Com cara de novo

Renovar o imóvel antes de vender ou alugar agiliza o negócio e garante boa liquidez

Investir em reparos e modificações pode servir de critério de desempate para um comprador ou inquilino e ainda valorizar o bem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
As cores neutras nas paredes são boa pedida na hora de fechar o negócio
 - Henrique Queiroga/Divulgação As cores neutras nas paredes são boa pedida na hora de fechar o negócio

Muitas pessoas encontram dificuldades na hora de vender ou locar um imóvel. A troca de inquilinos não tem sido algo rápido, podendo levar meses, e o proprietário, sem a renda do aluguel, tem que arcar com despesas como condomínio e IPTU. Alguns clientes podem até se interessar pelo tamanho, localização e aceitariam pagar pelo valor pedido, mas quando visitam a casa ou o apartamento desistem porque se deparam com um lugar malconservado. Investir em reparos e modificações pode servir de critério de desempate para um comprador ou inquilino e ainda valorizar o imóvel.

De acordo com Margareth Candossim, sócia-proprietária do Candossim e Cabana Arquitetos Associados, na hora de vender ou alugar um imóvel o que se pode fazer para alugar e melhorar o apartamento rápido é seguir o que for mais cômodo. “Criatividade, bom gosto e economia são palavras fundamentais nesse processo”, comenta.

É aquele velho ditado: a primeira impressão é a que fica. E na comercialização de um imóvel, a questão é ainda mais pertinente “Quando um cliente vai visitar um imóvel com um corretor, ele precisa se enxergar ali dentro. Enxergar sua família. Suas crianças brincando e correndo. Ele precisa se imaginar fazendo as coisas que estão inseridas em sua rotina. Se o apartamento já estiver favorável, ajuda muito”, destaca a designer de interiores Fabiana Visacro.

“Todo cliente tem sua rotina, hábitos, perfil, o corretor precisa investigar sobre isso”, avalia Fabiana. Mesmo numa conversa rápida por telefone, o corretor precisa saber quais são os interesses do cliente e aliar isso a uma boa equipe para auxiliá-lo nesse processo de identificação com o imóvel.

RESTAURAÇÃO

Margareth Candossim chama a atenção para os sistemas elétricos e hidráulicos na hora de fazer qualquer reparo necessário ou modernização nas instalações elétricas e hidráulicas. Uma dica é buscar alternativas sustentáveis, que ajudem a economizar água e energia. “As pessoas estão pensando na sustentabilidade e em medidas para reduzir gastos com luz e água. Na hora de renovar, é preciso pensar em sistemas que utilizem menos energia e em sistemas de captação de água”, destaca.

A iluminação e seus sistemas podem passar despercebidos na hora de uma visita guiada ao imóvel. Muitas vezes, por não ter ninguém morando ali, os proprietários deixam as lâmpadas queimadas e não fazem uma troca, por exemplo. “O apartamento precisa estar 100% funcionando”, diz a designer. Durante a visita, essa falta de aparatos acaba não agregando valor ao imóvel e gera uma impressão negativa.

Uma outra medida é o reforço na estética das paredes. O imóvel pode estar muito tempo fechado e acaba proliferando mofo e o aspecto antigo na pintura. “Alguns detalhes realçam o visual do imóvel. Nas paredes não seria diferente. Há algumas práticas interessantes, como a instalação de adesivos, gesso e uma troca de azulejos”, explica.

Alguns detalhes podem fazer a diferença na hora de valorizar o imóvel - Candossim e Cabana/Divulgação Alguns detalhes podem fazer a diferença na hora de valorizar o imóvel
Na hora de pintar, a sensação de limpeza e tranquilidade deve ser o condutor. Uma parede com cores fortes e vibrantes, como vermelho ou azul, pode ser muito bonita visualmente, mas pode não agradar ao próximo proprietário. “Sempre aconselhamos usar cores neutras, como branco, gelo e bege”, diz Margareth Candossim. Além de ter chances de agradar a um número maior de interessados no imóvel, as cores neutras facilitam que o proprietário aplique a cor que desejar após a compra e muitos podem levar esse benefício em consideração na hora de fechar o negócio.

Pisos e azulejos feios ou mal instalados também podem ser refeitos, transformando ambientes e agregando valor. A substituição de telhas e vidros quebrados são reformas básicas e devem ser realizadas o quanto antes para valorizar a venda. “Banheiros e cozinhas, também, tendem a valorizar bastante o imóvel. Por isso, dê atenção a esses espaços”, comenta a sócia-proprietária.

Em apartamentos com varanda ou área privativa é preciso considerar que quem o está adquirindo já tem nítida essa vontade de usufruir desse espaço. Isso já conta um pouco do perfil de um cliente que gosta de receber pessoas. “Um pequeno investimento nesses espaços já agiliza esse processo. Às vezes, fazer um investimento numa bancada de pedra, por exemplo, com uma pequena churrasqueira, pode ser um investimento de R$ 2 mil, mas que deixa o imóvel com uma liquidez muito maior”, garante Fabiana Visacro.

TECNOLOGIA

O uso de tecnologias voltadas para a arquitetura e design vêm reformulando o trabalho visual de projetos que visem a uma reforma rápida e com baixo custo. De modo que eles possam ampliar o apartamento mostrando todas as suas possibilidades. “Muitas vezes, o cliente não tem nenhuma noção do que pode ser feito no espaço. Às vezes, um quarto pequeno dá a impressão de não acomodar duas camas. Mas o projeto 3D mostra que cabe até mais do que isso”, explica a designer.

* Estagiário sob a supervisão da editora Teresa Caram
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
09 de novembro de 2018
24 de outubro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura