Segurança em primeiro lugar

Construção civil investe em ações voltadas à prevenção de acidentes e saúde dos trabalhadores

Processos de segurança do trabalho são fundamentais antes de começar as obras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/05/2017 14:39 Augusto Pio /Estado de Minas
"A segurança é uma prática de toda hora", afirma Andreia Darmstadter, supervisora do Seconci-MG

De acordo com levantamento feito pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), no Brasil, os trabalhadores mais vulneráveis às ocorrências letais são aqueles que estão empregados em setores de transporte rodoviário, construção civil e trabalho rural. Diante disso, o setor da construção vem investindo, cada vez mais, em ações e campanhas voltadas à prevenção e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, seguindo as normas estabelecidas pelo Ministério do Trabalho para a segurança dos colaboradores.

O sindicato patronal da construção civil (Sinduscon-MG) e seu braço social, o Serviço Social da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Seconci-MG), conta com um departamento específico para assessorar empresas na implementação de um programa operativo de segurança no trabalho. Desde a criação, em 1992, o Seconci-MG vem desenvolvendo ações e iniciativas que possam contribuir para que os gestores de programas de segurança e saúde do trabalho e seus beneficiados, os trabalhadores da indústria da construção civil, assimilem as melhores práticas na área de segurança.

“A segurança é uma prática de toda hora, é um investimento permanente. Quando realizada com seriedade e empenho, é a melhor alternativa para evitar acidentes. No exercício de sua responsabilidade social, o Seconci-MG se esforça para ser um fórum incessante na discussão e atualização das normas regulamentadoras (NRs) que regem a atividade produtiva do setor, buscando ser reconhecido como um polo de informações e referência sobre as melhores práticas relacionadas à segurança no trabalho”, esclarece Andreia Darmstadter, engenheira e supervisora do Departamento de Segurança do Trabalho do Seconci-MG.

Somadas a esse esforço instrutivo e conscientizador, há iniciativas, como o Prêmio Sinduscon-MG/Seconci-MG de Segurança do Trabalho, que já está em sua 18ª edição. O prêmio foi idealizado para fomentar o compartilhamento de boas práticas na área da segurança no trabalho. “Não se trata de premiar o que é exigido por lei, mas de dar visibilidade a ideias e condutas vivenciadas em ambiente ético, seguro e sustentável, com significativo padrão de qualidade. É mais uma forma de estimular as empresas a usar bem as ferramentas e recursos que têm à sua disposição e observar o que está sendo feito de positivo ou inovador.”

MAIOR CONSCIENTIZAÇÃO

Colocando a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores em primeiro lugar, as construtoras mineiras investem na promoção de segurança nos canteiros de obras. O Grupo EPO, por exemplo, tem como política de segurança do trabalho proporcionar um ambiente livre de riscos. Para isso, a empresa realiza diversas ações para conscientizar os colaboradores e fornecedores da importância da prevenção, assegurando assim a execução segura dos serviços prestados. Com essa estratégia, a empresa reduziu o número de acidentes em 60%, comparando 2016 a 2015.

“Contamos em nosso quadro operacional com profissionais gabaritados dedicados exclusivamente para garantir a segurança de toda a equipe, realizando inspeções no canteiro para eliminar riscos, sugerindo a instalação de proteções coletivas, cobrando o uso correto de equipamentos de proteção e fornecendo todos os treinamentos exigidos pelas normas regulamentadoras de saúde e segurança do trabalho. Nossos canteiros de obras são um ambiente limpo, organizado e seguro”, ressalta Leandro Campos, engenheiro de segurança da EPO.

Além de investir continuamente em equipamentos de segurança modernos, todos os funcionários da construtora, antes de iniciar suas atividades na obra, participam de treinamentos que são divididos em parte teórica e prática. “Esses encontros são realizados em salas multimídia, que têm toda a infraestrutura para os profissionais simularem o dia a dia no canteiro de obras e ter uma visão de como devem atuar e os cuidados necessários. Os colaboradores também vivenciam nesse treinamento a parte prática, onde se realizam treinamentos específicos e no próprio canteiro.”
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
20 de novembro de 2018
19 de novembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura