Saiba os cuidados necessário para executar um projeto de decoração de hall

Para evitar erros que podem gerar dor de cabeça, o mais indicado é contratar um profissional qualificado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/08/2012 09:48 / atualizado em 14/08/2012 10:38 Júnia Leticia /Estado de Minas

 

As arquitetas Camila Ferreira e Fernanda Curi recomendam consultoria profissional para não pecar pelo excesso de peças ou de estilos na organização do espaço - Eduardo de Almeida/RA studio As arquitetas Camila Ferreira e Fernanda Curi recomendam consultoria profissional para não pecar pelo excesso de peças ou de estilos na organização do espaço

Para evitar erros que podem gerar dor de cabeça, uma vez que se trata de uma obra que tem de agradar a todos os moradores do condomínio, o mais indicado é contratar um profissional qualificado. Até porque, nesse caso, será ele o responsável pela obra, como lembra Natacha Nascif. Na hora de contratar, projetos já executados são cruciais. “É importante que o profissional escolhido tenha boas referências para garantir a qualidade da mão de obra.”

Camila Ferreira chama a atenção para cuidados como com as instalações elétricas e as paredes, que devem ser bem preparadas para receber a pintura ou mesmo o papel de parede. Mas são muitos os detalhes a serem considerados pelos profissionais envolvidos no projeto. Por isso a importância de ter ciência de estar fazendo uma boa contratação. “Contar com a consultoria de um profissional pode ajudar a não pecar pelo excesso, a organizar o espaço deixando-o funcional e, ao mesmo tempo, belo”, diz a arquiteta.

Renata Basques acrescenta que o profissional tem a habilidade de dimensionar mobiliário, especificar iluminação e verificar o que é mais adequado ao ambiente para torná-lo mais interessante e aconchegante. “Principalmente em espaços pequenos, a ajuda de um profissional de arquitetura e interiores tem papel fundamental para valorizar e conseguir um espaço que reúna características para torná-lo mais aconchegante”, defende.

Para quem quer ver resultados sem gastar muito e não tem como investir em um projeto com ajuda profissional, uma boa opção, segundo a arquiteta, é instalar papel de parede em todas as paredes. “Um rolo custa entre R$ 500 e R$ 1 mil, dependendo do papel. Conseguimos criar um ambiente mais aconchegante revestindo-as com ele. É rápido, prático e muitas lojas têm pronta entrega”, informa Renata.

Natacha Nascif diz que o valor do investimento depende do que será feito. “Para quem quer investir muito, com painéis, troca de acabamentos, entre outros, deve ser feito um orçamento antes para ter noção do tamanho da obra. Para quem não quer investir muito, podemos usar elementos já existentes e criar uma iluminação ideal para o local, que pode ser desde R$ 300 a R$ 1 mil, dependendo dos objetos escolhidos.”

DICAS ÚTEIS

Confira algumas ideias simples que podem ajudar a enfeitar o hall do imóvel

» Um espelho em um hall de entrada pequeno cria a ilusão de mais espaço.
Eduardo de Almeida/RA studio

» Não descuide da iluminação: seja com focos de teto, apliques de parede, luminárias de mesa e até de pé.

» Uma peça deslumbrante e original – cabide de parede, quadro ou outro elemento de arte, tapete ou espelho – é suficiente para transformar o simples hall de entrada em espaço marcante.

» Não há nada mais aconchegante na entrada de um edifício do que um
pequeno sofá ou poltrona decorada com almofadas convidativas.

» Se quiser arriscar, esse é o espaço perfeito para brincar com cores, padrões e texturas. Como é uma divisão onde as pessoas passam pouco tempo, não há o risco de ficarem cansadas com o visual. Seja com uma tinta em tons vibrantes, cores monocromáticas ou até mesmo um papel de parede que dá mais vida à decoração.

» Preencha o espaço vazio debaixo da mesa ou aparador com cestos ou caixas revestidas de tecido.

» Se for uma necessidade, aproveite as paredes para criar espaços de arrumação inteligentes: prateleiras, ganchos, cabides e pequenos armários.

» Não é obrigatório preencher o hall de entrada com uma mesa de médio porte. Opte por uma estante ou então uma mesa pequena e uma poltrona, acrescente uma luminária ou uma planta em vaso pintado à mão.

Três perguntas para... Renato Horta - advogado

Qual área pode ser considerada hall em um edifício?

A Lei 10.406/02 (Código Civil) trata das áreas comuns e privativas. O termo hall não vem especificado na legislação. Pelo senso comum, entende-se hall como sendo um espaço compreendido entre a porta da rua e a escada ou as portas que dão ingresso ao interior de uma casa ou edifício. Por meio dessa definição, fica claro que o hall não é um espaço privado (de uso exclusivo de determinada pessoa), mas de uso comum, onde todos podem, se assim quiserem, desfrutar da área. Sendo assim, é o Código Civil que determinará também o seu uso. Existem dois tipos de hall: o de uso comum (entrada de um edifício ou o hall entre os apartamentos no mesmo andar) e o de uso exclusivo (aqueles de apartamentos de um por andar). Este, apesar de ser mais desfrutado pelo morador do andar em questão, não perde sua natureza comum. Sendo assim, toda intervenção deve seguir o que determina a Lei 10.406/02.

Se o hall está localizado na área privada do condomínio, pertencente ao morador, este pode decorá-lo como bem entender?

O hall pode ser alterado de acordo com as necessidades dos moradores, desde que as eventuais obras não comprometam a segurança do edifício, bem como não venha a alterar a forma e a cor da fachada, das partes e esquadrilhas externas.

O dono pode optar por um design diferente daquele empregado pelo vizinho?

É permitida a decoração do hall diferente por andar, em área comum, com o objetivo de embelezamento, desde que inexista vedação na convenção condominial e ocorra aprovação de dois terços dos condôminos. A mesma regra vale para o hall do edifício.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura