Trabalho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/01/2010 14:29 Redação /Estado de Minas
SXC.hu/Banco de Imagens
"Busco informações sobre ferramentas usadas na construção que possam minimizar impactos que afetem a saúde do trabalhador. Se possível, favor enumerar as ferramentas adequadas para cada tipo de trabalho na construção".

Mariano Fortes Rodrigues - por e-mail

A execução de trabalho contínuo com uso de ferramentas como alicates e marretas pode desencadear problemas de saúde. O mais conhecido é a lesão por esforço repetitivo (LER). Calcula-se que essa doença é a segunda maior causa de afastamentos do trabalho. Nesse contexto, a utilização de ferramentas ergonômicas pode ser decisiva na prevenção de lesões e acidentes. Para saber um pouco sobre cada ferramenta e as qualidades de fabricação que elas devem ter, segue uma orientação geral sobre algumas peças.

Leia mais sobre pequenos reparos em casa

Alicates: Devem ter cabo antideslizante isolado, que evita derrapagens e ainda protege contra pequenas cargas elétricas. Cada um é indicado para um tipo diferente de trabalho, como alcançar locais de difícil acesso, apertar, prender, torcer e cortar fios, cabos e diferentes materiais.

Alicate fazendeiro:
Cabo com revestimento antideslizante complementa esta ferramenta, que tem design especial para esticar, torcer e cortar arame farpado. Tem ponta especial para extração de grampos e pregos.

Balde plástico:
As alças devem ter formato especial para encaixe perfeito dos dedos e capacidade para carregar água, massa e diversos materiais sem deformar. A marcação interna da medida em litros facilita a medição do material.

Chave ajustável: Deve ter cabo com revestimento antideslizante para que melhor agarre durante utilização, que pode ser para apertar, girar e ajustar parafusos em locais de difícil acesso. Mordentes reguláveis e ajuste suave e sem folgas. A escala pode ser medida em milímetros e polegadas para ajuste perfeito a vários tamanhos de porcas e parafusos.

Chave de amarrar ferro:
É indicado cabo arredondado para tornar mais confortável a tarefa de dobrar vergalhões de ferro. Ainda tem um desenho especial da unha para mínimo esforço do usuário.

Chave grifo: Além de mordentes reforçados para melhor ajuste com o mínimo desgaste, essa ferramenta, usada em instalações e manutenções hidráulicas, deve ter cabo com revestimento antideslizante.

Colher de pedreiro: Sejam de canto redondo, sejam de reto, precisa ter cabos anatômicos, podendo ser utilizadas na preparação da massa, aplicação e acabamentos.

Facões: Os modelos para cana e mato devem ter cabo ergonômico em plástico ou madeira de primeira qualidade.

Machado bombeiro: Além de cortes precisos e melhor penetração, essa ferramenta garante muito mais comodidade com o cabo anatômico em madeira especial envernizada. A fixação da cabeça ao cabo com cunha de madeira e resina especial garante maior segurança ao usuário.

Trenas: A trena profissional tem cobertura emborrachada antideslizante para melhor agarre e controle de manuseio.

Giulliano Chincio, gerente de Marketing da Bellota Brasil

- Quer dicas de decoração ou reforma?
Este espaço é seu. Participe! Envie suas dúvidas para o e-mail imoveis.em@uai.com.br ou continue visitando o Lugar Certo!
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015

No Lugar Certo você encontra o que procura