Moradia sustentável

Já pensou em morar em um contêiner? Evento que chega à Grande BH mostra que é possível

O público mineiro poderá conhecer de perto a tendência que já é forte no exterior, mas ainda tímida no Brasil. É a Construir Casa Design, mostra de arquitetura, decoração e paisagismo que começa em Lagoa Santa, a partir do dia 11, com ambientes finamente acomodados em compartimentos de carga

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/05/2015 07:00 / atualizado em 27/05/2015 16:04 Joana Gontijo /Lugar Certo
Loft do Casal, de Cioli Cássius Stancioli, é a junção de três contêineres que, em 89 metros quadrados, se distribuem em salas de estar, leitura e música, cozinha integrada às salas, área de serviço, banheiro social e suíte - Cioli Cássius Stancioli/Divulgação Loft do Casal, de Cioli Cássius Stancioli, é a junção de três contêineres que, em 89 metros quadrados, se distribuem em salas de estar, leitura e música, cozinha integrada às salas, área de serviço, banheiro social e suíte
Viver em um lugar que antes era usado para transporte de cargas pode parecer esquisito para algumas pessoas - tanto é que, quando a ideia surgiu, muita gente torceu o nariz. Mas, como uma nova tendência mundial, as casas contêiner têm conquistado um número crescente de adeptos, como opção eficaz, econômica e sustentável de moradia, que agora já se tornou sonho de consumo. E não pense que a sensação é estar enclausurado dentro de um caixote - as habitações deste tipo oferecem conforto completo e não ficam atrás dos projetos comuns mais luxuosos. Modulando peças diferentes, de tamanhos variados, e com uma boa dose de criatividade, a arquitetura moderna e engajada, abraçando a causa, executa obras que vão muito além de uma única caixa transformada em um pequeno estúdio ou escritório.

Com presença marcante há bom tempo na Europa, Ásia e Estados Unidos, as casas instaladas em contêineres começam a chegar ao Brasil e, mesmo ainda um pouco tímido por aqui, este movimento também encontra representantes no país, que já ocupa o quarto lugar no ranking de nações que mais investem em construções ecológicas. E o público mineiro poderá conhecer em primeira mão propostas inovadoras de composição em compartimentos de carga, com a edição inaugural da mostra Construir Casa Design, que apresentará, a partir de 11 de junho, 25 ambientes totalmente acomodados em contêineres, em uma concepção que não tem similares no cenário nacional.

A mostra apresenta 25 ambientes totalmente harmonizados em contêineres, em uma concepção que não tem similares no cenário nacional - Cioli Cássius Stancioli/Divulgação A mostra apresenta 25 ambientes totalmente harmonizados em contêineres, em uma concepção que não tem similares no cenário nacional
Mesclando decoração, design e consciência ambiental, o evento será realizado em Lagoa Santa, na Grande BH, reunindo um time de peso entre 27 arquitetos, designers e paisagistas, como Pedro Barata, Juliana Stark Cavalcante, Cioli Cássius Stancioli, Adriana Borgatti, Luciano Costa, Alessandra Lara, Flaviane Pereira, Juliana Lima, citando alguns. “Os arquitetos e decoradores estão criando ambientes exclusivos dentro dos contêineres, sempre na proposta residencial. São lofts, livings, salas de jantar, salas de estar, quartos, home offices, home teathers, espaços gourmet, de culinária, restaurante, locais de eventos, corporativos. Com o foco em sustentabilidade, mobilidade e no baixo custo, fazendo o conceito alcançar também as pessoas financeiramente menos favorecidas, queremos mostrar que é possível morar em um contêiner com conforto e muito luxo”, conta o diretor da Construir Casa Design, o engenheiro William Gonçalves.

ITENS SOFISTICADOS

Para homenagear um casal que adora viajar mundo afora, é vidrado em música e fotografia, experimenta a presença constante de amigos, bons vinhos e livros, o arquiteto e designer de interiores Cioli Cássius Stancioli concebeu para a mostra um espaço com extensas possibilidades estéticas e funcionais. O loft do casal é a junção de três contêineres que, em 89 metros quadrados, se distribui em salas de estar, leitura e música, cozinha integrada às salas, área de serviço, banheiro social e suíte. O ambiente, descreve Cioli, segue o estilo industrial com força nos acabamentos internos e mobiliário de itens sofisticados, além de projeto de iluminação bem planejado.

Arquitetos e decoradores criaram ambientes exclusivos para a mostra de decoração - Construir Casa Design/Divulgação Arquitetos e decoradores criaram ambientes exclusivos para a mostra de decoração
“O princípio da harmonização é aproveitar o visual próprio do contêiner. Então, mantive o piso original, um compensado naval que continuou intacto mesmo com o uso intenso, e o teto aparente, também valorizando a chapa original. As paredes laterais foram forradas com um misto de chapas cimentícias e MDF, o que criou a integração e a continuidade com cozinha, área de serviço e banho social”, adianta o profissional.

A arquiteta Juliana Stark é responsável pela concepção de uma área gourmet, onde os amigos apreciam se encontrar e interagir enquanto se arriscam nas panelas. Ela, que sentia necessidade de aplicar seus conhecimentos em prol de uma causa maior e aceitou de cara o convite para participar do evento, também gosta de tirar partido dos desenhos dos contêineres. Em um intervalo entre dois deles, o ambiente gastronômico que assina recebeu tom contemporâneo e limpo que prioriza a praticidade e, na decoração, mistura o cinza à madeira, com pontuações de cor, bancadas e móveis confortáveis para favorecer a reunião de várias pessoas, e iluminação 100% LED. “Não quis camuflar o contêiner, o legal é saber que você está nele. Deixei uma parede aparente, pintada de azul intenso. Já era hora de Minas Gerais conhecer de perto essa tendência e saber da sua viabilidade. A ecologia é pauta há anos, mas o que antes acontecia basicamente nas palavras agora é realidade diária. E a arquitetura não se faz mais sem pensar em preceitos como economia e reutilização. É uma demanda que parte do próprio cliente”, afirma Juliana.

Os produtos exibidos nos ambientes estarão à venda, e a Construir Casa e Design tem também programadas aulas de gastronomia e palestras. A mostra é ainda a oportunidade exclusiva para o público mineiro conferir ao vivo os móveis da marca Oppa, famosa e amada pelo design inovador, que tem sete showrooms no Brasil e pela primeira vez exibe um ambiente físico no estado. Após pouco mais de 30 dias em que ficará aberto para o evento, o espaço que no momento está com as obras a todo vapor continuará funcionando por mais cinco meses com estabelecimentos comerciais, como restaurantes, lojas e showroom decorado, e agenda de moda, música e entretenimento.

Perspectiva ecológica

Atualmente, cerca de 90% de todas as cargas do mundo são transportadas em contêineres, por mar ou trilho, considerando um montante estimado de 100 milhões de cargas que cruzam o planeta, em mais de 5 mil navios de contêineres, a cada ano. O problema é que grande parte destes compartimentos, após os médios oito anos de vida útil, é deixada nos portos após a utilização, já que é melhor, em termos de custo, comprar uma nova peça do que transportá-la vazia ao ponto de partida, o que geralmente se torna inviável. O que fica é o alto excedente de contêineres descartados apenas esperando para se tornarem uma casa, escritório, apartamento, escola, dormitório, estúdio, abrigo de emergência, e muito mais.

“Neste contexto, é sabido que a construção civil é uma grande poluidora no Brasil, e pensar em reutilizar o contêiner como forma de moradia é extremamente interessante, principalmente, da perspectiva ecológica, já que este tipo de obra não usa tantos recursos naturais ou gera tantos resíduos como as normais. E a construção em contêiner tem tempo e custos reduzidos. Uma casa feita assim fica em média entre 20% e 30% mais barata que uma similar convencional de alvenaria, por exemplo, e é pronta geralmente em no máximo 90 dias”, compara William Gonçalves. Agregando outros sistemas inteligentes, como de eficiência energética, reuso de água e tratamento de esgoto, o projeto ganha outros atributos importantes, ressalta.

Construir Casa Design/Divulgação
O arquiteto Cioli Stancioli cita outras vantagens das casas contêiner, como a forte estrutura, projetada para resistir às intempéries, suportar grandes cargas, e com o tempo de durabilidade para construções que pode chegar a 90 anos. “A sua plasticidade arquitetônica diz respeito às dimensões padronizadas (6 metros ou 12 metros de comprimento), com peças facilmente encaixáveis entre si, horizontal ou verticalmente, facilitando modulações com diversas configurações.”

Outra boa característica dos contêineres, complementa Cioli, é a leveza, que permite transporte simples para qualquer lugar, mas há, pondera, a necessidade de elaboração de um plano de logística para descarregamento e posicionamento do recipiente de carga no terreno. “E tem também alguns mitos a derrubar sobre a tendência. As questões de conforto térmico e acústico, por exemplo, são sempre consideradas, e vão do simples corte de aberturas de portas e janelas a acabamentos e revestimentos, para evitar picos de calor e frio no interior. Outro receio infundado é que os contêineres, por serem de metal, atraem raios durante tempestades, o que não ocorre. Eles funcionam como gaiolas de Faraday, mesmo princípio dos carros e aviões, absolutamente seguros”, termina.

Construir Casa Design/Divulgação
Construir Casa Design/Divulgação
SERVIÇO
Mostra Construir Casa Design
A partir de 11 de junho, até 12 de julho
Avenida Acadêmico Nilo Figueiredo, 1456, Lagoa Santa
De quarta a sexta, de 16h às 22h, sábado, de 11h às 22h, e domingo de 12h às 19h
Após o evento, funcionamento de terça-feira a domingo, em horário comercial
Informações: (31) 3387-5091

www.construircasadesign.com.br
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de julho de 2019
08 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura