Escolha Universal

Cor marsala é a tendência definida para projetos de decoração em 2015

Tom inspirado em um tipo de vinho italiano, vermelho fechado, amarronzado, marsala aceita várias composições. Escolhida pela Pantone, cor é a tendência dos novos projetos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/02/2015 08:21 / atualizado em 10/02/2015 09:49 Lilian Monteiro /Estado de Minas

Projeto das arquitetas Thalita Miyawaki e Erika Fukunishi explorando a cor marsala em detalhes como almofada e manta - Nenad Radovanovic/Divulgação Projeto das arquitetas Thalita Miyawaki e Erika Fukunishi explorando a cor marsala em detalhes como almofada e manta
 

Elegante sozinha ou quando acompanhada de outras cores, a marsala é o tom de 2015 definido pela Pantone, empresa com sede em Carlstadt, Nova Jersey, nos EUA, e autoridade do mundo da cor há 50 anos. Reconhecida pelo seus sistemas e tecnologias de ponta criada para os processos que envolvem cores com reprodução precisa, é ela quem define anualmente uma linguagem-padrão para a comunicação da cor em todos as fases, do designer ao fabricante, do revendedor até o consumidor, em várias indústrias.

Leatrice Eiseman, diretora-executiva do Instituto Pantone Color, e David Shah, diretor-editorial da Pantone View.com, destacam que a marsala pode ser aplicada em todas as áreas de design. Muito parecido com o vinho, o tom encarna a riqueza, já que suas raízes marrom avermelhadas emanam sofisticação sem abrir mão de um toque natural. É uma cor calorosa, elegante, “universalmente atraente, e traduz facilmente a moda, beleza, design industrial, artigos de decoração e interiores”, destaca Leatrice no site da empresa.

VEJA EXEMPLOS DE COMO USAR MARSALA:



A versatilidade de marsala, atraente tanto para homens quanto para mulheres, ainda tem a particularidade de incentivar a criatividade e a experimentação. Dramática e encorpada, a cor traz calor para espaços interiores. Se o tom tem acabamento fosco, vai destacar a natureza orgânica. Se preferir o brilho, o ambiente vai transmitir glamour e luxo.

A arquiteta Thalita Miyawaki, do escritório EFTM Arquitetura, especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos, em Curitiba, diz que por ser um tom mais neutro será bem aceito em projetos de interiores, inclusive porque possibilita uma gama bem maior de combinação sem perder força ou estilo.

Sócia de Thalita, a também arquiteta Erika Fukunishi recomenda a marsala para ambientes como salas e cozinhas, espaços que recebem bem as cores quentes. “Por ser marcante, o ideal para sua aplicação é trabalhar de forma pontual em objetos, detalhes, papéis de parede ou na linha têxtil, como em almofadas, tapetes e colchas, os quais podem ser trocados com mais facilidade caso o cliente deseje atualizar o ambiente com a cor do ano seguinte ou outra tendência.” No entanto, a marsala foi tão aceita na arquitetura e na moda que Erika acredita que o tom vai sobreviver além de 2015.

Empresa especialista em móveis planejados, a Simoneto oferece em sua cartela de cores opções em MDF, em laca e em vidro - Simonetto/Divulgação Empresa especialista em móveis planejados, a Simoneto oferece em sua cartela de cores opções em MDF, em laca e em vidro


A marsala é uma cor vintage, inspirada nos anos 1970. “Para as áreas da construção e arquitetura, acho que foi uma escolha perfeita, já que a tendência do morar, hoje, busca a sofisticação e o aconchego e, para esses casos, a marsala representa com excelência. O tom é encorpado e cai muito bem no mobiliário de diversos ambientes, principalmente da cozinha ou da sala de jantar”, destaca Bruno Garcia Athayde, arquiteto da Simonetto.

 

Aliás, a Simonetto, empresa especialista em móveis planejados, oferece em sua cartela de cores opções em MDF, em laca e em vidro que lembram as tonalidades da marsala, que, para Bruno, além de adicionar personalidade a qualquer ambiente, “compõe muito bem com materiais de características naturais, como fibras, tijolos aparentes, madeiras naturais e pedras. O tom propicia essa combinação e o melhor é que isso não significa que o ambiente não terá uma proposta de glamour e luxo, muito pelo contrário”. Ele sugere que as pessoas mais clássicas ou que têm medo de errar na combinação utilizem a cor em itens fáceis de substituir, como acessórios de decoração, tapetes e almofadas.

VISÃO Antes da poderosa Pantone dar seu aval, a designer de interiores e artista plástica Analu Guimarães já vinha apostando na família marsala de tons. Tanto que em seu projeto para a “Morar mais por menos 2014” ela usou o vinho marsala em seu ambiente, o Quarto da filha. “Como o espaço era feminino, optei por um tom delicado, mas que fosse forte ao mesmo tempo. O marsala se encaixou perfeitamente para esse objetivo.” Ela usou o tom no teto do pé-direito duplo do espaço, proporcionando um interessante e belo contraste com o azul-turquesa, escolhido para compor as paredes do quarto. “A cor é marcante sem ser cansativa e tem toques secos que a tornam sofisticada. É democrática e traduzida para outros ambientes. Por ser agradável, pode até ser usada em grandes elementos como parede e sofás.”

A designer de interiores Analu Guimarães usou a cor no teto do pé-direito duplo de um quarto, proporcionando interessante e belo contraste com o azul-turqueza - Fabio Cancado/Divulgação A designer de interiores Analu Guimarães usou a cor no teto do pé-direito duplo de um quarto, proporcionando interessante e belo contraste com o azul-turqueza

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura