Paisagismo ganha força na estação mais bonita do ano: a primavera

Comece a preparar os ambientes da casa para receber a estação das flores, que, no hemisfério sul, tem início no dia 22 de setembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/08/2012 08:28 / atualizado em 24/08/2012 12:59 CorreioWeb /Admite-se
Fábio Camargo Paisagismo/Divulgação

As flores geralmente trazer um ar de alegria, romance e vida a qualquer ambiente. Quem não gosta de caminhar em um parque ou num jardim com aquele visual colorido e perfumado? Melhor ainda é poder levar a beleza das flores para dentro de casa, porém, sempre há dúvidas sobre o tratamento das plantas, quais espécies são indicadas, entre outras incertezas frequentes.

Segundo a paisagista e arquiteta Daniela Sedo, ter um jardim florido e bem cuidado é muito prazeroso, porém realmente exige cuidado contínuo, investimento em adubo, controle de pragas, além de um profissional qualificado para cuidar periodicamente das plantinhas.


A paisagista informa também que há três opções de solução que ajudam quem não tem tempo, paciência ou mesmo dinheiro para cuidar de um jardim: para pessoas que gostam de ter plantas em casa e seu cuidado se limitará à rega, o recomendado é utilizar vasos com espécies plantadas e adequadas para ambientes internos. Essas espécies necessitam de menos tempo de cuidado e inclusive menos rega.

Uma espécie que floresce em ambiente interno e quase o ano todo é o Antúrio e sua variedade “mini” é mais delicada e menor. Para quem prefere não se preocupar, por causa da correria do dia a dia, nem mesmo com a rega das plantas, a melhor opção é contratar arranjos florais em empresas especializadas que fornecem os arranjos e os substituem periodicamente. Já aqueles que buscam praticidade e custo zero de manutenção, plantas artificiais podem ser uma boa saída.

Durante a Primavera, é necessário procurar por espécies rústicas e resistentes como é o caso da Azaléia, Primavera, Iris azul, Ixora e Lavanda. “Essas espécies resistem muito bem aos meses frios e estarão lindas na primavera. Em contrapartida, espécies conhecidas como tropicais que são mais sensíveis a variações climáticas, estarão na primavera com suas folhas queimadas, com manchas e em alguns casos demoram meses para se recuperar”, explica Daniela Sedo.

Projeto do paisagista Cleber Depieri para a mostra Casa Park - Monique Renne/CB/D.A Press Projeto do paisagista Cleber Depieri para a mostra Casa Park
Tanto a primavera quanto o verão são estações ótimas para se cultivar espécies de flor e apreciar sua beleza. “As flores também podem ser mescladas com mudas ornamentais, apenas com folhagens sem flor, que ajudarão a ressaltar a forma e o colorido das flores”, detalha. Segundo a especialista, nesta época do ano, quando as espécies estão florescendo, elas precisam de cuidados especiais, como a rega constante e adubação adequada para cada tipo de espécie.

Mas leva algum tempo para que um jardim fique bonito e bem formado. As pessoas podem escolher plantas resistentes ao inverno ou espécies mais delicadas, que levarão mais tempo para se recuperarem. “No início da primavera é indicado evitar espécies com folhas delicadas como é o caso das tropicais. Já no final da primavera certas espécies já estarão revigoradas e florescendo muito bem, como é o caso das Impatiens, Margaridas, Gardenia, dentre outras”, finaliza Daniela Sedo.

Tags: plantas,

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura