Decoração para a nova estação

Loja oferece lindos produtos para enaltecer a chegada das cores e flores da primavera

Estação Primavera, na Aluízio Casa, em BH, abre as portas para a época mais alegre do ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/09/2018 08:00 / atualizado em 18/09/2018 08:09 Joana Gontijo /Lugar Certo
É tempo de flores e muito romantismo na Aluízio Casa
 - Carlos Altman/EM/D.A Press É tempo de flores e muito romantismo na Aluízio Casa

Alegria, energia positiva, cores, perfumes e sabores. Uma ode às flores, ao romantismo dos pássaros, os bons fluidos, o reinventar da natureza, o desabrochar da vida, as fragrâncias da alma. Para celebrar a chegada da época mais vibrante do ano, uma loja de objetos para decoração de Belo Horizonte preparou uma seleção de produtos cheios de estilo. A Estação Primavera, da Aluízio Casa, está marcada para o próximo sábado, dia 22, no simpático imóvel na Praça Duque de Caxias, no Bairro Santa Tereza, na capital. Para deixar o lar com atmosfera transformada, o público pode encontrar novidades singulares em beleza. Quem quer aproveitar a oportunidade para repaginar os ambientes e harmonizá-los com o clima agradável da temporada, já tem o endereço certo e pode deixar a brisa primaveril entrar pela janela.

De várias formas o Oriente, assim como o Ocidente, vivenciam a chegada do tempo florido. Na Índia, o Holi, festival das cores indiano, e, no Japão, o Hanami, observação das cerejeiras em flor, são exemplos. Por aqui, o evento na Aluízio Casa, que acontece desde 2010, reúne peças interessantes e exclusivas, que refletem a paixão pela primavera, convidando a todos a brindar e receber esse momento especial. O projeto surgiu na primeira vez que o proprietário da loja, o artista plástico Aluízio Figueiredo, viajou a Paris e percebeu a profusão das flores por lá. "Mas, no Brasil, a primavera também é tão bonita, com tanta riqueza, que resolvi agrupar trabalhos afins ao tema. Como a loja tem um viés voltado para flores e pássaros, é o casamento perfeito", diz. E o sucesso é garantido.

Cores, beleza e devoção - Carlos Altman/EM/D.A Press Cores, beleza e devoção

"Quando a primavera chega, para onde você olha vê cores, flores... e tem coisa mais linda que uma flor? É a minha estação preferida. Tudo rejuvenesce, a temperatura é saudável. Passa o inverno, triste, escuro, e chega o verde, tempo de comemorar a natureza, que nessa época se enriquece, fica mais viva. É um renascimento, e também um gancho para promover um evento bacana, que sempre deu certo. A intenção é que a Estação Primevera cresça, continue, crie asas e voe alto", complementa Aluízio.


Na loja, os produtos incluem, além dos de autoria própria do artista, diversas opções para a casa, e ainda artigos de moda, como vestuário e acessórios. Aluízio conta que reúne fornecedores que compartilham com ele o mesmo sentimento de enaltecimento da época das flores. No cardápio, trabalhos de floristas e designers com objetos lúdicos, fora do lugar-comum. O artista plástico e designer de objetos Geraldo Martins comparece com luminárias, pássaros vários, bowls com suculentas, e uma linha sacra. A renomada ceramista Ione Laurents apresenta lindas peças com o material, cheias de criatividade e fora dos desenhos padronizados. Denise Viana, designer de objetos vintage, está presente com taças e porcelanas em uma produção primorosa que dá vontade de ter em casa.

Paixão pela primavera em detalhes - Carlos Altman/EM/D.A Press Paixão pela primavera em detalhes

A marca Planeta Banho mostra sabonetes e aromatizadores, enquanto a grife "Na minha época é assim" ressalta a moda retrô inspirada nos anos 1950. De concepção de Aluízio, aparecem os corações floridos com cristal, pássaros rendados ou com aplicações de flores com chuva de pérolas e pedras, itens em ferro como flores em tela de arame, para usar em vasos ou penduradas na parede, entre uma numerosa lista de obras assinadas por ele.

Criadora do projeto "Uma flor cura uma dor", Odete Castro vai distribuir flores em crochê que serão "plantadas" em uma árvore na Praça Duque de Caxias, em frente à loja. A etiqueta de acessórios Benedita é outra participante, expondo brincos, colares e pulseiras feitos com diferentes técnicas e materiais, como crochê, macramê, renda, miçangas, tecidos, linhas e cordões. Na parte gastronômica, as delícias da Soiê, com doces e confeitos finos.

No cardápio, trabalhos de floristas e designers com objetos lúdicos, fora do lugar-comum - Carlos Altman/EM/D.A Press No cardápio, trabalhos de floristas e designers com objetos lúdicos, fora do lugar-comum

Arte no DNA

Aluízio Figueiredo tem a primeira formação como engenheiro, mas sua grande paixão sempre foi a arte. Formado como artista plástico pela Guignard, começou a trabalhar produzindo objetos para casa. “Tinha o meu ateliê onde só atendia lojistas, arquitetos e decoradores, e amigos. Participava de feiras, principalmente em São Paulo, em que montava o estande e vendia meus produtos para o país inteiro. Mas isso acabou ficando cansativo, e acabei resolvendo fazer a loja”, diz, ele que fabrica peças de características marcantes, que tornam sua arte inconfundível. Foi quando, em 2007, Aluízio abriu o show room do ateliê e inaugurou a Objetos Aluízio Figueiredo, agora Aluízio Casa. A loja está instalada em um imóvel histórico em uma das regiões mais tradicionais de BH, ao lado do restaurante Bolão, e se tornou um grande atrativo.

Encantos de delicadeza - Carlos Altman/EM/D.A Press Encantos de delicadeza

Para ele, o processo moderno de globalização deixa tudo muito padronizado, e diferentes empresas acabam oferecendo os mesmos produtos. “Acredito que um diferencial da Aluízio Casa é que os objetos são de criação própria e exclusivos. Não vendo em nenhum outro local que não seja aqui. Consigo encontrar harmonia entre as coisas que eu mesmo fabrico e outras de fornecedores diferentes, mas sempre com uma identidade peculiar. Percebo que a loja tem sido cada vez mais conhecida, e agrada todo mundo. Considero um desafio criar um trabalho de arte para se adequar a decoração de um espaço, seja ele qual for”, finaliza.

Engenheiro por formação, Aluízio tem mesmo é amor pela arte
 - Carlos Altman/EM/D.A Press Engenheiro por formação, Aluízio tem mesmo é amor pela arte

Serviço:
Estação Primavera
22 de setembro, sábado, de 10h às 17h
Na Aluízio Casa
Praça Duque de Caxias, 316 Santa Tereza, Belo Horizonte
Informações: (31) 3463- 3111 ou 
www.instagram.com/aluiziocasa
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de outubro de 2019
29 de setembro de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura