considera que o ambiente pode ter paredes em contato com a área externa da casa, desde que tomados alguns cuidados. Vai depender da insolação que a casa recebe. Se estiver virada para o sul não haverá problemas, mas nesse caso a adega deve ser construída com paredes duplas. Já se receber o calor do sol da posição oeste, a incidência dos raios solares vai causar a deterioração da bebida, explica.

Marta Leão recomenda que as adegas nunca sejam construídas no segundo nível da casa. Se possível, o ambiente deve ser projetado para o primeiro andar ou no subsolo. A adega precisa de um ambiente silencioso e escuro, por isso o ideal é que fique revestida por terra. No subsolo, o acesso de pessoas estranhas ao ambiente também fica mais restrito.

ARMAZENAMENTO
O pé-direito é outro detalhe importante. Segundo Andreza, deve ter no máximo 2,30 metros para contribuir com a climatização necessária à adega. A designer de interiores Iara Santos informa que os vinhos brancos devem ser armazenados com temperatura entre 9 e 13 graus e os tintos, entre 16 e 18 graus. Como há diferença entre as temperaturas ideais para cada tipo de vinho, minha recomendação é que os brancos sejam armazenados na parte de baixo e os tintos na de cima.

Andreza orienta que as paredes de uma adega devem ser construídas com tijolos e blocos maciços que também ajudam no isolamento térmico do ambiente. Nos empreendimentos da Patrimar, diz Marta, as paredes da adega, projetada para uma climatização artificial, recebem uma camada de isopor antes da aplicação do revestimento. Com o recurso, o ambiente vai exigir menos do equipamento de climatização, explica. As janelas devem ser evitadas e, caso não seja possível excluí-las do projeto, devem ter tamanho bem reduzido e ser localizadas de maneira que proporcionem pouca iluminação ao ambiente.

Marta assegura que todos os recursos construtivos usados numa adega projetada para climatização natural servem para os ambientes planejados ao uso de equipamentos de controle de temperatura. Como a climatização artificial é um recurso caro, quanto menos se exigir do equipamento menor será o investimento na instalação e manutenção do sistema, alerta. Com a climatização artificial ,qualquer ambiente interno de uma casa, como despensa ou quarto, pode ser transformado em adega.

De acordo com a arquiteta, o mercado oferece uma gama significativa de equipamentos para a climatização de adegas e um especialista pode indicar o mais adequado às características do ambiente projetado. Em nossos projetos, optamos pelo sistema brezaire, que mantém automaticamente a temperatura entre 9 e 16 graus, e a umidade adequada, informa. O sistema brezaire é formado por um aparelho evaporador, instalado dentro do ambiente da adega e por um equipamento condensador, fixado na área externa. (DM)
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
02 de julho de 2018
19 de junho de 2018