Revestimento

Da escolha ao resultado, como decorar com papel de parede

Aplicado em casas europeias desde 1481 e febre no Brasil entre os anos 60 e 70, o papel de parede voltou com tudo e é novamente o queridinho dos decoradores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/08/2012 10:13 / atualizado em 04/08/2012 10:20 Redação Lugar Certo PR /Folha de Londrina

Reprodução/Internet/www.byfloor.com.br

Apesar de sair mais caro do que uma pintura convencional, ele proporciona maiores opções de cores, texturas, motivos e acabamentos.A aplicação deve começar com uma análise minuciosa do ambiente, entender o local, cores e os efeitos desejados para dar toda a diferença no resultado final, "O direcionamento de um profissional pode evitar dores de cabeça posteriores, já que se trata de um produto frágil e que deve ser estudado antes da aplicação dependendo do ambiente.", alerta a arquiteta Vanessa Trad.

                                                                           Veja mais fotos

Pensar também nas facilidades conta pontos para a decoração. Com esse gênero, além de evitar toda a sujeira que uma pintura faz, a aplicação é muito rápida e normalmente fixado com cola a base de água, não causando poeira e dificilmente alergias, algo muito importante, principalmente para aplicações em quartos infantis.

Para os que querem aumentar o local, é interessante a escolha de cores claras com riscas verticais, que se forem até o teto darão a impressão de um pé direito mais alto. Riscas na horizontal apresentam um ambiente mais longo. Espaços intimistas pedem cores quentes com motivos grandes, se aplicado também no teto trará a sensação de que é mais baixo.Esconder imperfeições não é nada fácil, e para que não seja necessária uma reforma estrutural, a escolha do papel de parede deve ser feita atentamente.

Opte por materiais mais grossos e pesados que, além de esconderem as fissuras, terão uma menor probabilidade de rasgar. Para quartos de crianças é interessante pensar na longevidade da decoração, ou seja, motivos e cores que possam ser utilizados depois que o ocupante do quarto crescer. Investir mais em objetos que ornem com o restante, além de poderem ser substituídos com maior facilidade no decorrer do tempo é uma ótima alternativa e o papel de parede tem essa função, "Ele é facilmente modificado depois", informa Vanessa.

Aos que querem decorar lavabos, salas de banho, cozinhas ou salas, ambientes que ficam mais expostos à poluição, sujidade e umidade é importantíssimo se atentar às especificações do produto, preferencialmente utilizar papéis de parede revestidos com vinil, pois eles são mais resistentes e possibilitam uma limpeza rápida com sabão neutro e água. "Importante antes de aplicá-lo é fazer um pequeno teste passando pano úmido em uma pequena região, pois assim é possível verificar se o material não desbota," explica a arquiteta.

Se a ideia é se aventurar em uma nova decoração, nada de escolher o papel de parede em cima de mesas ou no chão. Visualize-o em seu ambiente natural: a parede. Isso irá facilitar muito para uma ideia do resultado final. Se não quer contratar um profissional da área e quer aplicar o produto, faça testes em áreas pequenas para saber se conseguirá desenvolver todo o trabalho, lembrando que é algo que demanda tempo, paciência e habilidade.

Inovar e buscar um novo ambiente para a sala, o quarto, ou até mesmo o banheiro, não é sinônimo de altos gastos. A aplicação do papel de parede pode ser feita em uma única parede do ambiente ou em pequenos espaços, "Pode-se aplicar papéis mais neutros e que não chamem tanto atenção para valorizar as peças já existentes no ambiente," finaliza Vanessa.

Tags: parede

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura