Discretas aliadas

Persianas mostram versatilidade em vários cantos do imóvel

Muito usadas em quartos, salas, de banheiro a cozinhas, além de privacidade, peça leva charme aos ambientes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 07/07/2013 07:00 / atualizado em 07/07/2013 07:12 Júnia Leticia /Estado de Minas
Uso combinado de persiana com tecidos em cortinas leva sofisticação ao ambiente - Eduardo de Almeida/RA Studio Uso combinado de persiana com tecidos em cortinas leva sofisticação ao ambiente

Profissionais de arquitetura e de decoração não se cansam de buscar meios para que os ambientes sejam mais confortáveis e práticos. Por isso, existem sempre novas propostas de usos para soluções e recursos já tradicionais. Atualmente, o uso das persianas é que tem sido reinventado dentro do lar. Muito usadas em quartos e salas, elas têm conquistado espaço em outros cômodos do imóvel, como banheiro e cozinha. Um dos motivos para essa mudança, mais do que estético, é funcional.

De acordo com o designer de interiores da Lider Interiores Rafael Cândido, as construções são feitas bem próximas entre si, tendo as janelas das áreas de serviço viradas umas para as outras. “As persianas, quando usadas nessas áreas, servem para trazer privacidade a quem está executando alguma tarefa em casa ou tomando um banho, por exemplo, sem a necessidade de fechar a janela.”

Eduardo de Almeida/RA Studio
Para possibilitar esse uso há inúmeras opções. “De madeira, PVC, alumínio, bambu e tecido, horizontais e verticais. Muitas persianas evoluíram tanto em tecnologia que já são consideradas cortinas, como é o caso da romana e da sanfonada, por exemplo. As de tecido são as mais procuradas, pois trazem o aconchego da cortina e a praticidade da persiana”, explica Rafael.

A designer de interiores Iara Santos diz que, além de vedar a luz e o calor, as persianas são responsáveis por finalizar a decoração. “Sejam elas rolô, horizontais de alumínio e madeiras, painel ou romana. As romanas e os rolôs de tela solar são as que estão sendo mais utilizadas. Essas, para cada ambiente, têm uma função específica.” A arquiteta Valéria Alves acrescenta que elas também têm a função de controlar ou vedar a entrada de iluminação. Para isso, podem ser utilizadas as de alumínio, fibras naturais ou sintéticas, tecidos, madeiras, PVC, entre outros materiais. “Existe no mercado uma grande quantidade de matéria-prima. Os modelos também variam muito. Basicamente, todos os tipos de persianas podem ser motorizados.”

De acordo com o arquiteto e professor da Universidade Fumec Jacques Alyson Lazzarotto, a função de persianas em cozinhas e banheiros, como em qualquer outro cômodo, é estética e funcional. “Indo da composição cromática à variação de superfície e textura, consistindo num ótimo elemento decorativo, que propicia controle de iluminação. Possibilita ainda, em menor intensidade, baixo controle acústico e térmico.”

RESTRIÇÃO

"Fatores como forma de uso e manutenção devem ser levados em conta para garantir maior durabilidade" - Rafael Cândido, designer de interiores
Apesar de utilizadas em cozinhas, o arquiteto diz que a peça não é, necessariamente, a melhor alternativa para esse espaço. “Devido ao tipo de vapor gerado, resultado de frituras, mesmo com o uso de exaustor. No entanto, persianas são mais indicadas para banheiros e cozinhas do que cortinas”, compara Jacques. Devido à gordura presente em cozinhas, quem optar por persianas preferir as de alumínio e de PVC, segundo o arquiteto “Nos banheiros, por outro motivo evidente, o vapor gerado pelo chuveiro e a própria umidade desse local, os tipos mais adequados são também as de alumínio e de PVC.”

Apesar de o ideal ser utilizar persianas de materiais resistentes à umidade, como alumínio e PVC, Rafael Cândido diz que também podem ser empregadas as de outros materiais, como tecido, que requer uma manutenção mais constante. “O diferencial das persianas utilizadas em banheiros e cozinhas das que são empregadas em quartos e salas é que, geralmente, estas são mais aconchegantes e sofisticadas, tendo sistemas de abertura diferenciados, tecidos como linho ou oxford. As que são utilizadas em áreas molhadas (banheiros e cozinhas) são mais práticas, visando principalmente facilitar a manutenção”, esclarece.

Iara Santos indica, ainda, o uso das persianas de tela solar em tecido impermeável. “Elas são de fácil manutenção e suportam a alteração de luz e calor. Mas o que vai determinar qual escolher será o ambiente onde ela será empregada e a decoração utilizada naquele espaço”, completa.

Praticidade conforme o uso
Escolha da matéria-prima da persiana conforme o ambiente e a necessidade de manutenção exige atenção dos compradores. Custo do metro quadrado da peça pode ultrapassar R$ 1 mil

As persianas conferem praticidade, modernidade e beleza, e devem ser escolhidas conforme o espaço, segundo a arquiteta Valéria Alves. “Para cada um deles há uma necessidade. Em ambientes mais frios, a opção por tecidos pesados ou napa ajuda a aquecer. Para residências onde a incidência de poeira é muita, a opção por madeira, bambu ou alumínio seria adequada, já que esses materiais acumulam menos poeira e são fáceis de limpar.”

O designer de interiores da Lider Interiores Rafael Cândido diz que há uma série de fatores que devem ser estudados antes da escolha, “como tamanho da janela e finalidade – diminuir luminosidade, trazer privacidade, adornar o ambiente etc –, verificar como é a utilização desse espaço, cores do ambiente, entre outros.”
Uso de bloqueadores de raios solares por trás da peça ajuda a controlar a luminosidade - Eduardo de Almeida/RA Studio Uso de bloqueadores de raios solares por trás da peça ajuda a controlar a luminosidade

A fim de conjugar beleza e funcionalidade em se tratando de persianas, ele diz que há muitos itens responsáveis por agregar a elas valor e sofisticação, “como o sistema de abertura, que pode ser manual ou automatizado, o tecido escolhido, o tamanho da janela. Fatores como forma de uso e manutenção devem ser levados em conta para garantir maior durabilidade”, acrescenta Rafael.

De acordo com o arquiteto e professor da Universidade Fumec Jacques Alyson Lazzarotto, os comandos variam conforme o tipo de material e podem ser dispostos unilateralmente, com bastão e cordão do mesmo lado, ou bilateral, ou seja, bastão de um lado e cordão do outro. “O bastão comanda a inclinação das lâminas e o cordão o abrir e fechar da persiana. O acionamento pode ser manual ou motorizado e, consequentemente, adaptado para uso por controle remoto convencional, acesso internet, smartphone ou painel de comando.”

Para o professor e arquiteto Jacques Lazzarotto, item tem função estética e funcional - Eduardo de Almeida/RA Studio Para o professor e arquiteto Jacques Lazzarotto, item tem função estética e funcional
Mas para conjugar essa praticidade com economia e durabilidade, é preciso observar, ainda, as necessidades de cada espaço e seu uso. “Para um ambiente muito quente, que recebe muita luz solar, existem no mercado persianas de alumínio, que absorvem grande parte dessa radiação e, assim, propagam menor quantidade de calor, proporcionando um maior conforto térmico”, exemplifica a arquiteta Valéria Alves.

Ela acredita que essa talvez seja a opção mais barata para melhorar e resolver um problema de ambientes que podem até deixar de serem usados devido ao calor em demasia. “Quanto ao custo, temos de pensar nos acessórios e acionamentos que compõem as persianas. Existem acionamentos mais baratos e mais caros devido ao uso de tecnologia, e que fazem muita diferença no quesito custo, mas não quando se trata de funcionalidade”, explica Valéria.

VARIEDADE

Não são apenas essas facilidades que fazem com que profissionais e consumidores apostem cada vez mais em persianas. Há também a beleza. Com imensa gama de materiais disponíveis, com o passar do tempo, elas se tornaram mais requintadas e bonitas. A designer de interiores Iara Santos lembra que, por causa disso, elas tornam o banheiro e a cozinha mais charmosos. “Deixam esses ambientes mais convidativos, principalmente se tiverem um estilo mais clássico”.

