Armários mais horizontais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/07/2010 14:40 Denise Menezes /Estado de Minas
Para a designer de interiores Valéria Alves, as cores fortes e vibrantes são usadas em detalhes - Eduardo Almeida/RA Studio Para a designer de interiores Valéria Alves, as cores fortes e vibrantes são usadas em detalhes
O design dos armários de cozinha também está evoluindo. Segundo o proprietário da Artplan, Tomaz de Andrade, a tendência hoje é de armários mais horizontais, com altura entre 70 e 80cm, para evitar aquela sensação de encaixotamento sentida, principalmente, nos ambientes menores, com armários até o teto.

Outras mudanças, aponta a designer de interiores Valéria Alves, são a introdução dos gavetões na parte inferior, em substituição às prateleiras, e das básculas na parte intermediária do armário. "Os gavetões facilitam o acesso e o manuseio do que está guardado e, com as básculas, portas que abrem para cima, temos melhor acesso visual aos objetos que estão no compartimento", explica.

A evolução da indústria de ferragens e aramados também contribui para a funcionalidade dos armários. "Com ferragens de mais qualidade, com maior resistência, podemos colocar maior peso nas gavetas, por exemplo, porque as corrediças oferecem mais leveza no ato de abrir e fechar e, ao mesmo tempo, são resistentes. Já os aramados ajudam na organização dos compartimentos. Com eles podemos, por exemplo, colocar pratos em gavetas", observa.

De acordo com Tomaz, com a diversidade de acessórios, hoje é possível levar o escorredor de pratos para dentro do armário, desocupando espaço na bancada da pia. "Os pratos são colocados lado a lado, com o suporte de um aramado e, embaixo, fica uma prateleira removível, que pode ser retirada para escorrer a água na pia", explica.

Quanto aos puxadores para as portas e gavetas do armário, diz o proprietário da Artplan, predomina hoje a tendência do formato em cava. "Temos também as portas com sistema de fechamento com ímã, onde os puxadores são dispensados. A porta abre apenas com um toque", acrescenta Valéria Alves.

ELETROS

Outro item que contribui para a modernização das cozinhas são os eletrodomésticos, cada vez mais tecnológicos. A arquiteta Cristina Menezes diz que os produtos estão mais inteligentes e consomem menos energia. O design também evoluiu, afirma o arquiteto Junior Piacesi. "Os equipamentos como fogão e coifas estão mais minimalistas e assumem formas mais simples, com visual mais arrojado, o mesmo valendo para os metais", frisa.

Entre as novidades em eletrodomésticos, Cristina cita a gaveta refrigerada, que se adapta ao armário da cozinha com o acabamento desejado pelo cliente. Já Valéria Alves lembra que na cozinha, além do fogão e da geladeira, é essencial pensar na coifa, que precisa ser, antes de tudo, eficiente.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
02 de julho de 2018
19 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura