Chegada do bebê: como transformar home office para acolher a criança

Transformação não ocorre somente no sentido afetivo. A chegada do bebê significa mudanças em apartamentos pequenos de dois quartos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/11/2013 08:00 / atualizado em 06/11/2013 14:37 CorreioWeb /Lugar Certo
Adaptar o home office para a chegada do bebê é uma alternativa para quem pretende gastar pouco, já que é possível aproveitar a mobília existente  - Divulgação/Adriana Morávia Adaptar o home office para a chegada do bebê é uma alternativa para quem pretende gastar pouco, já que é possível aproveitar a mobília existente

A chegada de uma criança não muda apenas rotina, mas também a estrutura da casa. A necessidade de montar um quarto destinado apenas para o bebê, muitas vezes acontece no cômodo que funcionava como home office do casal. Adaptar o ambiente para essa chegada pode contar com o aproveitamento da mobília existente, que pode ser uma alternativa para quem não pretende gastar muito. A preocupação deve ser com o aconchego e tranquilidade que devem ser transmitidos para a criança, através de elementos como a iluminação e a escolha das cores.


Divulgação/Adriana Morávia
A transformação de escritório em quarto de bebê é um projeto comum em lares brasileiros, cada vez mais compactos. “Todos os ambientes do lar podem ser modificados, já que as necessidades dos moradores estão sempre mudando. O nascimento de um bebê é um bom exemplo disso. Realizar um projeto que solucione essas novas demandas pode contar com o reaproveitamento da mobília e baixos custos”, comenta a arquiteta Adriana Morávia.

Para aproveitar os móveis já existentes do escritório para o quarto de bebê, Adriana dá as seguintes dicas: “se o móvel não estiver em bom estado é aconselhável restaurar ou até mesmo mudar o acabamento. No caso dos armários, para pendurar as roupinhas do bebê, algumas prateleiras deverão ser retiradas, dando lugar para um cabideiro. Por fim, a bancada do escritório pode ser transformada em trocador”, sugere.

A iluminação precisa de grandes alterações para a chegada do bebê. Diferente do projeto de luz de um escritório, o quarto de bebê precisa ser mais aconchegante e relaxante. Já em relação às cores, é possível escolher tons que combinem com o mobiliário. “Para finalizar o ambiente, é possível pintar uma única parede com uma cor mais alegre”, conclui Adriana.

Tags: decoração

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018