Modernidade do acrílico

Ele oferece vivacidade, requinte, alegria, cor e transparência para ousar na decoração

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/07/2010 15:42 Joana Gontijo /Lugar Certo
O designer de ambientes Carlos Henrique Loyo diz que o material agrega inovação - Fotos: Eduardo Almeida/RA Studio O designer de ambientes Carlos Henrique Loyo diz que o material agrega inovação
Com uma pitada de ousadia e o olhar cuidadoso dá para apostar na mistura de peças na decoração. Quando a combinação funciona, o acrílico se transforma na vedete de qualquer espaço. Em desenhos transparentes que concebem móveis "invisíveis" (não por acaso uma das linhas criadas por Philippe Starck para a Kartell vem acompanhada da palavra "ghost" - fantasma), ou nas versões multicoloridas translúcidas, o acrílico é divertido por essência. Pop entre o final dos anos 1950 e começo dos anos 1960 - quando cadeiras com assinaturas famosas, como a Champanhe, de Erwine & Estelle Laverne (1957) e a Contour, de David Colwell (1968) causaram frisson no universo decorativo -, o material resiste incólume até hoje, livre de adjetivos pouco nobres. No século 21, apoiado na tecnologia, lança voos cada vez mais altos para amplificar possibilidades.

"O acrílico é um dos materiais mais modernos existentes no mercado. Apresenta vantagens como durabilidade, brilho e transparência, versatilidade de formas, colorações, espessuras e texturas, sempre imprimindo beleza e jovialidade. É uma excelente ideia para quem busca inovação e qualidade", salienta o designer de ambientes Carlos Henrique Loyo. Conjugado com outros materiais, transpõe as barreiras do mundo real, lúdico e criativo, continua o designer. "O material pode ser fabricado a partir de técnicas artesanais, industriais e artísticas. Em superfícies livres ou trabalhadas, varia em tons perolados, transparentes, translúcidos, espelhados, fluorescentes, texturizados, anti-refletivos, opacos e brancos", ressalta Carlos Loyo.
Abajur, porta-copos e cadeiras em acrílico, na Maria Alice Decorações: apenas algumas de infinitas possibilidades - Abajur, porta-copos e cadeiras em acrílico, na Maria Alice Decorações: apenas algumas de infinitas possibilidades

De acordo com o designer, sob a ótica científica, uma característica fundamental do acrílico (também reconhecido tecnicamente por nomes como polimetil-metacrilato e policarbonato) é a termoplasticidade, que o permite amolecer quando aplicado ou exposto ao calor e enrijecer na temperatura normal, na maioria das vezes sem trincar ou deformar. Quanto à durabilidade, não sofre alterações em seu estado físico, mesmo exposto às intempéries, mantendo a cor e o brilho, além da extrema praticidade na limpeza . Com autonomia e estabilidade para ser utilizado em ambientes internos e externos, pouco suscetível a variações climáticas o acrílico é campeão em resistência.

Além de compor eletrodomésticos, mobiliário, utensílios e utilitários diversos, adornos, objetos decorativos para a arquitetura de exterior e interior, o acrílico invade diversificados ramos de atividade, ganhando lojas, hoteis, restaurantes, museus, clínicas, hospitais, consultórios, supermercados, escolas, bancos, laboratórios, os setores automobilístico e aquático, a comunicação visual, a indústria metal-mecânica e até calçadista. "Esta matéria-prima é também 100% reciclável, reaproveitada em processos não químicos e economicamente viáveis. O acrílico pode ser, por exemplo, triturado e em seguida injetado em outra peça, ou inteiramente refeito quando desintegrado à altas temperaturas", explica Loyo.

DIVERSÃO

Mas como mesclar elementos de acrílico à decoração? Este dilema depende exclusivamente do bom-senso do decorador-amador que habita cada um. A não ser que a intenção seja morar em um estande de feira, ninguém elege peças de acrílico como a mobília básica de um ambiente. O trunfo é justamente a pitada divertida que uma ou outra referência confere a um espaço. O brilho, o frescor e a leveza surgirão naturalmente, acrescenta a arquiteta Ana Bahia. Uma mesinha lateral ao lado de uma cama-box pode cair como uma luva em um quarto que precise de um pouco de calor e bom humor. Numa sala de estar, uma poltrona ou duas cadeiras de acrílico se transformam em interessantes focos de todas as atenções. Ambientes pequenos ganham leveza quando móveis tradicionais são misturados a uma mesinha central de acrílico transparente. "O acrílico é facilmente maleável e moldável, com tecnologias especiais de recortes cada vez mais desenvolvidas que o fazem se espalhar em formas, curvas e até pela terceira dimensão. Um avanço em relação ao vidro, que oferece como outro importante diferencial custo baixo", ressalta a arquiteta.

Em Belo Horizonte, a linha de produtos em acrílico da Maria Alice Decorações, renomada empresa do ramo mobiliário, compreende cadeiras, poltronas, acabamentos em sofás, mesas, banquetas, adornos e objetos, aliados a composições belas, exclusivas, de alta qualidade. "São produtos que trazem contemporaneidade, ar atual, leve e um toque diferenciado. Com toda essa flexibilidade, a única regra é soltar a imaginação", ressalta o diretor comercial da Maria Alice Decorações, Alexandre Ferreira Miranda. No mínimo, um quê diferente, fora do habitual que, por si só, já vale a experiência.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura