Imagens cheias de estilo

Fotografias podem ajudar a compor ambientes vazios e sem personalidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/07/2010 15:26 CorreioWeb /Lugar Certo
Reprodução/Internet/marcoscesarinteriores.com.br/13-07-10
Às vezes, ter uma parede vazia em casa é como estar diante de uma tela em branco sem inspiração para preenchê-la. Quando a criatividade acaba é melhor buscar uma saída mais simples do que pensar em soluções mirabolantes para decorar o cômodo. Fazer uma espécie de galeria com fotografias emolduradas pode ser uma boa opção. No entanto, é preciso ter cuidado com alguns detalhes, para não correr o risco de criar um ambiente sem originalidade.

O arquiteto Daniel Mangabeira aponta um dos pecados na hora de escolher as fotografias que serão colocadas nas paredes. "O uso de fotografia de família, de viagem, ou de qualquer situação particular na decoração, é quase sempre preocupante. Apesar dos recém-casados adorarem colocar fotos do casal e fotos de viagens na lua-de-mel em locais de destaque na residência, o uso desses artifícios quase sempre beira o mau gosto", opina.

Mas isso também não é motivo para o casal deixar de registrar e relembrar o momento de tempos em tempos. "Se o casal realmente deseja colocar fotos do casamento ou de alguma viagem inesquecível, um porta-retrato ou um álbum de fotografia são os locais mais apropriados. Além de ficarem discretos, podem ser admirados sempre, a qualquer hora e, com certeza, cansarão muito menos o próprio casal e a visita no dia-a-dia", explica o arquiteto.

Leia mais:
Fotografias nas paredes

Esse cuidado todo tem explicação. Segundo Daniel Mangabeira a fotografia é uma forma de expressão artística e, como tal, caso feita por um fotógrafo profissional, deve ser admirada como uma obra de arte. Por isso mesmo ele acrescenta que não há problema algum em misturar em uma mesma parede fotos e pinturas, contanto que elas tenham uma mesma linguagem de cores e proporções.

Proteção

Reprodução/Internet/Blog Não Tinha Teto/13-07-10


Colocar uma fotografia na parede significa ter alguns cuidados para mantê-la conservada ao longo do tempo. A melhor maneira que conseguir isso é seguindo a orientação do próprio emoldurador, mas uma boa saída é escolher uma moldura e colocar um vidro na frente. E, mesmo assim, é sempre bom consultar um profissional.

Daniel Mangabeira explica que se a pessoa optar por um vidro anti-reflexo, por exemplo, deve colocá-lo junto à fotografia, e não fixá-lo distante - como uma caixa. Caso contrário, a foto fica distorcida. Se, ainda assim, o dono da casa preferir colocá-lo afastado da foto, o ideal é um vidro simples, refletivo.

Já para a escolha da moldura, vale a regra de seguir o bom senso sempre. Quanto mais bonita a foto, o ideal é que a moldura seja o mais simples possível, para que o destaque fique por conta da fotografia. "Tentar corrigir ou melhorar uma foto ruim colocando uma moldura que pareça cara ou ostensiva, geralmente, piora tudo. Quanto mais limpa e discreta a moldura, mais elegante fica", comenta o arquiteto.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
22 de setembro de 2018
18 de setembro de 2018