Artista cria inusitado escorregador para ser meio de transporte na Inglaterra

Toboágua promete encurtar o caminho e fazer o percurso pura diversão na principal rua de Bristol

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/04/2014 08:59 / atualizado em 02/04/2014 12:03 Joana Gontijo /Lugar Certo
Luke Jerram/Divulgação
Já pensou em andar pela cidade deslizando por aí? A ideia parece maluca, mas na Inglaterra um artista propõe que um toboágua seja o novo meio de locomoção em uma movimentada rua. A mirabolante invenção saiu da mente criativa de Luke Jerram, que incluiu o projeto em um site de financiamento coletivo, e com a campanha quer arrecadar mais de R$ 20 mil para colocar, ladeira abaixo na Park Street, em Bristol, este escorregador gigante.

Íngreme, a principal via da cidade parece perfeita para a intervenção arquitetônica que Luke pretende inaugurar no dia 4 de maio. Ali está um centro comercial e de lazer, com diferentes tipos de empreendimentos pelo percurso. A intenção é, fazendo o caminho mais curto e divertido, pensar sobre a conexão das pessoas com o local onde vivem, principalmente quando o assunto é como o melhor aproveitamento do espaço público pode transformar os ambientes urbanos.

Batizado de Park and Slide, o escorregador de 90 metros já foi testado em outubro de 2013, e tem apoio da Câmara Municipal de Bristol. Aproveitando a iniciativa da prefeitura de impedir o tráfego de carros em alguns locais do Centro aos domingos, nos meses de verão, o artista quer que o toboágua tome conta da rua nestes dias, modificando a paisagem corriqueira. "O conceito surgiu meio que inspirado pela onda de calor no último verão. Eu tenho um escritório na Park Street, e isso me fez pensar no ano passado", declarou à reportagem do Bristol Post.

Jerram precisa que as doações alcancem R$ 21.116 (£ 5.621) - a pouco mais de quatro semanas para a data estipulada, o montante obtido até agora está em cerca de 90% do total. Todo dinheiro será usado para a construção da estrutura, que contará inclusive com barreiras de segurança - o autor garante que não terá nenhum lucro com o projeto. "Meu único interesse é pensar sobre a nossa cidade de uma maneira diferente, experimentá-la de forma completamente nova. Se você pensar bem, podemos colocar escorregadores por toda Bristol conectando os bairros. Esta é uma ideia sobre a transformação dos espaços urbanos. Trata-se de recuperar a cidade e considerá-la uma tela em branco, pronta para ser usada para um pouco de diversão", disse ao jornal local.

Em 2009, Luke, de 39 anos, chegou a espalhar pianos pela cidade em um trabalho de arte interativa que rodou várias regiões pelo mundo, já demonstrando sua preocupação acerca da interseção homem/espaço. Feito de revestimento plástico com água corrente com sabão, o inusitado escorregador promete ser um sucesso entre os moradores de Bristol. "Aqui é um bom lugar para testar essas coisas. Para fazer algo assim em Londres, por exemplo, seria impossível. Bristol tem senso de humor e, como um lugar criativo, é perfeito", declarou o artista. Quem quiser colaborar com o trabalho, deve acessar o canal Spacehive, destinado para recolher as contribuições. Já são quase R$ 17 mil (£ 4.423) recebidos.

Tags: inglaterra

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Andrea - 02 de Abril às 13:36
Gente vamos trazer essa ideia aqui para BH, melhor que esse BRT engana bobo.

Últimas Notícias

ver todas
16 de dezembro de 2018
15 de dezembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura