Local de muitos atrativos

Sion atrai pela facilidade de locomoção, infraestrutura e imóveis de qualidade

Localizado na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, o bairro se consolida como área nobre e clássica opção de investimento. Conheça a história e as oportunidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/02/2015 09:00 / atualizado em 02/02/2015 09:18 Marcus Celestino /Estado de Minas
A expansão do Sion se deu na década de 1940 e hoje é um dos bairros mais procurados para morar - Edesio Ferreira/EM/D.A Press A expansão do Sion se deu na década de 1940 e hoje é um dos bairros mais procurados para morar

O Sion cresceu em torno do colégio homônimo, um internato religioso que visava educar as jovens das abastadas famílias mineiras. Hoje, o local abriga outra instituição educativa, o Santa Doroteia, de proposta um tanto diferente, mas ainda coração da região. Nos idos de 1930, em seus primeiros anos de loteamento (a primeira planta foi aprovada pela Prefeitura de Belo Horizonte em 1928), os moradores do Sion sofriam com a dificuldade de acesso às suas casas. Contudo, esse cenário se modificou com a expansão do bairro a partir da década de 1940. Atualmente, pode-se até reclamar das estreitas ruas que cortam o bairro, mas sua centralidade e conexão com vias arteriais, como as avenidas Uruguai, Nossa Senhora do Carmo e Bandeirantes, facilitam bastante a vida dos seus residentes.

QUER MORAR NO SION? Clique e veja imóveis à venda no bairro!


Além do fácil deslocamento, quem reside no Sion desfruta de um sem-par de vantagens. Além das praças em bom estado de conservação e o lindíssimo e revitalizado Parque Mata das Borboletas, os moradores podem petiscar e tomar uma geladíssima cerveja em estabelecimentos da estirpe do Bar do Antônio, por exemplo. Além disso, se quiserem queimar algumas calorias podem aproveitar o domingo para uma boa relaxada na Praça JK. “O Sion é dotado de muitas facilidades (para quem mora nele)”, afirma Flávio Galizzi, diretor da Valore Imóveis. De fato, a gama de comércio é bem ampla e os residentes também são favorecidos por isso. Ademais, a beleza do local também é um atrativo para quem deseja morar lá. “Por se tratar de um bairro alto, acaba propiciando a quem mora especialmente em prédios vistas privilegiadas”, ressalta Galizzi.

PERFIL
Por se tratar de logradouro tão recheado de predicados, os apartamentos localizados por lá estão numa faixa de preço que é para poucas carteiras. Por isso, o Sion, consolidado como área nobre, abriga famílias de classe média-alta e numa faixa etária um pouco mais elevada. “(Os compradores) são pessoas que estão ali, na média, com uns 50 anos e já têm uma vida estabelecida, bem-estruturada”, comenta Flávio Galizzi. Contudo, diferentemente do que ocorre no Lourdes, o Sion não é um bairro “envelhecido”. “Mesmo sendo tradicional, ele atrai jovens também”, ressalta Edelweiss Pimenta, diretora da Solares Imóveis.

EDIFICAÇÕES
Os novos empreendimentos do Sion, assim como em muitos outros pontos tradicionais da cidade, são dotados de área de lazer, mas não é somente isso que o cliente do bairro procura. “Além da área de lazer, há uma característica clara nos imóveis que é o seu acabamento mais esmerado. Muitos dos prédios mais antigos, por exemplo, são renovados para não destoar do resto do bairro”, salienta Edelweiss. Vale frisar que o valor do metro quadrado na área hoje custa, de acordo com Flávio Galizzi, entre R$ 9 mil e R$ 10 mil para empreendimentos menores e entre R$ 11 mil e R$ 12 mil para maiores.

VEJA IMÓVEIS PARA ALUGAR NO SION!

Por todas as vantagens, o Sion tem o altíssimo índice de desenvolvimento humano (IDH) de 0,946* (compondo uma UDH com o Carmo), bem pertinho do 1 ideal. No entanto, a criminalidade no bairro volta e meia é motivo de discussão. Especialmente nas proximidades da Avenida Bandeirantes, os furtos ocorrem com mais frequência, mas os números estão dentro da média da capital. Na verdade, a via pode ser muito bem aproveitada. “A Bandeirantes acaba sendo muito tranquila e muito boa para fazer uma caminhada aos domingos”, destaca Edelweiss Pimenta. “Não tem como falar mal do Sion.”

Edesio Ferreira/EM/D.A Press



*De acordo como o Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas do Brasil, de autoria do Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (Pnud), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Fundação João Pinheiro.

PARA CURTIR


Parques
» Municipal Juscelino Kubitschek – Avenida Bandeirantes, sem número
» Mata das Borboletas – Rua Assunção, 650

Bar
» do Antônio – Rua Flórida, 15

Praça
» Deputado Renato Azeredo (Praça Alaska)

Tags: sion Bairro Sion imóveis Sion

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
15 de julho de 2018