Trincas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/05/2010 14:22 Redação /Estado de Minas
SXC.hu/Banco de Imagens
"Tenho uma área de 60m2 numa cobertura, de cimento, que recebe muito sol, esquenta demais e apresenta várias rachaduras. Quero evitar de colocar piso de cerâmica em função do custo de futuros problemas na manta que a impermeabiliza, pois o prédio tem 15 anos. Já passei uma argamassa comum ACIII, mas descascou e rachou em cima
das rachaduras originais. Haveria uma forma de tratar as rachaduras e depois cobrir com algum produto que substituísse a cerâmica, com alguma propriedade térmica, alguma beleza e boa relação custo x benefício? Obrigado".


Antônio Máximo Rodrigues Mendes - Bairro Renascença - BH

As trincas que aparecem no seu piso são causadas pela ausência de juntas para dilatação. Como o cimentado é uma grande superfície compacta, sob o sol e chuva, sofrendo grande variação térmica, ele trinca porque não tem folga para dilatar. Recobrí-lo com a argamassa AC3 não resolverá o problema. Embora seja a solução que você quer evitar, revesti-lo com peças cerâmicas seria a melhor saída, especialmente se for utilizado um rejunto flexível, que funcionará como junta de dilatação e conterá as trincas com sucesso. Considerando uma boa relação custo/benefício, as lajotas de cerâmica naturais (sem esmalte) atenderiam bem
a questão. De diversas marcas, elas têm preço baixo, pequeno coeficiente de dilatação, são muito bonitas e vêm em diversos tamanhos e tonalidades. Além disso, não esquentam sob o sol e, por não terem brilho, não ofuscam os olhos. Há outras boas opções, como a pedra São Tomé (quartzo), por exemplo, embora com preços mais salgados. Uma observação importante: antes de executar a obra de revestimento, cheque cuidadosamente o andar inferior para identificar qualquer vazamento que, caso exista, deve ser corrigido previamente, com a retirada total da manta antiga e colocação de uma nova. A nova impermeabilização, caso necessária, deve ser feita por empresa especializada que forneça garantia. Se, mesmo depois de 15 anos de construção, não houver vazamentos, excelente. Basta assentar o piso com cuidado e aproveitar seu terraço.

Gustavo Fonseca, arquiteto

- Quer dicas de decoração ou reforma?
Este espaço é seu. Participe! Envie suas dúvidas para o e-mail imoveis.em@uai.com.br ou continue visitando o Lugar Certo!
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015

No Lugar Certo você encontra o que procura