Consultoria é essencial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/06/2012 11:33 / atualizado em 11/06/2012 11:06 Júnia Leticia /Estado de Minas

Mesmo em apartamentos em que isso é permitido, derrubar paredes ou abrir portas e janelas só deve ser feito com orientação profissional qualificada para evitar problemas - Eduardo Almeida/RA Studio
Mesmo em apartamentos em que isso é permitido, derrubar paredes ou abrir portas e janelas só deve ser feito com orientação profissional qualificada para evitar problemas
Para acertar na integração, o ideal é que o morador procure um profissional da área para avaliar o espaço e suas necessidades. Assim, é possível indicar o que ficaria melhor e o porquê de cada escolha. “Isso pode ser feito através de uma consultoria com o profissional em visita ao local da obra ou, caso a alteração seja de uma proporção maior, por meio da elaboração de um projeto executivo”, diz Roberta Seabra.


Para a decoradora Sheila Mundim, não existe um recurso adequado para cada ambiente. Todas as decisões demandam escolhas financeiras, de estilo, gostos, entre outros. No caso de espaços pequenos, a dica para dividi-los é investir na iluminação. “Uma luminária bem posicionada pode fazer milagres. Um ambiente bem iluminado sempre dá a sensação de ser maior.”


Mas para que o resultado alcance o sucesso esperado é imprescindível que o projeto preveja uma boa circulação, conforme a designer de ambientes Roberta Seabra. “Além disso, é preciso avaliar quais e quantos ambientes podem ser integrados no espaço, a proporcionalidade entre eles e se essa alteração não vai afetar diretamente outros ambientes, como é o caso da entrada para os quartos, que deve ficar resguardada”, completa.


Roberta explica que se a proporção entre os ambientes for muito desigual, pode parecer que foi feito um “puxadinho”, o que desvaloriza todo o trabalho executado. Outro cuidado é com relação à retirada de paredes, medida que deve ser avaliada. “Quando se pensa em integrar os ambientes, logo imagina-se: é só tirar essa ou aquela parede para unificar os espaços. Nesse caso, faz-se necessária a consulta a um engenheiro calculista para avaliar se há vigas estruturais que permitam a remoção das paredes ou se será necessário colocar vigas metálicas que suportem o peso da estrutura superior.”


Independentemente de quebrar a parede, um bom planejamento e um projeto feito por profissional é a melhor solução para o resultado fique harmônico e adequado ao local, aliando os desejos do morador a funcionalidade, como ressalta Thaysa Godoy. “No caso de demolição de paredes, a assessoria de um engenheiro calculista é fundamental.”

AJUDA TÉCNICA

Tendo em vista a quantidade de aspectos a serem considerados na hora de integrar os ambientes, Roberta Seabra afirma que o valor para um projeto deve ser calculado por um profissional da área. “Somente após a avaliação do espaço e uma breve conversa com o morador é possível elaborar um proposta de valores de serviço, pois ela levará em conta suas reais necessidades e a compatibilidades delas com o espaço previsto”, esclarece.

A decoradora Rosa Leite confirma que os valores para fazer o projeto variam conforme a área a ser trabalhada. Mesmo assim, ela dá uma noção de preços para que o interessado em integrar os ambientes possa começar a pensar na contração de um profissional. “Os preços oscilam de R$ 100 a R$ 200 por metro quadrado”, informa.

Tags:

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de maio de 2018
15 de maio de 2018