Abertas ao bom gosto

Portas e janelas podem contribuir na beleza de projetos de casas e de salas comerciais

Lugar Certo consultou especialistas e passa dicas de como escolher o modelo e o material de fabricação ideal para seu lar ou escritório

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/05/2013 12:00 / atualizado em 12/05/2013 11:46 Júnia Leticia /Estado de Minas

Eduardo Almeida/RA Studio

Elas conferem privacidade e segurança, possibilitam a ventilação e permitem que a iluminação natural entre no ambiente. Também conhecidas como esquadrias, as portas e as janelas são importantes elementos no projeto arquitetônico de um imóvel. Indispensáveis em todas as edificações, graças à variedade de modelos e materiais empregados em sua fabricação, elas também ajudam a compor a decoração dos espaços e podem valorizar o imóvel.

Veja fotos de portas e janelas!

As muitas opções de escolha são confirmadas pela engenheira e designer de ambientes Flávia Freitas. “Encontramos portas e janelas de vidro, madeira, com folhas duplas, de correr, trabalhadas mesclando materiais diferentes, acústicas, portas pivotantes, portas de PVC, além de podermos criar portas e janelas exclusivas para um projeto com muito bom gosto”, informa.

No caso das portas, a engenheira civil especialista em decoração Izabel Souki diz que a folha de correr vem conquistando fãs, já que economiza o espaço para a abertura. “Na entrada, a pivotante tem sido bastante requisitada. Esse tipo precisa ser mais largo, já que a folha é presa ao batente com pivôs. Além disso, essa porta costuma ser feita sob medida, o que a torna mais cara”, conta.

"É sempre bom tomar cuidado em relação à variação de materiais e seguir um gabarito de medidas", diz Bárbara Nobre, designer de interiores e produto


Izabel diz que o mais tradicional são portas e janelas fixadas no batente por uma das laterais e que se abrem em ângulo de 90 graus. Mas as outras opções existentes no mercado podem fazer com que o consumidor busque alternativas que otimizem seu projeto. “Para portas, a camarão ou dobrável poupa centímetros, já que é dividida por uma dobradiça encaixada na própria folha. Na mesma linha está a sanfonada, com diversas pregas. As portas-balcão, por sua vez, têm duas ou mais folhas e podem ter abertura comum ou de correr.”

Segundo a arquiteta Ana Paula Carneiro, antes de escolher as esquadrias por seu material – madeira, alumínio, aço, ferro, PVC –, é preciso definir a estética que deseja conferir ao imóvel. “Todos os elementos têm pontos fortes e fracos, bastando realizar a análise das necessidades para aplicação de um determinado material, verificando custos, dimensões do produto e a estética do tipo de janela e porta.”

ANÁLISE

Cada elemento tem características específicas que determinam em que local do projeto poderá ser utilizado, segundo Ana Paula. Assim, uma análise criteriosa do arquiteto e do dono para obter a melhor escolha é essencial. “As esquadrias de ferro e aço, por exemplo, são vantajosas por sua resistência. No entanto, devem ter manutenção constante para evitar que sejam atacadas pela ferrugem, é importante a utilização de isolamento elétrico, já que o ferro é bom condutor de eletricidade, e é necessário investir em pinturas periódicas ou tratamentos específicos para evitar a corrosão.”

Para quem pensa em optar pelas madeiras, Ana Paula diz que elas têm a durabilidade incrementada pelos tratamentos contra pragas. “Mas devem ter manutenção constante, para evitar serem atacadas pela umidade e cupins. Também é necessário investir em pinturas periódicas ou tratamentos específicos para prolongar a vida útil do produto.”

As esquadrias de alumínio destacam-se em função da fácil manutenção e resistência ao tempo. “Não oxidam, não perdem o brilho, são mais leves, mais econômicas, fáceis de projetar e executar, e a limpeza é feita com água morna e detergente neutro, utilizando um pano macio. Relativo à manutenção, depende muito do ambiente. Mas uma dica é válida para qualquer lugar: aplicar cera automotiva com silicone depois de realizada a limpeza”, ensina Ana Paula.

