Transferência de know-how

Mercado de franquias favorece crescimento e profissionalização no setor de imóveis

Em um cenário que vislumbra recuperação, aparecem as franquias imobiliárias como opção para quem tem afinidade com o ramo ou corretores que queiram se aventurar e ter o próprio negócio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/11/2018 12:40 / atualizado em 20/11/2018 12:46 José Alberto Rodrigues* /Estado de Minas
Matheus Penna, diretor de negócios e sócio da Up Estate, diz que uma vantagem oferecida aos franqueados é o seguro-fiança - Jair Amaral/EM/D.A Press Matheus Penna, diretor de negócios e sócio da Up Estate, diz que uma vantagem oferecida aos franqueados é o seguro-fiança

As imobiliárias tiveram um baque com os percalços que a economia brasileira enfrentou nos últimos anos. Porém, desempenham um trabalho importante na aproximação entre o interesse dos proprietários de imóveis em vender ou alugar seu bem e o desejo dos pretendentes à aquisição ou locação. Nesse mercado, que ensaia uma recuperação, aparecem as franquias imobiliárias como opção para quem tem afinidade com o ramo ou corretores que queiram se aventurar e ter o próprio negócio.

Segundo Matheus Penna, diretor de negócios e sócio da Up Estate, as franquias imobiliárias oferecem a transferência de know-how, concessão de marcas conhecidas, tecnologia de ponta, projetos e leiaute de funcionamento, um processo de trabalho padronizado já validado e um modelo a ser seguido. “A chance de sucesso fica consideravelmente maior”, relata.

O diretor de negócios explicita que, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), diferentemente do mercado norte-americano, onde mais de 51% das imobiliárias são afiliadas a alguma rede de franquia, no Brasil este número não chega a 5%. A exemplo do resto do mundo, após uma forte crise econômica, o mercado deve se profissionalizar e, via de regra, esse movimento ocorre também por meio das franquias. “O mercado de franquias é uma tendência irreversível no setor imobiliário”, destaca.

Camila Bernardes, diretora regional da RE/MAX BH e Regiões, o setor imobiliário percebe que seu público sente a importância de profissionalização dos corretores da área. “Por esse motivo, o mercado de franquias, com sua formatação de qualificar, organizar, padronizar e transferir know-how, faz uma grande diferença para a imobiliária”, destaca a diretora.

Para isso o conhecimento do mercado e os benefícios de uma marca já consolidada aumenta as chances de a empresa dar certo. “Conforme dados coletados pelo IBGE, mais de 60% das empresas brasileiras fecham as portas em até cinco anos de atividade. Todavia, no sistema de franquia, a taxa de sobrevivência é superior a 95%, devido ao suporte e à experiência das franqueadoras”, explica Matheus Penna.

Para Camila Bernardes, a proposta é fornecer um modelo de negócios com foco total no desenvolvimento dos corretores - algo inovador no mercado brasileiro - educação continuada, formação dos profissionais, capacitação por meio de cursos presenciais e on-line. “A cultura da empresa é partilhar os negócios, disponibilizando o ‘estoque de captação’ de uma agência para qualquer outra das mais de 7,9 mil agências da rede no mundo, com integração de negócios nacionais e internacionais”, diz.

Há excelentes redes de franquias no setor imobiliário, algumas mais tradicionais, com grandes estruturas; e outras contemporâneas, com sedes e organizações otimizadas. As franqueadoras são vetores de um bom negócio e norteiam as ações, minimizando a possibilidade de erros.

A maioria das franquias imobiliárias não oferece suporte para locação e as raras exceções apenas concentram-se no uso da marca. “Para as vendas, as franqueadoras cobram em média 9% sobre o faturamento entre royalties e taxa de publicidade”, comenta Matheus Penna. Em contrapartida, oferecem os diferenciais para o sucesso do negócio e um cadastro unificado dos imóveis à venda, permitindo ao empreendedor a oportunidade de começar a operação com uma carteira disponível. A diretora-regional da RE/MAX BH conta que o setor de franquias está em crescimento e tem gerado grandes retornos aos empresários por todo país, com desempenho de 8% no geral, segundo dados da ABF. “Isso já está enraizado no Brasil e com os últimos acontecimentos políticos e financeiros no país e mudanças nesse cenário, o momento é de olhar positivo dos empreendedores”, pontua.

VANTAGENS

Camila Bernardes, diretora-regional da RE/MAX BH e Regiões, destaca a importância de profissionalização de corretores da área - Remax/Divulgação Camila Bernardes, diretora-regional da RE/MAX BH e Regiões, destaca a importância de profissionalização de corretores da área
Além da chance de sucesso no negócio, ao abrir uma franquia o dono recebe um modo de operar padrão do negócio, facilitando estratégias e análises de mercado. “Nosso modelo de negócio foi erguido sob três fundamentos: máximo serviço para o cliente, máxima comissão para o corretor e máxima rentabilidade para o franqueado. Partilhamos negócios e, dessa forma, conseguimos realizar vendas de forma mais eficaz, pois atingimos os clientes potenciais por meio de todos os corretores de nossas franquias”, explica Camila Bernardes. O processo de locação e venda é realizado de forma a melhorar a experiência do cliente vendedor e locador, pois os corretores trabalham de forma focada no imóvel, com representação exclusiva dos proprietários e com parcerias que agilizam todo o processo de efetivação do negócio.

Uma vantagem de negócio oferecida pela Up Estate que se estende para os franqueados é o seguro-fiança, que garante zero inadimplência na locação de imóveis. As unidades franqueadas oferecem o seguro-fiança, uma parceria com a Porto Seguro seguradora, sem ônus para todos os proprietários e inquilinos, eliminando a figura dos fiadores. “Com isso, o aluguel é garantido de verdade e repassado em dia, independentemente de atrasos, além de zerar os custos com análises cadastrais, honorários advocatícios e despesas processuais”, explica Matheus Penna.

Além das grandes vantagens oferecidas pelo modelo de franquia, o diretor de negócios conta com a presença de Back Office para gerir a carteira de locação da unidade franqueada, administrar a parte burocrática da empresa e absorver uma grande fatia das despesas, liberando o franqueado para focar em efetivações de negócios e na parte produtiva da sua equipe. “Oferecemos para nossos franqueados e clientes as mais inovadoras práticas do mercado imobiliário, como assinatura eletrônica de contratos, visitas acompanhadas por agentes de negócios especialmente treinados, fotos profissionais e tour 360º para todos os imóveis cadastrados Somos a primeira e única imobiliária omnichannel do Brasil”, finaliza.

Os franqueados podem contar com a recorrência fixa e garantida da locação, gestão da carteira, completo apoio operacional, inclusive, se necessário, com apoio de gerentes para os fechamentos das vendas, tecnologia de ponta, despesas reduzidas e marketing institucional.

Dicas de Ouro


- Primeiro, é necessário ter a ideia consistente do negócio que pretende iniciar, é importante que seja apaixonado pelo mercado imobiliário

- Não precisa ser conhecedor nato, pois as redes têm métodos e ferramentas para ensinar o franqueado novo no segmento

- O candidato precisa ter um perfil empreendedor, que tenha habilidade com a gestão de pessoas, que valorize o compartilhamento, que tenha dedicação, disponibilidade, vontade de ensinar e flexibilidade para aprender

*Estagiário sob a supervisão da editora Teresa Caram
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
16 de dezembro de 2018
15 de dezembro de 2018

No Lugar Certo você encontra o que procura