Por dentro do mercado

Fique sabendo o que rola no meio imobiliário em Minas e no Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/02/2018 16:14 / atualizado em 26/02/2018 16:23 Estado de Minas
AP PONTO
160 unidades e opções para pessoas com necessidades especiais

AP Ponto/Divulgação

A AP Ponto Construtora acaba de lançar novo empreendimento do programa Minha casa, minha vida na Região Metropolitana de Belo Horizonte, bem próximo a Contagem. O condomínio Ponto Laguna está localizado no Bairro Duque de Caxias, na Rua de Brasília, 860, em Betim, com fácil acesso à Via Expressa e às avenidas Edmeia Mattos Lazzarotti e Juiz Marco Túlio Isaac. Está próximo ainda de áreas comerciais, shoppings, escolas e unidades básicas de saúde. O Ponto Laguna conta com 160 unidades de apartamentos, sendo 20 unidades com dois quartos e área privativa, outras 135 unidades de dois quartos e cinco unidades de um quarto. O empreendimento tem opções para pessoas com necessidades especiais, área de lazer completa, playground, espaço fitness, espaço gourmet, salão de festas, academia e quadra esportiva.

Conartes/Divulgação
CONARTES
Fachada apresenta ar de sofisticação

Georges Pompidou é o nome do pré-lançamento da Conartes Engenharia, inspirado no Centro Multicultural de Paris. O empreendimento será construído na Rua Ceará, 1.350, esquina de Gonçalves Dias, no Bairro Funcionários, que oferece infraestrutura completa de comércios e serviços. Com 44 unidades, o Georges Pompidou conta com apartamentos de 158 metros quadrados (quatro quartos, sendo dois suítes e dois semissuítes), e de 90 metros quadrados (três quartos, sendo um suíte), além de vários diferenciais, como mármore no piso das salas e varanda gourmet, cozinha e área de serviço com piso e bancada de granito, previsão para instalação de advanced kitchen na varanda, persianas elétricas e previsão para instalação de ar-condicionado nos quartos, além de tecnológico sistema de segurança. Sua fachada, revestida com mármore, alumínio, vidros e detalhes em granito, revela ar de sofisticação e elegância. O empreendimento apresenta um índice de vendas no pré-lançamento que superou as expectativas, o que reforça a relevância da junção de qualidade, localização e solidez da marca para a positiva aceitação dos clientes (www.conartes.com.br).

BRAIN
Uberlândia se destaca em 2017

Depois de anos de desaceleração do mercado, as expectativas de construtoras em Uberlândia são as melhores possíveis. Em 2017, o setor superou os anos anteriores em volume de oferta disponível. As unidades lançadas em 2017 representam 25,2% do total e 47,7% do total disponível à venda, indicando que o mercado tem grande quantidade de empreendimentos na planta e em construção. A disponibilidade de oferta de produtos lançados em 2017 é de 70,8%. Em 2016, foram 3.775 unidades lançadas e, no ano passado, 4.074. E tem imóveis para todos os gostos, desde as ofertas do Minha casa, minha vida até os condomínios de luxo. Só em dezembro do ano passado, o mercado de Uberlândia fechou uma oferta total lançada de 16.910 unidades para o mercado residencial vertical e 117 para o mercado comercial. Os dados foram apresentados pela Brain – Bureau de Inteligência Corporativa, na Fiemg Regional Vale do Paranaíba, pelo sócio consultor da Brain Guilherme Werner. Além do presidente do Sinduscon-TAP, Pedro Spina, também marcaram presença donos de construtoras locais e diretores da entidade. Pedro Spina diz que acredita na retomada do setor este ano. “Estamos otimistas, mas sabemos que o crescimento será gradativo porque, em tempos de crise econômica, o consumidor fica mais cauteloso. Mesmo assim, sentimos uma leve recuperação da economia e acreditamos em uma reação maior a partir do segundo semestre. Mesmo porque, temos a redução da taxa de juros básicos da economia de 6,75% como fator positivo. Temos imóveis para todo tipo de público em oferta e estamos prontos para negociar”, afirma. Apesar de os lançamentos e vendas de imóveis em Uberlândia no 4º trimestre de 2017 terem caído em relação ao mesmo mês de 2016, o cenário ainda não é os dos piores. Em bases gerais, o 4º Trimestre de 2017 apresentou apenas dois lançamentos, ambos do padrão econômico, e somam uma oferta de 402 unidades. O total em Valor Geral de Vendas (VGV) lançado é de R$ 54 milhões. Como comparação, o número de unidades lançadas teve redução de 50,1% em relação ao trimestre anterior. As unidades vendidas também apresentaram queda em comparação ao 3º trimestre, com redução de 32,8%, com um total de 408 vendas residenciais no trimestre. “Temos imóveis muito bons e com preços acessíveis à venda e o fato de o 4º trimestre apresentar poucos lançamentos não significa que o mercado não está bom. Em 2017, foram lançadas muitas unidades e esperamos vendê-las com a retomada no setor”, disse Pedro Spina. Segundo o sócio consultor da Brain, se o mercado responder às expectativas para este ano, é provável que as vendas dos imóveis lançados cresçam.

Tags: mercado imóveis notícia

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
16 de agosto de 2018
14 de agosto de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura