Nada de infiltrações

Manta asfáltica aplicada em lajes prediais ajuda a ter uma impermeabilização duradoura

Especialista explica que o material é excelente para usar especialmente em pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins, estacionamentos, e, em certos casos, piscinas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/01/2015 12:53 / atualizado em 26/01/2015 11:50 Augusto Pio /Estado de Minas
Reprodução/Internet/habitissimo.com.br
Para muitas pessoas, a chuva traz enormes aborrecimentos com infiltrações e goteiras pela casa. Quem já teve esse tipo de problema sabe muito bem do que se trata e, muitas vezes, acaba deixando o imóvel de tanto passar raiva. No entanto, a solução para essas situações está na aplicação da manta asfáltica. O engenheiro civil Firmino Soares de Siqueira Filho, sócio-fundador da Isolar Impermeabilizações, empresa que presta serviços de engenharia de impermeabilização, explica que a manta asfáltica é excelente para aplicação em lajes prediais, especialmente pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins, estacionamentos, e, em certos casos, piscinas.

Firmino informa que a manta asfáltica é um lençol pré-fabricado de asfalto com polímeros, que substitui os asfaltos que eram derretidos ou diluídos e lançados nas lajes. “Era comum até a década de 1970, quando as mantas entraram no mercado do Brasil. São aplicadas com maçarico a gás, que as amolece e faz a colagem das emendas, São excelentes, têm ótima relação custo/benefício, mas, por serem muito acessíveis, é frequente a aplicação por quem não tem experiência e nem capacidade de engenharia para dar a visão correta. Com isso, apresentam problemas devido ao mau uso e, às vezes, pelo aplicação de material de qualidade inferior.”

O especialista esclarece que a manta asfáltica é recomendada para casos de lajes de prédios de concreto armado, pré-fabricadas ou não, lajes em prédios com estruturas metálicas, shoppings e indústrias. “Cada caso tem que ser estudado e ter um projeto específico, porque a manta é apenas parte de um sistema de impermeabilização, que varia de obra para obra. Existem vários tipos e dependem do acabamento superficial, da espessura, do polímero usado no asfalto e do estruturante que vem embutido nela e que dá resistência contra rasgo, furo, compressão e tração. Podem ser acabadas em alumínio, plástico ou mesmo pedrisco, chamadas ‘ardosiada’.”

PROTEÇÃO

Engenheiro Firmino Soares recomenda o uso em lajes, especialmente pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins e até piscinas - Juarez Rodrigues/EM/D.A Press Engenheiro Firmino Soares recomenda o uso em lajes, especialmente pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins e até piscinas
Firmino explica que a manta asfáltica de alta qualidade é resistente e é um bom sistema de proteção, podendo chegar a 20 anos de vida útil. “A média é em torno de cinco anos e a maioria, por volta de 90%, chega a nove ou 10 anos sem problemas.”

Para o arquiteto Rafael Lemieszek Pinheiro, a manta asfáltica é fundamental sempre que houver uma laje exposta à chuva, sob piscina, sob jardins ou em qualquer área que é molhada com frequência. “Quando a laje está exposta ao tempo, a manta asfáltica é a única forma realmente duradoura de impermeabilizá-la. Existem aditivos impermeabilizantes líquidos, mas eles exigem manutenção mais frequente.”

Rafael explica que alguns cuidados devem ser tomados para garantir que a manta asfáltica cumpra seu papel de evitar infiltrações: deve haver uma certa inclinação na direção do escoamento da água, por exemplo. “Além disso, todo ponto de encontro com elementos como ralos, calhas, paredes e emendas deve ser executado com uma série de precauções para evitar que uma fissura comprometa a impermeabilização de toda a laje. A própria escolha da manta deve levar em conta especificidades de uso: raízes, por exemplo, podem perfurar mantas asfálticas normais, de forma que jardins devem ser impermeabilizados com mantas específicas. Isso tudo significa que não é qualquer profissional que tem competência para aplicá-la adequadamente. É importante usar mão de obra especializada e experiente.”

Tags: impermeabilização infiltração umidade lajes proteção manta asfáltica

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2018
13 de agosto de 2018