Morar bem é... Desfrutar momentos de prazer ao lado da família e dos amigos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/06/2008 09:24
Mauro Bastos Pinhel *

Considero um grande privilégio poder escolher um imóvel que propicie o encontro da família e dos amigos mais íntimos, seja na cidade ou na praia. Importante é ter ambientes agradáveis para um bom papo, em reuniões breves no dia-a-dia ou prolongadas em fins de semana.

Esse é o meu estilo de vida e, para atendê-lo, optei por um apartamento em um condomínio na Região Centro-Sul de BH e uma casa de veraneio em Angra dos Reis (RJ), para os momentos de folga. O equilíbrio entre a cidade e o litoral tem sido motivador, principalmente porque em ambos tenho a meu lado pessoas especiais.

Em Belo Horizonte, onde moro há mais de 12 anos, a decisão de compra do imóvel certamente foi influenciada pelos espaços de convivência. Gosto, por exemplo, do que a área de lazer de um condomínio proporciona. Espaço gourmet, academia, serviço de massagem, piscina, sauna. Tudo isso contribui para que eu e minha família possamos relaxar com tranqüilidade. Quanto à estrutura, nada melhor do que ser adaptada às nossas necessidades.

Optamos por suítes independentes e remodelamos a varanda. É para lá que vamos quando queremos passar um tempo juntos e é lá, também, onde reunimos os amigos para papear, tomar um vinho e cozinhar, algo de que gosto bastante de fazer. Da mesma forma, harmonizamos outros espaços. Na sala, criei um escritório para minha filha, que é arquiteta, trabalhar. Totalmente independente, ele não afeta nem atrapalha em nada a decoração e a planta do apartamento. A possibilidade de reestruturar os cômodos conforme almejamos foi crucial na decisão.

De maneira geral, o imóvel precisa ter uma série de vantagens que encorajem sua compra. A localização, por exemplo. A escolha é acertada quando levamos em consideração a proximidade com o trabalho, principalmente se a atividade profissional requer mais flexibilidade no horário. Investir no tempo é aumentar a qualidade de vida.

Outro ponto a ser considerado é a convivência com os vizinhos, um assunto delicado quando tratamos de condomínio. É necessário que todos privilegiem o interesse comum. Se precisarmos investir em segurança e equipamentos, façamos isso. O pensamento deveria ser: no meu condomínio não tem custos, só benefício. Tudo para vivermos bem.

Nossa prioridade é manter a família e os amigos sempre próximos. Não é à toa que adquirimos uma casa de veraneio em razão de oito amigos já terem comprado um imóvel no mesmo condomínio, cuja área de lazer mais uma vez é maior que o restante dos cômodos da casa. A infra-estrutura é excelente, além de ter gerador próprio, restaurante e lavanderia. Esses detalhes são importantes quando o objetivo é exclusivamente curtir momentos de lazer. Do contrário, a viagem pode se tornar cansativa e desgastante.

A ida é sempre combinada entre os amigos. Nem todas as vezes conseguimos reunir os oito e suas respectivas esposas e filhos, mas, na maioria delas, grande parte da turma está presente. Lá, bom mesmo é acordar cedo e curtir o dia. Sair de barco, cozinhar e estar junto do pessoal.

Em Belo Horizonte ou Angra dos Reis, o que vale é a convivência sadia entre as pessoas que amamos. Depois de um dia estressante ou propício para uma comemoração, o lugar é coadjuvante. As companhias é que fazem a diferença.

* Empresário, master franqueado do Bob’s em Minas Gerais
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015

No Lugar Certo você encontra o que procura