Estilo

52 projetos incríveis de escadas ao redor do mundo

Muito mais que ligar pavimentos, as estruturas podem transgredir a forma e gerar formações surreais e surpreendentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/07/2012 10:20 / atualizado em 04/07/2012 10:20 Thiago Ventura /Portal Uai
Escada projetada pelo estúdio Ecole, para um apartamento em Paris - Xavier André/Ecole/Divulgação Escada projetada pelo estúdio Ecole, para um apartamento em Paris


Elemento de ligação entre os ambientes em um imóvel, a escada pode ser muito mais que mera passagem de um nível para outro. Desde o aproveitamento do espaço até a impressão de um conceito no projeto, ela pode interferir complemente no local.

O Lugar Certo reuniu uma seleção de 52 escadas dos mais variados estilos arquitetônicos, que transcendem de criatividade. Em imóveis cada vez mais reduzidos, é possível abusar da forma para emprestar charme e estilo à decoração sem deixar vazios.

Clique aqui e veja mais fotos!

O vão sob a escada pode ser utilizado de várias maneiras, como biblioteca ou abrigo para bicicletas, como nos projetos na galeria. Os próprios degraus podem ser adaptados para virar gavetas.

La Unique Maison - Loja da Longchamp em Nova York - Divulgação La Unique Maison - Loja da Longchamp em Nova York


Além da função prática, artistas e arquitetos utilizam da escada como função decorativa do ambiente. Essa utilização não é nova: desde o art nouveau, como na escada do Museu Gustave Moreau, em Paris, ou em obras do arquiteto catalão Antoni Gaudí, é presente em construções.

Obra do artista dinamarquês Olafur Eliasson - Divulgação Obra do artista dinamarquês Olafur Eliasson


Profissionais contemporâneos ainda procuram romper barreiras e criar novas formas da escala. Como na estrutura criada pelo artista dinamarquês Olafur Eliasson em 2008, chamada Umschreibung (Reescrita), em Munique, na Alemanha.

Já em Nova York, o Heatherwick Studio foi convidado a criar a escada na loja Longchamp em 2006. Localizada no SoHo, a estrutura demorou seis meses para ser concluída e se assemelha a uma membrana desfragmentada.

Museu Gustave Moreau em Paris (esquerda) e a Casa Batló, de Gaudi, em Barcelona - Divulgação/Museu Gustave Moreau // Reprodução gaudidesigner.com Museu Gustave Moreau em Paris (esquerda) e a Casa Batló, de Gaudi, em Barcelona

Tags:

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura