Segurança e conforto para os pequenos

Soluções simples na decoração são capazes de prevenir acidentes com as crianças

Casa deve se preparar para receber do bebê a uma criança maior, considerando riscos de acidentes, qualidade de vida e ambiente lúdico, pois seja da idade que for, eles adoram espaço para brincar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/12/2013 07:00 / atualizado em 28/11/2013 16:28 Carolina Cotta /Estado de Minas
Nesse quarto para garotos na faixa dos 14 anos, o LED na iluminação, o piso de PVC e os objetos de decoração feitos de materiais reciclados mostram a responsabilidade socioambiental da decoradora e da dona da casa - Jomar Bragança/Divulgação Nesse quarto para garotos na faixa dos 14 anos, o LED na iluminação, o piso de PVC e os objetos de decoração feitos de materiais reciclados mostram a responsabilidade socioambiental da decoradora e da dona da casa

Lúdico sim, mas principalmente seguro. Casa com criança demanda uma decoração cuidadosa, o que não quer dizer sem graça. Levantamentos do Ministério da Saúde comprovam que a maioria dos acidentes com crianças ocorre nas residências, principalmente por causa de tapetes soltos, quinas de móveis à vista e brinquedos espalhados pelo chão. Discernimento e informação para escolher da mobília aos acessórios são essenciais nesse caso. E mesmo pequenas adaptações podem deixar os ambientes mais seguros para os pequenos, sem perder o charme.

O tipo dos móveis e sua disposição contam muito. Excesso de mobília, por exemplo, pode complicar a circulação das crianças. Móveis de vidros, com quinas acentuadas, pontiagudas ou arestas também podem levar a acidentes e, por isso, devem ser evitados. Os mais indicados são móveis de madeira e com quinas arredondadas. Ainda é importante evitar a colocação de móveis embaixo de janelas ou em locais que facilitem o acesso a elas.

Os cuidados com segurança devem ser adotados em todos os cômodos da casa, principalmente banheiros e cozinha, mas o quarto da criança merece ainda mais atenção, afinal, é onde ela passa maior parte do tempo. Segundo a designer de interiores Ana Adriano, na hora de decorar um quarto a primeira coisa a se pensar é a idade da criança. Para as menores, segurança é o primeiro ponto, sempre. “Criança mexe em tudo. Abre armários e gavetas, tenta subir nas prateleiras. Então, tudo isso deve ser considerado no projeto. Depois de adotar todos os cuidados, é hora de pensar no lúdico”, defende.

Para a especialista, quarto infantil precisa ter brinquedos sempre à mão. O ambiente também deve ser sossegado e de fácil limpeza. Se já for uma criança maior, outra preocupação é em relação à bancada de estudos. O lugar precisa ser funcional e propício à leitura. Nessa época também é comum receber amigos para brincar e as crianças já querem um quarto que mostre sua personalidade. “A partir dos 8 anos elas já estão batendo o pé. Sabem exatamente o que querem do quarto.”

O uso de cadeiras fixas, sem rodinhas, traz mais segurança. É essencial usar os modelos com pés firmes, que não permitam que as crianças girem a cadeira. Além disso, a altura das estantes, camas, mesinhas e prateleiras do armário devem corresponder à estatura dos pequenos. O bom senso vale como melhor meio de evitar riscos de acidentes. E quanto maior for o cuidado com uma decoração adequada e ergonômica, melhor. Em relação ao material, segundo Ana Adriano, móveis de fórmica são as melhores opções.

Além da cadeira adequada, o quarto que também é lugar de estudos precisa de uma iluminação específica. “Sempre gosto de ter uma luminária direta em cima da bancada. Além disso, recorro a dois pontos de luz dicróica de led. É uma opção econômica, que não esquenta e facilita a leitura”, sugere a designer de interiores que gosta de apostar em algumas peças que considera indispensáveis: bicamas, para que a criança possa receber colegas; uma TV, mesmo que pequena; e prateleiras.

Tags: acidentes

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019