Para que isso seja possível, em cada ambiente deve-se aliar a praticidade à decoração, sem esquecer de conjugar tudo com as tonalidades escolhidas para o espaço, segundo Iara. “As persianas deixam esses ambientes mais elegantes, independentemente do estilo que se queira imprimir ao espaço”.

Feito isso, é possível, ainda, aproveitar a versatilidade das persianas para otimizar o design do ambiente. “Como ocupam menos espaço – já que podem ser usadas curtas, na altura da janela –, permitem a utilização de outros elementos, como uma bancada sob elas”, acrescenta Iara.

Na ponta do lápis

Para quem gostou da ideia e quer transformar banheiros e cozinhas, conferindo mais requinte a esses espaços com o uso de persianas, é só buscar o modelo que mais lhe agrada. Os preços das peças são definidos conforme o metro quadrado e variam de R$ 55 a R$ 1 mil. As mais usadas e que têm preço médio mais em conta são as persianas de alumínio com pintura eletrostática. As cortinas de fibras e tecidos sintéticos também são muito comuns, devido à praticidade na manutenção. “Praticamente em todos os modelos de persianas pode-se usar o acionamento automático com controle remoto, que deve ser considerado no acréscimo do valor”, acrescenta Valéria Alves.
Modelos de alumínio acumulam menos poeira e são os mais fáceis de limpar - Eduardo de Almeida/RA Studio Modelos de alumínio acumulam menos poeira e são os mais fáceis de limpar

Rafael Cândido informa que a mais barata é a vertical, que custa por volta de R$ 60 o metro quadrado. Mas como há vários modelos, materiais e tamanhos, para acertar na escolha, a indicação é que se consulte um profissional. “Ele pode auxiliar em diversos itens, como dimensões adequadas, modelo e cor”, explica o designer.

Persianas são mais indicadas para espaços pequenos do que as cortinas
 - Eduardo de Almeida/RA Studio Persianas são mais indicadas para espaços pequenos do que as cortinas
O profissional terá o cuidado de observar detalhes fundamentais ao bom uso das persianas, que proporcionam conforto para os moradores. “Se for feita a opção por acionamento automático, deve ser deixado um ponto de energia para os dispositivos que não são a bateria. Assim, o ideal é que esse ponto seja colocado durante a obra”, exemplifica a arquiteta Valéria Alves.

Iara Santos ressalta a importância de se pensar o ambiente como um todo na hora de utilizar o recurso. “O profissional jamais vai pensar apenas na persiana de forma isolada. Para especificá-la, ele vai levar em conta todos os elementos para que o cliente possa sentir de fato que determinada escolha foi realmente a melhor para o espaço.”

CUIDADOS

E a fim de que todo esse trabalho e investimento se conserve por mais tempo, a manutenção é fundamental. “Para isso, é preciso limpá-las com um pano úmido ou um aspirador de pó ou mandá-las para uma empresa especializada para fazer essa manutenção”, diz Iara. A limpeza pode ser feita com as persianas já instaladas, usando espanador, pano seco ou aspirador de pó. “Nunca use aparelhos a vapor. Para persianas de PVC ou alumínio ou que ficam na cozinha expostas a gordura, use pano úmido com detergente. Periodicamente (mais ou menos uma vez por ano) as persianas devem ser retiradas e lavadas, de preferência por profissionais qualificados.”

FIQUE POR DENTRO
Confira os tipos mais utilizados em banheiros e cozinhas

» ONDULETE
As lâminas de alumínio em formato ondulado com acabamento escovado criam a sensação de movimento de uma forma muito ousada. O design arrojado e inovador resulta em efeitos especiais

» ALUMÍNIO 50
Lâminas de alumínio em 16mm e 25mm, com visual uniforme, sem furinhos aparentes, é encontrada em 71 opções de cores, incluindo acabamentos liso, marmorizado, perfurado, espelhado, escovado e texturizado

» PVC
Com lâminas de 25mm e 50mm, podem ter trilhos metálicos (superior e inferior), que proporcionam maior resistência. Têm várias opções de cores e medidas que se adaptam à maioria das janelas. Também disponíveis na opção enrolável em canudos de PVC, que é antialérgica e de fácil limpeza

Fonte: Luxaflex e Euroflex

Tags: decoração

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
11 de dezembro de 2018
10 de dezembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura