Renovação da atmosfera

Com ajuda profissional, é possível fazer transformações tanto nos ambientes como nas pessoas que os utilizam

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 22/05/2011 10:10 Júnia Leticia /Estado de Minas
A decoradora Simone Nunes aposta nos móveis claros para compor os ambientes - Eduardo Almeida/RA Studio A decoradora Simone Nunes aposta nos móveis claros para compor os ambientes

Independentemente da escolha, utilizar cores nos ambientes é muito interessante como forma de renovar os espaços. Elas possibilitam a mudança de clima na casa e, quando as escolhas são feitas com consultoria, os resultados podem ser surpreendentes. Além de beleza e conforto estético, elas são responsáveis por aumentar o bem-estar nos ambientes.

Apesar de poderem ser usadas em todos os espaços, há uma série de aspectos que envolvem a escolha das cores. Por isso, é necessário critério, como aponta Maria de Lourdes Souza. “É preciso observar a atividade a ser desenvolvida em cada ambiente, o perfil do usuário, a sua configuração arquitetônica, a quantidade de luz natural que este ambiente recebe e, principalmente, a atmosfera desejada para o espaço”, explica a professora do Inap.

Enfim, as cores devem estar em harmonia com o todo e isso inclui o mobiliário e demais itens que fazem parte da decoração. “Pode-se usar um elemento de destaque, como uma mesa de canto vermelha, por exemplo, mas sempre com muita parcimônia, evitando, assim, excessos”, exemplifica Rafael Cândido.

A decoradora Simone Nunes também cita como as cores dos móveis podem influenciar na composição do ambiente. “Se colocarmos todos os móveis de uma sala com cores mais escuras, como o preto e o tabaco, o ambiente se tornaria maçante, ‘pesado’ e estressante. Para que isso não ocorra, precisamos equilibrar o ambiente com cores mais claras.”

Observados esses critérios, é possível conjugar várias cores em um mesmo ambiente. De acordo com Maria de Lourdes Souza, não há um limite para empregá-las. “Mas devemos lembrar que cada cor é um estímulo diferente, e se usarmos muitas cores em um pequeno ambiente teremos muita informação e um ambiente estressante.”

Rafael Cândido sugere um elemento de destaque, como uma mesa de canto colorida  - Eduardo Almeida/RA Studio Rafael Cândido sugere um elemento de destaque, como uma mesa de canto colorida
De qualquer forma, em pequenos espaços, a sugestão da professora é o emprego de uma só cor com diferentes tonalidades. “Querendo usar duas, prefira as mais suaves. Cores fortes e variedade podem ser usadas em ambientes de maiores dimensões, nos quais pretende-se obter uma atmosfera mais estimulante.”

Também deve ser evitada a discordância entre o uso desse ambiente e as cores especificadas, até porque as cores podem alcançar uma dimensão terapêutica. “Devemos procurar sempre a harmonia e o equilíbrio entre as cores, o mobiliário, a atividade a ser realizada e o gosto do usuário, quando este espaço for personalizado”, reitera Maria de Lourdes.

Para quem quer contar com um designer de ambientes ou um arquiteto para ajudar na tarefa de aproveitar ao máximo todos os benefícios da cromoterapia para decorar a casa, a professora do Inap conta que o custo do projeto ou consultoria varia de acordo com a área a ser trabalhada e a extensão do trabalho. “Pode variar de uma consultoria in loco ou um projeto com desenho de leiaute e especificação mais detalhada envolvendo outros itens.”

Apesar de ter valores variáveis, uma consultoria por ambiente gira em torno de R$ 900. Os preços, no entanto, variam de acordo com as vontades e necessidades do cliente.

Tags: cores

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura