Visão global do empreendimento

Gestor de projetos ganha espaço nas obras para integrar as diferentes etapas construtivas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/09/2008 14:31
Coordenador de pós-graduação, Clênio Senra estima economia de até 10% no valor total do investimento - Cristina Horta/EM/D.A Press Coordenador de pós-graduação, Clênio Senra estima economia de até 10% no valor total do investimento
Antes de construir um imóvel é importante elaborar os projetos arquitetônico, estrutural, elétrico, telefônico, hidráulico, paisagístico, de prevenção e combate a incêndio, entre outros. Mas não era raro, até pouco tempo atrás, os projetos se conflitarem. Diferentes projetistas previam instalações elétricas e de prevenção a incêndio, por exemplo, no mesmo lugar, ou ainda sobre pilares do prédio. Para evitar problemas como esses, surgiu o gestor de projetos, figura cada dia mais relevante dentro das obras.

Luiz Eduardo Prosdocimi Corrêa, engenheiro civil pós-graduado em gestão de projetos, se especializou por acreditar ser um caminho sem volta a necessidade desse tipo de profissional no canteiro de obras. Apesar de não dominar tudo, o gestor passa a ter visão do todo. É na adoção de novos critérios que virá o lucro. É feito um planejamento a fundo do escopo, prazo, aquisições, qualidade, comunicação, recursos humanos, riscos, custos e integração. Todo o levantamento é disponibilizado a todos os envolvidos, frisa.

Clênio Senra, coordenador da pós-graduação em gestão de projetos do Instituto de Educação Tecnológica (Ietec), estima que a redução de prazos da obra e em desperdício de material pode levar a uma economia de até 10% do valor total do empreendimento.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
16 de dezembro de 2016
21 de outubro de 2016

No Lugar Certo você encontra o que procura