 

Planejar os acessos dentro do imóvel e o controle da incidência de luz nos ambientes requer atenção e ajuda profissional - Eduardo Almeida/RA Studio Planejar os acessos dentro do imóvel e o controle da incidência de luz nos ambientes requer atenção e ajuda profissional
 

 

UMA ESCOLHA BEM PENSADA
Vários fatores precisam ser considerados ao comprar as esquadrias para o imóvel. Peças
devem manter harmonia nas áreas externas e internas para destacar o projeto da casa



No momento da escolha de portas e janelas, a arquiteta Ana Paula Carneiro ressalta que é importante conciliar beleza e desempenho com economia e conforto no manuseio. “Além disso, deve-se pensar na composição de todo o resto do ambiente para que, após a instalação, não haja problemas na disposição dos móveis”, acrescenta.

A engenheira Flávia Freitas destaca que investir na escolha adequada das esquadrias reflete nos ambientes, tornando-os modernos, coloniais, aconchegantes, limpos, dependendo da proposta de cada projeto. “Além da necessidade, podemos ousar e colocar diferentes modelos, tamanhos e materiais de portas e janelas em qualquer ambiente, desde que haja harmonia e integração ao projeto.”

Para optar pelo modelo certo, a engenheira civil Izabel Souki diz que é preciso avaliar onde ele será colocado e as medidas do lugar. “As portas e janelas externas mais usadas são aquelas que são de material resistente à chuva e ao sol. Já as internas não têm este problema, por isso, a manutenção ocorre a cada três anos em média, porque os esbarrões do dia a dia descascam tanto a tinta quanto o verniz.”

Modelos basculantes podem ser usados em cantos sem espaço para janelas de correr - Eduardo Almeida/RA Studio Modelos basculantes podem ser usados em cantos sem espaço para janelas de correr
Izabel destaca, ainda, a importância de fazer um estudo da fachada da edificação para definir o modelo ideal. “Os aspectos que são analisados são estética e estilo da arquitetura, performance térmica, estudo acústico, além da velocidade e praticidade de construção para determinada tecnologia. O desempenho técnico e o respeito às normas técnicas vigentes também são essenciais para o conceito de portas e janelas.”

Outros aspectos a serem considerados são a região e o clima do local a ser construído. “As portas e janelas de uma casa são os locais por onde ocorre a maior perda de climatização. Assim, é necessário fazer a escolha correta conforme o local e condições do imóvel a ser construído ou reformado. Enfim, é preciso pensar na arquitetura como um todo”, conta Izabel.

ESTILOS

A designer de interiores e produto Bárbara Nobre também diz que é essencial considerar as características no imóvel e do local onde ele está antes de escolher as esquadrias. “Saber qual estilo que pretende utilizar na arquitetura e decoração de sua residência e quais as necessidades em relação à iluminação e isolamentos térmicos, acústicos, ventos e até insetos”, enumera.

De acordo com Ana Paula Carneiro, na hora de construir ou reformar, todos os detalhes precisam ser minuciosamente observados. “Portas e janelas bem escolhidas são fundamentais para cada tipo de ambiente. É preciso estar atento às dimensões, tipos de vidros, pressões do vento e à localidade onde serão instaladas e ficarão expostas (sol, chuva e vento), pois esses fatores influenciam diretamente no peso da esquadria e no seu funcionamento.”

Para conjugar beleza e funcionalidade em se tratando de portas e janelas, Bárbara reitera a importância de investir em um projeto arquitetônico. “Com ele você saberá se pode utilizar medidas padrão ou se será necessário confeccionar peças personalizadas. Apesar de as peças feitas sob medida terem uma grande variação de preço, pode ser que o custo-benefício compense no final se essa peça ampliar o ambiente ou aumentar a luminosidade economizando energia.”

Fique por dentro
Conheça alguns dos modelos de esquadrias disponíveis no mercado
» JANELAS
    De abrir
    Têm folhas duplas que são abertas totalmente, liberando 100% do seu vão para entrada de ar
    Basculante
    Projeta-se para dentro ou para fora, num movimento de rotação em torno de um eixo horizontal ou por meio de um braço de articulação
    Veneziana
    Com palhetas na horizontal, que se apoiam na caixilharia. Além da de palhetas estreitas, existe o tipo portuguesa, cujas palhetas em balanço avançam para fora do caixilho. Proporciona ventilação mesmo fechada
    Vitrôs
    Uma ou mais folhas de vidro que se movem na vertical ou na horizontal a partir do comando de uma alavanca
    Pivotante
    Funciona de maneira simples: tem um eixo central que permite que a janela seja girada, permitindo que o ar circule de maneira eficiente para o ambiente desejado

» Portas
    Sanfonadas
    Ideais para quem precisa racionar espaço da casa ou do escritório
    De correr
    Assim como a sanfonada, racionaliza o espaço, porém com um design mais bonito. Essas portas podem ou não conter vidros
    Tradicionais
    Com diferentes tipos e modelos, fazem parte do acabamento de sua casa. Podem dividir cômodos ou simplesmente decorar um ambiente. Designs despojados são diferenciais entre as grandes marcas do mercado
    Pivotantes
    Funcionam de maneira simples – têm um eixo central que permite que a porta seja girada – e são muito usadas como porta de entrada em casas e apartamentos. Deve-se utilizar dobradiças, puxadores e fechaduras próprias. Hoje está muito na moda, podendo ser vista na maioria dos projetos arquitetônicos importantes

 

A engenheira e designer de ambientes Flávia Freitas diz que é possível ousar em qualquer ambiente, desde que haja harmonia e integração no projeto - Eduardo Almeida/RA Studio A engenheira e designer de ambientes Flávia Freitas diz que é possível ousar em qualquer ambiente, desde que haja harmonia e integração no projeto
 

 

ASSESSORIA GARANTE SUCESSO NA DECISÃO

Com tantas possibilidades de design e materiais, é preciso tomar cuidado com a empolgação para não exagerar na hora da escolha e poluir visualmente o projeto, como adverte Bárbara Nobre. “É sempre bom tomar cuidado em relação à variação de materiais e seguir um gabarito de medidas. Isso com certeza vai preservar a harmonia do imóvel.”

Escolhido o modelo e o material, ao comprar, é preciso, ainda, ficar atento à idoneidade do fornecedor. “Pois não há como solucionar empenamentos após a instalação”, explica Izabel Souki. Para evitar esse problema, é necessário cuidado ao armazenar as esquadrias, principalmente as de madeira, que devem ficar em lugar limpo, plano e seco, livre de ação do sol, chuva e outros, como aconselha a engenheira.

Diretor comercial do Supermercado das Portas e Janelas, Cláudio Pedrosa ressalta a importância de ser bem assessorado para escolher a esquadria de forma adequada e evitar prejuízos. “Como são produtos que não cabem em um automóvel pequeno, para fazer a devolução, será necessário pagar carreto. Além disso, a obra é paralisada, o que acarreta em ociosidade da mão de obra. Por isso, devem-se procurar lojas especializadas para ser bem orientado e não fazer uma compra errada, o que significa gasto excessivo, de tempo e dinheiro.”

Antes de escolher uma porta ou uma janela, Cláudio Pedrosa diz que é preciso levar em consideração uma série de critérios. “Tem que se olhar o projeto da casa, o espaço interno que o ambiente tem, as dimensões do produto em função desse espaço, a quantidade de luz que entrará, a ventilação no local, entre outros aspectos. Muitos chegam aqui na loja querendo comprar um produto, mas, depois de orientados, descobrem que há outro que vai atendê-los melhor e, na maioria das vezes, com custo menor que o esperado.”

SOB ENCOMENDA

Entre os modelos disponíveis no mercado, os que estão sendo mais procurados pelos consumidores são os com medidas padronizadas, voltados para casas, que facilitam o acesso para pronta entrega. Para saber quais são essas metragens, é preciso consultar uma loja, segundo Pedrosa. “Existem, ainda, as medidas especiais, sob encomenda, mas que representam uma demanda de, apenas, 1% a 2% do mercado.” Apesar de os produtos com medidas padronizadas serem mais usados em casas, ele acredita que a tendência de emprego em apartamentos é crescente. “Pois facilita a negociação e diminui o prazo de entrega”, explica.

Veja fotos de portas e janelas!

Em relação ao material de fabricação, tanto no caso de portas quanto de janelas, Pedrosa diz que os mais procurados são produtos em aço, que nos principais fornecedores passam por um processo de fosfatização, diminuindo o risco de corrosão. “A madeira, que atualmente é um artigo de luxo, também é empregada em tamanhos padronizados, devendo-se consultar quais são essas medidas. Dentre seus tipos, a mais utilizada é o angelim, que melhor se adapta às condições climáticas de Minas.”

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
16 de dezembro de 2018
11 de dezembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura