Por dentro do mercado

Fique sabendo o que rola no meio imobiliário em Minas e no Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/01/2015 12:29 Redação Lugar Certo /Estado de Minas
TOSCANA
Obras a todo vapor

Gran Viver/Divulgação
Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está em constante crescimento e vem recebendo vários empreendimentos imobiliários. Com menos de um ano de lançamento, o Gran Park Toscana, terceiro empreendimento da Gran Viver Urbanismo no município, já está com 80% das unidades comercializadas. As obras do condomínio, que teve projeção inspirada em uma das mais belas regiões da Europa, a Toscana, estão a todo vapor. Cada parte da construção terá detalhes influenciados pela arquitetura italiana. Até mesmo os locais de uso comum, como os jardins, espaços gourmets, portaria e clube serão tratados com todo o cuidado. Ao todo, o empreendimento conta com 442 lotes de, no mínimo, 405 metros quadrados (m²). A área total do empreendimento é de 286 mil m².

SECOVI
Representante oficial do setor imobiliário

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) o registro do Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (Secovi-MG) como legítimo do setor. Dessa forma, a entidade será responsável por recolher a Contribuição Sindical Patronal em Minas Gerais. O tributo, que antes era pago ao Sindicato dos Condomínios (Sindicon), deverá ter a primeira parcela paga ainda este mês. O presidente do Secovi-MG, Ariano Cavalcanti de Paula, afirma que a instituição vai encaminhar os boletos para as empresas associadas e alerta os empreendedores quanto a outras cobranças. “As empresas devem ficar em alerta, pois o pagamento a outra associação não vai eximir a responsabilidade junto ao Secovi-MG.” De acordo com Cavalcanti, existem várias regiões brasileiras que têm o sindicato como um dos responsáveis pelos encargos. “A exemplo de outros estados, que já contam com essa representação há mais de 50 anos, Minas também poderá se beneficiar dessa importante conquista, que, certamente, ampliará a imagem e a representatividade de todo o setor. Todos vão se beneficiar”, destaca. Atualmente, empresas de 33 cidades mineiras integram a base sindical do Secovi-MG e já serão contribuintes este ano.

CAU/MG/Divulgação
CONSELHO
Sob nova direção


Com a saída do arquiteto Joel Campolina, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais (CAU/MG) tem agora um novo líder. Na última terça-feira, a arquiteta e urbanista Vera Carneiro de Araújo foi eleita pelos 17 conselheiros titulares para assumir a presidência da entidade. O arquiteto e urbanista Júlio César de Marco vai ocupar a vice-presidência. Juntos, os profissionais vão atuar na direção da casa durante o triênio 2015/2017. Com vasta atuação no setor e com a experiência como conselheira do CAU em seus primeiros três anos de gestão, Vera está com muitas expectativas para sua administração. “Precisamos nos unir e trabalhar juntos, para alcançar o espaço que os profissionais da arquitetura e urbanismo merecem na sociedade. Nossa expectativa é dar continuidade aos bons resultados obtidos no primeiro mandato do CAU/MG, de maneira a fortalecer, ainda mais, a fiscalização e a presença do conselho nos 853 municípios mineiros”, destaca.

OUTLET
Expansão de shopping concluída
Aroldo Soraggi/Divulgação/15-06-2010
O Grupo EPO inaugurou a expansão do BH Outlet Plus Shopping, no Bairro Olhos d’Água, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Antes, o centro de compras tinha cerca de 25,7 mil metros quadrados (m²). Com a reforma, a área ocupada passou para, aproximadamente, 81,6 mil m². Foram construídas mais 100 lojas, somando um total de 140. Na nova etapa, já estão em funcionamento 32 lojas, entre elas, Track & Field, Lilica e Tigor, Luiza Barcelos, Marissol, Polishop e Sergio’s. Os espaços variam entre 100m² e 1.000m². Segundo a coordenadora de projetos do Grupo EPO, Rosana Leonel, a obra teve como premissa a geração mínima de impactos ambientais, o que faz dela uma referência em projetos de engenharia. “A arquitetura da expansão acompanha o padrão do restante do empreendimento. Destaque para a vista privilegiada, que permite ao usuário contemplar o pôr do sol”, ressalta.

Tags: brasil

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
17 de junho de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura