Marque na agenda!

Feira de arte e artesanato em BH celebra a beleza de ser feminino

Centro cultural promove evento para lembrar a importância do empoderamento das mulheres, que ainda enfrentam tantos desafios no combate por direitos iguais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/04/2018 13:37 / atualizado em 03/04/2018 13:43 Joana Gontijo /Lugar Certo

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

A arte de ser feminino. A sabedoria de se saber mulher. A beleza que frutifica, que nasce por dentro com uma força inerente. A identidade de uma luta sem fim, o viver que nasce da dor, mas que também abre lugar para o regozijo de se encontrar como é. Parece estranho pensar que, em pleno século 21, quando novos e revolucionários conceitos pipocam e tomam conta de diferentes esferas do cotidiano, a briga das mulheres por direitos iguais ainda não está totalmente incorporada pela sociedade. A verdade é que, muitas vezes, o eco que vem do passado é mesmo de um retrocesso que se mostra cada vez mais óbvio e progressivo.

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação
Diante de tantos desafios, no entanto, é impossível negar que muita coisa melhorou, ainda que haja tanto para realizar. E é para homenagear as mulheres que o Centro Cultural Brilho Handmade Art convida para a Feira de Artes e Artesanato, especialmente preparada para elas, com a temática empoderamento feminino. O evento acontece entre os dias 11 e 13 de abril, na sede no Santo Agostinho, com entrada gratuita. Além de design, música e literatura, são 23 expositores que oferecem produtos únicos de artes plásticas e artesanato.

A intenção, segundo a coordenadora do centro, Cynthia Rabelo, é enaltecer o papel da mulher enquanto provedora, colaboradora, trabalhadora, dar voz aos movimentos de valorização, de respeito, fazer as pessoas enxergarem aspectos que precisam mudar, apoiar toda batalha. "Até hoje vemos o preconceito, mulheres discriminadas, com salários menores em relação aos homens. No caso de nossas artesãs, percebemos o papel fundamental em contribuir com a economia local. A mulher se divide em várias, exerce a profissão fora e quando chega cuida da casa, como um elo essencial para a união da família. É necessário vencer tabus e reconhecer nossa grandeza", diz Cynthia.

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

No leque de opções que forma o cardápio do evento estão, entre outros: pinturas em tela, pôsteres e quadros; porcelana; mosaicos fabricados com material reciclado; acessórios diferenciados, como pingentes de cerâmica, bijuterias feitas à mão e com vidrofusão em acabamento exclusivo; colares e luminárias coloridos; semijoias com pedras naturais e pérolas cultivadas; peças em madeira; esculturas; pratos para enfeite customizados; bordados; crochê; papelaria, bolsas e roupas artesanais; pedras com desenhos aplicados; artigos de jardinagem, como suculentas e vasos de plantas; perfumaria; corações 3D; figuras produzidas com palito de fósforo; itens em patchwork para decoração; elementos de mesa pronta, como sousplats e jogos americanos; pendentes; divinos; oratórios; espelhos; bandejas e bonecos fabricados com a clássica técnica amigurumi, uma variação do crochê ou tricô, que podem se tornar, por exemplo, miniaturas colecionáveis.


Entre as atrações, a presença da artista plástica e tatuadora Mari Tallarico, que fará tatuagens na hora, com preços que vão de R$ 80 a R$ 200. Ela costuma criar motivos femininos, e ainda traça referências a natureza, animais e botânica. Quem preferir, pode marcar com antecedência um horário para fazer a tatuagem. A jornalista e escritora Daniela Zupo é mais uma participação ilustre. Ela vai disponibilizar e autografar seu último livro, lançado no fim de 2017, Amanhã hoje é ontem - diário de um câncer. Os interessados podem confirmar a programação pelo link do evento no Facebook

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

No último dia, quem agita o centro cultural é Robert Frank, que fará um pocket show ao cair da noite, às 18h, no espaço gourmet. Artista visual e vocalista da banda Pelos, o músico revisita os 20 anos de carreira com o show Música de Cabeceira em que, acompanhado apenas pelo violão, passeia por um rico repertório, com composições próprias inéditas, do setlist do conjunto e perpassando suas inspirações sonoras, com versões que vão de Nelson Ned até Radiohead.

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

Na agenda gastronômica, haverá lanche com café, bolos e pães de queijo, na quarta-feira e na quinta. Na sexta-feira, o menu traz tiragostos e cervejas artesanais para o happy hour. Na carta de delícias, também não faltam pudins de dar água na boca. Tudo carinhosamente preparado por Eduardo Aramuni.

Responsabilidade social

Os propósitos do projeto do Centro Cultural Brilho Handmade Art, que funciona há três anos, são basicamente fincados na exaltação e consolidação do artesanato. Entre os objetivos está o fortalecimento do empreendedorismo entre os artesãos mineiros. "Através da loja colaborativa podemos unir forças e não depender mais dos atravessadores, destinando o lucro diretamente ao artesão", afirma Cynthia Rabelo. Ela cita ainda como finalidade da iniciativa a inclusão social. "A partir de oficinas diversas, buscamos profissionalizar, educar e levar conhecimento cultural à população local, carente, também com atividades direcionadas à terceira idade e cidadãos com necessidades especiais", conta. Outras metas são: geração de trabalho e renda, partindo da escola e das oficinas, além da participação na loja e em feiras e eventos culturais; conscientização da importância da preservação do meio ambiente, unindo arte e reciclagem. "Toda renda obtida com inscrições nos eventos é revertida em melhorias e intervenções culturais no centro", finaliza.

Centro Cultural Brilho Handmade Art/Divulgação

Feira de Artes e Artesanato Empoderamento Feminino
De 11 a 13 de abril
Dias 11 e 12, das 12h às 19h
Dia 13, de 12h às 20h
Rua Paracatu, 1.003, Santo Agostinho (entre a Avenida Amazonas e a Rua Bernardo Guimarães)
Mais informações e agendamentos: 98225-5711 ou centroculturalbrilho@outlook.com
www.instagram.com/feiradeartesanatomineiro/
https://www.facebook.com/events/166536567316017/

A entrada é gratuita

Tags: empoderamento feminino Centro Cultural Brilho Handmade Art feira arte artesanato design

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
02 de julho de 2018
19 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura