Móveis sob medida ou planejados tem traços distintos que influenciam na hora de decorar a casa

Apesar de muitos confundirem esses tipos de móveis, eles têm diferenças que devem ser consideradas antes de fazer o projeto de decoração do imóvel ou contratar o serviço

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/06/2013 08:00 / atualizado em 21/06/2013 16:23 Júnia Leticia /Estado de Minas
Eduardo de Almeida/RA Studio

Montar uma casa ou um apartamento, colocando tudo no seu devido lugar, a fim de que a decoração fique harmônica e funcional, além de um prazer, pode ser um grande desafio. Para conseguir cumprir a tarefa com sucesso, optar por móveis sob medida e planejados pode ser a saída. No entanto, apesar de ambos poderem ser adaptados a qualquer projeto, grande ou pequeno, escolher entre um e outro depende muito do tempo que se está disposto a esperar e do dinheiro disponível para investir.

Para esclarecer a diferença entre as duas opções, a designer de ambientes Fernanda Berni, consultora do Decorador on-line, link do site do Shopping Minascasa, cita a cartilha do Procon Campinas. A publicação explica como se comportar ao contratar os dois tipos de serviço. “Móvel sob medida é aquele planejado na medida exata do imóvel e nas condições, cores e design escolhidos pelo consumidor. Já o planejado é aquele que, para a execução do projeto, se utiliza de módulos pré-fabricados e dimensões padronizadas que se encaixam entre si, sendo finalizados com peças de acabamento.”

A designer de interiores Iara Santos diz que os planejados são os móveis fabricados em escala industrial, com menos opções de materiais e acabamentos, e com medidas restritas em tamanhos padrão de cada empresa. “Os feito sob medidas são adequados de forma mais precisa ao projeto”, explica.

Para a decoradora da Lider Interiores, Elisângela Gomes, os móveis sob medida são detalhados conforme o ambiente e suas medidas. “Os planejados têm de se adaptar ao ambiente conforme as suas medidas padrão. Saber qual deles escolher vai depender do ambiente. Se for com muito detalhamento tem que ser sob medida, se não perde-se muito espaço.”
Uso de módulos em cozinhas tem sido comum por causa da praticidade de separar espaços para utensílios 
e da instalação rápida - Eduardo de Almeida/RA Studio Uso de módulos em cozinhas tem sido comum por causa da praticidade de separar espaços para utensílios e da instalação rápida

Iara Santos confirma que optar por um ou outro depende muito do projeto desenvolvido especificamente para cada ambiente. “E também se a loja consegue adequar suas medidas ao padrão do projeto. Lembrando que a adequação das medidas no projeto não dever sacrificar o leiaute dos espaços”, ressalta.

PERFIL

Peças sob medida têm a vantagem de ser únicas, mas geralmente demoram mais para serem montadas e instaladas - Eduardo de Almeida/RA Studio Peças sob medida têm a vantagem de ser únicas, mas geralmente demoram mais para serem montadas e instaladas
São as necessidades dos clientes que vão orientar o tipo de móvel ideal para cada espaço, como diz Fernanda Berni. “Quem deseja um móvel mais personalizado, exclusivo e que seja desenvolvido para aquela situação deve recorrer aos sob medida. Esse trabalho, normalmente, é executado por marcenarias. Quem não tem essa demanda específica, pode ser atendido por um móvel planejado. Esse tipo, normalmente, é executado por lojas que apresentam móveis em exposição em seu showroom”, indica.

Se o ambiente exigir muito detalhamento, Elisângela Gomes indica o emprego do móvel sob medida, a fim de não perder muito espaço. “O que deve ser considerado na hora de escolher é que, ao optar pelo sob medida, o cliente detalha como ele quer as divisões e altura. O planejado tem que ser com altura e módulos padrão”, explica.

Para que o conjunto fique harmônico e atenda as necessidades dos usuários dos espaços, Fernanda Berni destaca que os mesmos princípios de decoração para projetos em geral devem ser usados no mobiliário. “Itens como proporção, equilíbrio, harmonia, entre outros, são os que norteiam a execução dos móveis planejados e dos sob medida.”

Esse equilíbrio deve considerar todos os itens que estão – ou se pensa colocar – no espaço, a fim de que a decoração seja agradável e proporcione conforto. “É importante pensar que o móvel vai estar inserido dentro de um ambiente. Então, ele deve ser pensado como um todo”, acrescenta Fernanda.

Diferentes formas de uso
Enquanto os sob medida aproveitam melhor o espaço, os planejados têm resultado visível em showrooms. Saber escolher conforme as características é essencial para evitar problemas

Na hora de escolher, é preciso pesar os prós e contras de cada uma das opções. Segundo a designer de interiores Iara Santos, uma das vantagens dos sob medida é que o projeto é executado com muita fidelidade, sem modificações em acabamentos, materiais e medidas. “A desvantagem é que demora um pouco mais para ficar pronto.” No caso dos móveis planejados, é o contrário. “A vantagem é que você consegue ter os módulos instalados em sua casa com maior rapidez. Porém, o espaço tem de se adequar às dimensões preestabelecidas do móvel, além das suas cores e materiais, e não o contrário. Ou seja, são menos flexíveis”.

Melhor aproveitamento do espaço como um todo. Essa é a principal vantagem entre as várias que tem o móvel sob medida, segundo a designer de ambientes Fernanda Berni. “Nesse caso, é importante ter um decorador ou arquiteto realizando o planejamento de forma mais integrada. Já as desvantagens se referem ao tempo maior na aquisição do produto. Três fatores interferem diretamente na entrega: projeto, orçamento e execução.”
Para a designer de ambientes Fernanda Berni, é preciso conferir referências antes de contratar empresas - Eduardo de Almeida/RA Studio Para a designer de ambientes Fernanda Berni, é preciso conferir referências antes de contratar empresas

Quanto ao móvel planejado, o cliente pode visualizar o resultado, ou uma situação bem aproximada, no próprio showroom da loja. “Essa visualização dá mais segurança ao consumidor na hora de adquiri-lo. Como desvantagem temos a limitação do projeto, que se dá na escolha dos módulos que os lojistas oferecem”, acrescenta Fernanda.

Por isso, no caso de espaços mais limitados, a possibilidade de um projeto ficar melhor com móveis sob medida é grande, segundo a designer. “Como, por exemplo, para um fechamento no vão de uma escada. Fazê-lo na marcenaria resulta em melhor aproveitamento do espaço”, cita Fernanda Berni.

Outro ponto a se pensar antes de fazer a escolha é se o morador pretende ficar no imóvel um longo tempo. Caso contrário, se, ao mudar, pensa em levar o móvel para a nova residência. Isso porque a mobilidade é um fator a ser considerado ao optar por um ou outro, como explica Elisângela Gomes. “A vantagem do móvel planejado é que a pessoa leva quando mudar de local. O sob medida vai ter que ficar no local, sem ter como retirá-lo sem danificar.”

A decoradora Elisângela Gomes diz que o móvel planejado pode ser levado em caso de mudança - Eduardo de Almeida/RA Studio A decoradora Elisângela Gomes diz que o móvel planejado pode ser levado em caso de mudança
EXECUÇÃO

Para mandar projetar e encomendar móveis sob medida e planejados – que podem ser usados em qualquer ambiente, segundo Iara Santos –, basta solicitar a um profissional, como arquiteto ou decorador, o projeto e levar as lojas especializadas ou a um marceneiro, que executará o trabalho. “O cliente que não tem um profissional pode procurar lojas ou marcenarias, que podem ter no local designers que desenvolvem o projeto.”

Fernanda diz que, no caso dos móveis sob medida, deve-se recorrer a um arquiteto, designer ou decorador para fazer o projeto. “Após isso, um marceneiro é contratado para executá-lo. É importante que o cliente dê preferência aos profissionais indicados pelo arquiteto. Isso porque a leitura do desenho do marceneiro indicado geralmente é em comum”, explica.
Referente aos móveis planejados, a designer diz que as próprias empresas fazem os projetos e os apresentam, com o orçamento, aos clientes. “São feitos por profissionais contratados pela própria loja.”

Dentro do orçamento

Quem quer economizar na hora de decorar a casa com harmonia e funcionalidade precisa pesquisar. “Nem sempre o mobiliário sob medida é mais caro que um pronto. Mas deve-se avaliar a necessidade de um móvel sob medida ou um de pronta entrega”, aconselha Iara Santos. Tomada a decisão, deve-se ter cuidado com a escolha dos profissionais que farão o serviço, seja ele feito por um marceneiro contratado ou mesmo em uma loja especializada, segundo Iara.

Fernanda Berni ressalta que antes de escolher quem vai executar o projeto é importante seguir indicações de pessoas conhecidas e de profissionais da área. “O marceneiro é o profissional que realiza a execução do móvel sob medida. Os planejados são contratados em lojas que têm as próprias fábricas. Para móveis planejados, dê preferência a fornecedores que oferecem garantia e contratos que estipulam os serviços que serão feitos como prazo, preço etc.”

Referências de outros trabalhos já realizados são fundamentais, como diz Elisângela Gomes. A decoradora conta que para isso é necessário, até mesmo, ver serviços já realizados. “É preciso verificar o trabalho já executado na casa do cliente, observando o material com que o profissional trabalha e qual é o preço que ele cobra pelo serviço.”

Calcular as dimensões dos produtos e o espaço de circulação restante é fundamental para evitar problemas
 - Eduardo de Almeida/RA Studio Calcular as dimensões dos produtos e o espaço de circulação restante é fundamental para evitar problemas
Quanto ao valor cobrado, vai depender se o móvel é sob medida ou planejado, segundo Fernanda Berni. “Além disso, o tipo de serviço e a qualidade do produto oferecido interferem diretamente no valor. Por isso, é necessário realizar vários orçamentos e comparar os preços para que, no final, o cliente adquira um produto de qualidade, mas que também ofereça boas condições de compra.”

Por tudo isso, as profissionais dizem que não é possível precisar o valor de ambos os tipos de serviços e dos produtos, já que dependem de especificações que variam de acordo com o gosto e as necessidades dos clientes, bem como o espaço disponível para o móvel. Para se ter uma noção de valor, a designer Iara Santos informa que uma mesa de centro sob medida tem preços que variam de R$ 1,5 mil a R$ 4 mil.

Mesmo com módulos é possível criar móveis diferenciados, com o benefício de serem mais baratos - Eduardo de Almeida/RA Studio Mesmo com módulos é possível criar móveis diferenciados, com o benefício de serem mais baratos
ESCOLHA O SEU

SOB MEDIDA

São realizados conforme as medidas, o material, as cores e as especificações dos clientes ou de designers de interiores. Geralmente são feitos por marcenarias e o cliente tem total escolha sobre os acabamentos e ferragens que serão usados no projeto. Como o projeto é feito por marcenarias, é possível criar praticamente qualquer detalhe e obter quase que 100% de aproveitamento do espaço.

Vantagens

» O cliente determina todos os materiais
» Liberdade de formas, cores e detalhes
» O projeto fica do tamanho exato
» O preço, muitas vezes, acaba ficando mais em conta

Desvantagens

» Nem todas as marcenarias fazem um projeto em 3D
» Execução do projeto pode ser mais demorada
» Formas de pagamento limitadas

PLANEJADOS

Também chamados móveis modulados, são fabricados industrialmente e têm limitação. As lojas de móveis precisam adequar sua modulação conforme a necessidade do cliente. Em lojas de grande porte, a modulação é bem ampla, sendo possível realizar praticamente qualquer projeto. Porém, em lojas menores o cliente precisa se adequar às opções da empresa.

Vantagens

» Geralmente têm prazo de entrega menor do que as marcenarias
» Peças industriais têm maior garantia de qualidade
» Rapidez na hora da montagem
» Garantia e assistência pós-venda
» Facilidade de pagamento

Desvantagens

» Limitação de formas, cores e acabamentos
» Preço maior do que o das marcenarias
» Linhas são trocadas anualmente nas lojas, o que dificulta encontrar o mesmo modelo
» O projeto precisa se adequar à modulação de cada empresa
» Diversidade de marcas exige maior atenção à qualidade do material e do acabamento

Fonte: Aniele Ceschin, designer de produto, técnica em design de interiores e blogueira do Cup Design
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
19 de junho de 2018
18 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura