Parede

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 30/05/2011 14:09 / atualizado em 03/06/2011 15:04 Redação /Estado de Minas
Reprodução/Internet/www.ideiasmodernas.com
“Assentei cerâmica em um banheiro há cerda de três anos e ela agora começou a soltar, descolando-se da parede. Lembro-me que assentei a mesma com argamassa, respeitando as normas do fabricante. Confesso que tal problema nunca tinha acontecido comigo antes. O que poderia ter ocorrido nesse caso?”


Francisco Bechara Neves, por e-mail

O descolamento das cerâmicas de paredes ou de pisos ocorre por causa de alguma falha em alguma parte do processo de assentamento. Pode ser logo depois do assentamento ou levar anos para ocorrer (como nesse caso). Os motivos podem ser desde um mal preparo do substrato (parede ou piso com impurezas ou partes soltas ou prestes a se soltar), ou uma argamassa inadequada ou com a validade vencida, a deficiência da mão de obra do assentamento, cerâmicas com índice de absorção de água acima dos limites da norma e até muito frequentemente por deficiência no rejuntamento (os mais recomendáveis são os flexíveis) – quando o rejuntamento é rígido e ocorre a dilatação, é comum que as peças cerâmicas sejam “cuspidas” da parede ou do piso.

Pergunta respondida pelo engenheiro Luiz Eustáquio Cavalieri França - construtoraouro@yahoo.com.br

Quer dicas de decoração ou reforma?
Este espaço é seu. Participe! Envie suas dúvidas para o e-mail imoveis.em@uai.com.br ou continue visitando o Lugar Certo!

Tags:

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015