Mostra de design

Vitrine para inspirar

Terceira edição da Mostra de Arquitetura e Decoração de Diamantina desperta o público para o valor de ambientes projetados e ressalta a beleza das pedras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/11/2015 11:10 / atualizado em 13/11/2015 15:09 Lilian Monteiro /Estado de Minas

Quarto do bebê tem como destaque o berço em mármore champanhe  - Ana Paula Costa Andrade/Divulgação Quarto do bebê tem como destaque o berço em mármore champanhe
Ambientes criados em mostras de decoração funcionam como verdadeiras vitrines para o trabalho de arquitetos, designers de interiores, paisagistas e todo o mercado envolvido nesse contexto. E é importante para brindar o público com um universo criativo de ideias e oportunidades na abordagem de desenvolvimento de cada ambiente de um imóvel. A terceira edição da Mostra de Arquitetura e Decoração de Dimantina já está aberta para visitação gratuita por 10 meses.

O projeto é uma parceria entre a arquiteta Ana Paula Costa Andrade e a decoradora Amanda Haddad, proprietárias da Ópera do Espaço, com a marmoraria Pedra Polida. “Ele surgiu a partir da ociosidade do espaço de vendas da marmoraria. Eu propus aos proprietários, Alberto e Alair Lima, um novo uso para aquela área e, com a Amanda, em outubro de 2013, inauguramos a primeira exposição”, conta Ana Paula.

A arquiteta destaca que a essência do projeto é provocar o olhar das pessoas que vão à marmoraria com ambientes projetados e decorados, utilizando sempre as pedras de diversas maneiras. Ana Paula explica que a maioria dos ambientes são desfeitos para a próxima edição, permanecendo apenas um permanente, que faz parte da mostra com um projeto fixo a cada ano.

Ana Paula conta que esta terceira edição conta com o quarto de bebê e com a adega como ambientes temporários, e o banheiro masculino como ambiente fixo. “O destaque do quarto do bebê é o berço em mármore champanhe veiado. Nesse ambiente, participam a artista plástica Lu Abreu e empresas de Belo Horizonte e de Diamantina.”

A arquiteta exalta o uso do granito para a montagem da adega, que chama a atenção, assim como a poltrona, o conjunto de mesa e bancos, o porcelanato e o tecido somados à textura ao gradil sob treliça. Vale se inspirar no lavatório em granito acidado (tipo de acabamento) com a torneira de parede.
Banheiro masculino é sinônimo de luxo com granito preto indiano presente no painel horizontal  - Ana Paula Costa Andrade/Divulgação Banheiro masculino é sinônimo de luxo com granito preto indiano presente no painel horizontal
Já o que encanta no banheiro masculino, de acordo com Ana Paula, é o seu hall com anteparo em silestone amarillo (fabricado em 94% de quartzo natural) e teto de granito preto indiano, também presente no painel horizontal com instalação luminotécnica. “O ambiente tem ainda lavatório esculpido em silestone preto estelar, com caixa em espelho iluminada. Toda execução de pedras é da marmoraria e a parte elétrica é do engenheiro André Ávila.” Ana Paula destaca ainda a área interior do banheiro com o revestimento de parede e os detalhes em pastilhas em chapa.

ATREVIDA Ana Paula lembra que, no primeiro evento, “o público não entendia muito a proposta pela dificuldade de visualizar um ambiente projetado e decorado, já que muitas casas historicamente ficavam mal divididas e o registro geral era perdido. Agora, já percebemos que as pessoas se encantam com a possibilidade de ter um espaço bacana e de qualidade, com mistura de texturas e materiais”.

A arquiteta enfatiza que o projeto não é só comercial, mas tem a missão de qualificar o espaço pelo projeto com cor, iluminação e materiais. “Outro mote é a oportunidade de despertar o mercado mobiliário e mostrar que não precisa ir a Belo Horizonte para ter um granito de qualidade, um papel de parede diferente ou mesmo um projeto de arquitetura. Em Diamantina tem tudo isso. A mostra cumpre o papel de despertar esse olhar a partir de uma iniciativa atrevida e fico feliz de perceber que a proposta foi aceita, que a ideia foi abraçada por parceiros importantes, como Líder e Bel Lar, a população despertou e percebemos que, juntos, podemos fazer história.”

A adega chama a atenção, não só pelo granito, mas pela composição do espaço com a poltrona, conjunto de mesa e bancos e o porcelanato somados à textura ao gradil sob treliça - Ana Paula Costa Andrade/Divulgação A adega chama a atenção, não só pelo granito, mas pela composição do espaço com a poltrona, conjunto de mesa e bancos e o porcelanato somados à textura ao gradil sob treliça
Ana Paula conta que o projeto cresce e quem ganha é toda a cidade, porque “a razão da arquitetura é qualificar os espaços. Não é luxo, é um bem social. É oferecer para todos uma casa organizada, com luz, ventilação, funcionalidade e privacidade, agregando a decoração para o embelezamento. E não tem de ser caro porque há diversidade de matéria-prima e recursos para escolher”.

Tags: design granito decoração diamantina

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
09 de novembro de 2018
24 de outubro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura