Casa Mineira

Residência em Nova Lima exibe decoração sofisticada, mas sem ostentação

Projeto de decoração prevê espaços integrados para garantir visualização de todos os ambientes internos com o deck da piscina e o Spa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/04/2014 13:07 / atualizado em 28/04/2014 15:52 Laura Valente /Estado de Minas

Jantar: A mesa de jantar é moderna, de laca brilhante preta. As poltronas são italianas. Destaque para um pendente que cai do pé direito de 7 metros - Jomar Bragança/Divulgação Jantar: A mesa de jantar é moderna, de laca brilhante preta. As poltronas são italianas. Destaque para um pendente que cai do pé direito de 7 metros

Apesar de estar acostumada a empreender projetos arrojados, a designer de interiores Lena Pinheiro encara cada novo trabalho como um desafio. Não foi diferente quando recebeu no escritório um casal com quatro filhos para uma nova demanda: decorar um imóvel com 2 mil metros quadrados de área construída. Localizado no condomínio Riviera Residences, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a casa por si só tem aspecto imponente, com três pavimentos, cinco suítes, área de lazer completa, salas amplas e vista para as montanhas.


CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS DESTA CASA!

No briefing descrito pela família, o pedido para que Lena mantivesse os espaços integrados para garantir a partir deles a visualização de todos os ambientes internos com o deck da piscina e o Spa. Para criar uma atmosfera sofisticada, mas sem ostentação, a designer optou pelo uso de apenas uma matéria-prima clássica para o acabamento, mármore travetino romano bruto. “Somente o home theater está instalado em uma sala separada, toda revestida com painéis de madeira, piso carpetado e cortinas em veludo para se obter boa acústica. Também figuram como exceção o espaço da circulação e os quartos, em tábua corrida de ipê”, frisa.


Na composição dos ambientes de convivência, a profissional optou por algumas peças de estética oriental. Já as poucas paredes brancas mantêm a sensação de amplitude, e nelas foram colocadas telas e fotos de artistas consagrados. Outro ponto alto do projeto fica por conta da escolha de móveis de designers nacionais e importados misturados a peças antigas, como os potes chineses e armário japonês do século 18.


Entrada: Tem espelho d'água e paisagismo de Luiz Carlos Orsini, além de escultura de Sônia Ebling que parece flutuar - Jomar Bragança/Divulgação Entrada: Tem espelho d'água e paisagismo de Luiz Carlos Orsini, além de escultura de Sônia Ebling que parece flutuar


As cinco suítes ficam no segundo pavimento. Além do quarto em si, o casal conta com escritório, closet e banho ocupando 150m² da casa. O quarto tem piso em tábua corrida Ipê, cômoda francesa no estilo Provença, cama em preto e branco, além de mobílias de apoio e descanso que ampliam o conforto dos usuários.


Além da área de lazer, o subsolo do imóvel foi aproveitado em um interessante espaço que abriga um salão para jogos, espaço kids e adega. “Aproveitei os pilares da estrutura da casa explorando o acabamento original e revesti as paredes com pedras empilhadas. No piso, porcelanato grafite e móveis toscos tornaram-se um lugar atraente da casa”, afirmou a designer.

Com execução em dois anos, o projeto agradou à família e à profissional. “Fiquei satisfeita por ter criado um clima de
aconchego, mesmo em uma casa grande, bem aberta. A mistura de mobílias antigas e contemporâneas, a pincelada de estética oriental, que traz sofisticação sem deixar o ambiente over, a exploração de obras de arte, enfim. Tudo foi bem dosado e pensado para que a família pudesse usufruir de todos os espaços da casa com o máximo de integração, conforto e liberdade.”



Estar: As poucas paredes brancas mantêm a sensação de amplitude, e nelas foi colocado telas e foto de artistas consagrados  - Jomar Bragança/Divulgação Estar: As poucas paredes brancas mantêm a sensação de amplitude, e nelas foi colocado telas e foto de artistas consagrados


Iluminação natural: Os espaços comuns são integrados e têm portas de vidro que dão acesso ao espaço gourmet e à área externa - Jomar Bragança/Divulgação Iluminação natural: Os espaços comuns são integrados e têm portas de vidro que dão acesso ao espaço gourmet e à área externa


Cozinha: também com vista para o Vale do Mutuca a cozinha é funcional e traz mobília contemporânea  - Jomar Bragança/Divulgação Cozinha: também com vista para o Vale do Mutuca a cozinha é funcional e traz mobília contemporânea


Salas de jogos: durante a construção da casa resolveu-se aproveitar o subsolo. Ali foi projetado espaço para jogos, espaço kids e adega - Jomar Bragança/Divulgação Salas de jogos: durante a construção da casa resolveu-se aproveitar o subsolo. Ali foi projetado espaço para jogos, espaço kids e adega


Suite casal - O quarto tem piso em tábua corrida Ipê, cômoda francesa no estilo Provença, cama em preto e branco, além de mobílias de apoio e descanso que ampliam o conforto dos usuários  - Jomar Bragança/Divulgação Suite casal - O quarto tem piso em tábua corrida Ipê, cômoda francesa no estilo Provença, cama em preto e branco, além de mobílias de apoio e descanso que ampliam o conforto dos usuários


Detalhe 1: A estética oriental agrada à profissional com ideia de Detalhe 1: A estética oriental agrada à profissional com ideia de "sofisticação sem ostentação"


Detalhe 2: Exemplos são os portes chineses e o armário japonês do século 18 - Jomar Bragança/Divulgação Detalhe 2: Exemplos são os portes chineses e o armário japonês do século 18


Banho do casal: conta com dois níveis e é revestido em mármore botticcino. A bancada se estende pelos níveis, separando as áreas da cubas e acessórios  - Jomar Bragança/Divulgação Banho do casal: conta com dois níveis e é revestido em mármore botticcino. A bancada se estende pelos níveis, separando as áreas da cubas e acessórios

Tags: design

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Jose - 28 de Abril às 17:04
Sofisticada eu concordo. Mas sem ostentação só se os móveis fossem das casas "quer pagar quanto".

Últimas Notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018