Casa arrumada para a Copa

Ao comprar novos aparelhos de TV para assistir aos jogos, torcedores aproveitam para repaginar os ambientes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/05/2010 15:38 Joana Gontijo /Lugar Certo
O diretor comercial da Maria Alice Decorações, Alexandre Ferreira Miranda, destaca a maior procura por móveis mais confortáveis para acomodar a torcida - Eduardo Almeida/RA Studio O diretor comercial da Maria Alice Decorações, Alexandre Ferreira Miranda, destaca a maior procura por móveis mais confortáveis para acomodar a torcida
Às vésperas da Copa do Mundo, os torcedores estão correndo para arrumar a casa a fim de receber os amigos para os jogos e comemorações. Na esteira da alavancada na venda de televisores, muitos brasileiros estão aproveitando para trocar a sala inteira. O pretexto perfeito para o aumento na comercialização de sofás, racks e homes, estantes, mesas de canto e centro, poltronas e cadeiras, entre outros itens, já registrado e inclusive incentivado pela indústria moveleira, em campanhas, prazos e promoções especiais que só acontecem de quatro em quatro anos. O momento então se faz oportuno para mostrar algumas dicas de como acomodar melhor a torcida para adentrar no turbilhão que se aproxima da África do Sul.   

"O que todo mundo quer é realmente assistir aos jogos, principalmente os do Brasil. Com isso, as pessoas estão investindo em novas televisões, e consequentemente os móveis para a sala de estar, jantar, espaço de home-theater de TV, estão sendo trocados, com maior procura por racks ou homes e sofás. Aproveitando o gancho, cresce a busca por peças mais confortáveis", destaca o diretor comercial da Maria Alice Decorações, Alexandre Ferreira Miranda. O mobiliário para acomodar os modelos modernos de televisor agora transforma os racks antigos em verdadeiros homes com painéis e design contemporâneo, em linhas misturadas a diversas possibilidades de acabamento, em lacas, lâminas nobres, espelhos, vidros pintados, e os sofás em opções retráteis aliando poltronas e chaises individuais, como cita apenas alguns exemplos Alexandre Miranda. "No caso do sofá especificamente, as vendas aumentaram cerca de 10%. Esse aumento vem até um pouco anteriormente pelo fato das pessoas estarem mais voltadas para a casa", pontua.

Acompanhando os desenhos leves das TVs em plasma, LCD, e telões, as linhas limpas, retas, diferenciadas nos móveis são as preferidas para substituir as peças antigas, frisa o diretor de vendas da Ricardo Eletro, Rômulo Cunha. Em toda rede de lojas espalhadas pelo país, a venda de sofás cresceu entre 12% a 20%, a de racks para TVs e home theater de 10% a 15%, enquanto as estantes, peças que estavam em declínio na preferência do consumidor, voltaram a um patamar normal 5% maior. O diretor da Ricardo Eletro atribui grande parte deste incremento ao melhor poder de compra das classes menos favorecidas que, no caso da empresa, foi contemplada com ofertas, melhores formas e maiores prazos de pagamento, estoque abastecido e preparado para a Copa do Mundo. "Essas televisões modernas estão cada vez mais acessíveis, mesmo as de 32' ou 42'. Automaticamente, quem compra uma televisão nova não fica confortável com aquele conjunto de sofá antigo, ou mesmo uma estante velha, inadequada para o novo aparato. Aí as pessoas acabam fazendo um pouquinho mais de sacrifício, aproveitando o momento para fazer a composição completa de novos ambientes em casa. Como o cliente já vai disponibilizar o dinheiro para comprar a TV, é natural que você ofereça um meio melhor para levar os móveis. Trabalhamos com uma projeção de 15% a 20% de aumento na vendas para esta Copa", diz otimista.

Conforto para torcer
Rodrigo Câmara e Reprodução/Internet/ibiubi.com.br/28-05-10

"Nessa época todo mundo resolve melhorar o que tem, ou comprar o que estava planejado e vinha adiando. A venda específica de sofás e homes deve aumentar entre 20% a 30% e já alcançamos nossa meta. Aqui na loja, por exemplo, quem comprar um home, que é um móvel mais planejado e com prazo de 60 dias para entrega, não leva mais para a Copa. Todos os que estavam na pronta-entrega já foram vendidos", revela a proprietária da Prodomo Móveis, Gracia Mendes. Ela ressalta a procura por sofás de encosto mais alto, para apoiar a cabeça, com chaises, principalmente os modelos maiores, com vários módulos. "Quanto mais conforto melhor. Este sofá não é aquele que vai ficar encostado em um canto. O cliente quer o maior que cabe na sala, como se a casa fosse ficar cheia para o resto da vida", brinca.

"Com a Copa do Mundo, muitas pessoas gostam de receber em casa os amigos, fazem encontros para assistir aos jogos. Desde o início do ano planejamos uma campanha de homes, racks, estantes, mesas de centro, de canto, e sofás, com promoção e prazo de pagamento 60 dias maior. A própria mudança nos modelos de TV exigiu um mobiliário diferente. Observamos que as vendas de estofados e outros produtos para a sala de estar estão indo muito bem. Em relação ao ano passado, a comercialização de sofás nos últimos 45 dias está 29% maior. Talvez a ocasião seja a gota d'água para tomar a decisão de trocar os móveis, um desejo anterior", explica o gerente de marketing da Lider Interiores, Tiago Nogueira.

Casa repaginada, alguns recursos de decoração para dispor as novas peças e preparar o espaço para reunir os fãs da bola abrem possibilidades livres de acordo com o bolso e a criatividade do anfitrião, como dá dicas a arquiteta Fabiana Gimenez. "Providencie o número de assentos necessários para os convidados. Almofadas no chão podem fazer o papel de cadeiras e bancos. A disposição dos móveis também não deve bloquear a passagem e a comemoração. A televisão deve ser colocada de maneira que a iluminação natural não ofusque a visão, sem no entanto criar penumbra, lembrando da ventilação se for usar cortinas. Outra coisa é checar os aparelhos de vídeo e áudio e seu melhor posicionamento no ambiente. Com uma iluminação dirigida, as paredes também ficam divertidas decoradas com elementos temáticos sobre a Copa do Mundo", orienta.

Importante ainda preparar uma mesa petiscos, aproveitando para usar toalha, louças e talheres e copos em temas futebolísticos, explorando o colorido se forem descartáveis. Para fechar o clima, balões, bandeiras e papéis para enfeitar e preencher as paredes, lembra a arquiteta. "Quanto às cores, utilize as que remetam ao nosso país, e porque não tecidos de zebra ou onça, que lembram a África? Vale utilizar o dourado que liga com a taça, com o ouro, amarelo - também Brasil!", completa Fabiana Gimenez.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
25 de junho de 2019
14 de junho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura