Aposta

Investir no mercado imobiliário continua sendo seguro e rentável; saiba como lucrar

Mas é preciso planejar e avaliar o tipo do bem e a que se destina, além de colocar no papel a possível taxa de retorno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/11/2018 14:08 Augusto Guimarães Pio /Estado de Minas
Reprodução/Internet/Exame

Investir em imóveis sempre foi um bom negócio. Mas é preciso estar atento na hora da aquisição para alguns detalhes. Segundo o superintendente de marketing da Construtora Trisul Lucas Araújo, para tomar essa decisão, é importante ter algum conhecimento sobre o assunto, principalmente sobre os tipos de imóveis que mais se adequam ao perfil e ao interesse, como tornar o negócio lucrativo e, principalmente, como calcular a taxa de retorno sobre esse investimento.

Ele lembra que há tipos de imóveis considerados mais rentáveis no mercado, lembrando sempre que o retorno será sentido em médio e longo prazos. “Em caso de investimento em imóveis na planta, é preciso fazer uma boa avaliação, como localização, o que se espera da região escolhida em termos de infraestrutura e desenvolvimento, entre outros.” A boa oportunidade é que o imóvel na planta oferece a vantagem de começar a ser pago ainda durante a obra, possibilitando ao consumidor fazer financiamento menor, a partir da entrega do imóvel.

Lucas esclarece que, no caso de imóveis prontos para morar, a pessoa pode optar pelo investimento para revenda, contando com a valorização do patrimônio, ou para locação, que oferecerá uma renda mensal fixa. “Também nesse caso é preciso conhecer um pouco do mercado, considerando a localização e o tamanho do imóvel. Para aluguel, além de avaliar muito bem a localização e a proximidade com o trabalho e vias de acesso, é necessário ficar a tento ao custo do condomínio, que também é de responsabilidade do inquilino e entra na avaliação do custo”, explica o superintendente da Construtora Trisul.

Já em casos de investimento em terrenos, Lucas ressalta que muitas pessoas, em especial as de gerações anteriores, conseguiram ótimos negócios. “Principalmente aquelas que conseguiram enxergar o desenvolvimento futuro das regiões escolhidas para a compra. Na compra de lotes para construção também devem ser avaliados as regras e limitações de cada loteamento, como o tipo solo do terreno, se já há a liberação dos alvarás para construção e a infraestrutura de saneamento.”

VARIÁVEIS

“Como o investimento é alto, isso deve ser bem planejado para que a taxa de retorno seja positiva. É preciso, caso se faça um financiamento para a compra, considerar que parte do lucro será usada para pagar o empréstimo. O empreendedor também deve colocar na conta os gastos com o valor do imóvel, da mobília e de reformas, caso tenham sido feitas, impostos, como o de renda e o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), registro e escritura”, alerta Lucas.

“Para saber quanto vai ganhar caso compre um imóvel e o coloque para locação, o investidor deve dividir o total do investimento feito, considerando todas as variáveis que mencionamos, pelo lucro líquido que vai gerar com o aluguel. Um exemplo prático é que, se a pessoa pagou, incluindo todas as taxas e impostos, R$ 400 mil e recebe, por mês, R$ 3 mil pela locação, sua taxa de retorno será de quase 10% ao ano. Se vender esse mesmo imóvel, vale o mesmo cálculo. Divida o valor que recebeu pela venda, por exemplo, por R$ 500 mil, pelo investimento inicial, de R$ 400 mil. Sua taxa de retorno, então, será de 0,8%”, explica o especialista.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
20 de novembro de 2018
19 de novembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura