As vantagens da madeira de demolição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/11/2010 19:22 Redação /Estado de Minas
Reprodução arquiteturaoggi.blogspot.com
Qual a vantagem de usar madeira de demolição na arquitetura e na decoração?

José de Arimathea Rodrigues, por e-mail


Resposta, por Vanessa Trad, arquiteta:


A construção e o design de interiores sustentável visa auxiliar na preservação do meio ambiente. A sustentabilidade se tornou uma necessidade do nosso planeta para a sobrevivência das espécies e é obrigação da maioria das pessoas gerir os recursos naturais que podem ser reaproveitados. Cada vez mais, a arquitetura de interior busca cumprir os conceitos de sustentabilidade utilizando, entre outros materiais de grande relevância, a madeira de demolição. Por ser um material que sempre se manterá único frente às tendências impostas pelo mercado, pode ser modelada de várias formas.

Com aspectos particulares como a aparência envelhecida que agrada à maioria das pessoas, a ecologicamente correta madeira de demolição traz ao ambiente um ar de aconchego sem ter a cara de lugares rústicos e primitivos. A madeira reaproveitada da demolição de construções é geralmente encontrada nas estruturas e nas matérias-primas.

Para a reutilização desse material, que é extremamente durável, a madeira passa por um processo de estufa natural para garantir alta resistência contra rachaduras e empenamentos por estar extremamente seca. Depois desse processo pode ser utilizada em pisos, móveis, esquadrias, objetos de decoração e até mesmo forros.

Garante Como essas madeiras encontradas em construções antigas já estão extintas e todas necessitam ser restauradas e remodeladas para ser utilizadas novamente, engana-se quem pensa que estará economizando ao comprar esse material. Além disso, ela agrega o valor de ser sustentável e dá ao móvel ou ambiente um ar bem característico, pois carrega em si significados e histórias.

Outra vantagem é que a madeira de demolição tem uma versatilidade que nenhum outro material tem, pois pode receber tratamentos diferenciados ao longo dos anos. É possível, por exemplo, mudar a cara do piso polindo-o mais ou menos, ebanizando, clareando, e escolher até que nível do rústico se quer dar ao acabamento.

A construção sustentável é, antes de qualquer coisa, um sistema construtivo que visa atender as necessidades de edificação, preservando o meio ambiente e os recursos naturais, promovendo alterações conscientes no entorno e garantindo a qualidade de vida para as gerações atuais e futuras. Entre as madeiras de demolição comercializadas estão peroba, jacarandá, ipê, canela, pinho e riga.


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015

No Lugar Certo você encontra o que procura