8

Lotes à venda no Cidade Nova, Belo Horizonte - MG

Veja a história do bairro
Refinar busca

8 Resultados encontrados

Casa Mineira - Leste
  1
Lote

Prolar Floresta - Netimóveis
  13
Lote

Bonsucesso Imóveis
  8
Lote, 4 Quartos, 4 Vagas, 1 Suite

Bonsucesso Imóveis
  8
Lote, 4 Quartos, 3 Vagas, 1 Suite


Mediatriz Imóveis
  4
Lote, 2 Quartos

Prolar Silveira - Netimóveis
  3
Lote

Decisão Imóveis
  1
Lote

Bonsucesso Imóveis
  1
Lote


Conheça mais sobre o bairro Cidade Nova


Cidade Nova é um bairro de classe média e classe media-alta localizado nas regiões Leste e Nordeste de Belo Horizonte. Sua expansão se deu somente a partir dos anos 60 e, atualmente, é um bairro movimentado da região. Delimita-se nas ruas Conselheiro Lafaiete e Godofredo de Araujo (divísa com Sagrada Família/Reg. Leste), Alberto Cintra, Arthur de Sá e João Arantes (divísa com União/Reg. Nordeste) e Avenida Cristiano Machado (divísa com Silveira/Ipiranga/Reg. Nordeste). Abriga praças e parques como a Praça Guimarães Rosa, Praça Republica do Iraque (ao lado do Restaurante do Porto), Parque Ecológico da Cidade Nova, entre outros.
Atualmente, é visto como uma região ou ponto de referência.


História
O bairro Cidade Nova, localizado na região Nordeste, teve sua origem ligada ao loteamento da Fazenda Retiro Sagrado Coração de Jesus de propriedade da Família Cândido da Silveira, uma das muitas áreas rurais que abasteciam a capital com leite e demais gêneros alimentícios, além de madeira, lenha e tijolos, já que havia uma grande olaria no local. Durante a década de 60, a expansão urbana - que já alcançava os limites da fazenda, aliado ao iminente risco de desapropriações e invasões - levou o patriarca da família, José Cândido da Silveira, a se desfazer das terras. O próprio José Cândido foi idealizador do primeiro loteamento, cujas vendas foram iniciadas em 1965. Mais tarde, a família firmou parceria com alguns empresários do setor imobiliário, e o parcelamento foi redesenhado. O loteamento ficou então a cargo de 5 construtoras, quais sejam, Cinova, Alcindo Vieira e Mascarenhas Barbosa Roscoe.
Apesar de contar com uma boa infra¿estrutura, as vendas iniciais não foram fáceis, em parte por causa do acesso precário, não só ao bairro, mas como a toda a região. O empresário Lúcio Assumpção, da Construtora Cinova, fala com orgulho da urbanização pioneira e dos primeiros anos do bairro, dizendo que na época a Prefeitura de Belo Horizonte passou a exigir que os lotes tivessem no mínimo 360 metros. Com isso, o bairro foi o primeiro da região Nordeste com essa metragem, já que o usual no restante da cidade era a venda de terrenos com 300 metros. Interessado em acelerar o povoamento das regiões Nordeste, Pampulha e Venda Nova, o poder público municipal passou a investir na construção e recuperação da malha viária e do acesso às mesmas, construindo em 1971 o Túnel Lagoinha-Concórdia. Em 1977, com o segundo reparcelamento da fazenda, a região, até então estritamente residencial, viu surgir os primeiros edifícios,que começaram a atrair comerciantes. Com eles vieram todo tipo de comércio, desde o mais tradicional, como a Feira dos Produtores, até modernas redes de fast foods, supermercados, bancos, shoppings, restaurantes, pizzarias, hotéis, clínicas diversas, drogarias, lavanderias, academias de ginástica, cursos pré-vestibulares e cursos de idiomas. O patriarca José Cândido da Silveira deu apoio a muitas obras beneficentes. Ele doou os terrenos onde foram construídos a Paróquia Santa Luzia, o Santuário São Judas Tadeu, o Colégio São Miguel Arcanjo, a Escola Madre Paulina, atual Colégio Magnum Agostiniano, e a Escola Estadual Ana de Carvalho, revela o empresário e neto do antigo fazendeiro, Luiz Carlos Bambirra Silveira. [2]


Problemas atuais
Apesar da infra estrutura de primeira, o bairro atualmente necessita de um investimento maior na segurança, problema de toda a cidade de Belo Horizonte. Os assaltos estão cada vez mais frequentes e, os crimes estão cada vez mais ousados, aproveitando de ruas escuras devido à grande arborização. A região ainda necessita de novas linhas de ônibus, que liguem principalmente á região da Pampulha, além de duas linhas que estão no bairro (8108 e 8102) serem extremamente parecidas.


Lazer, esporte e educação
Escolas: Colégio Espanhol Santa Maria (Maternal ao Ensino Médio e possui convênio com a Espanha), Instituto Acalanto, NUPI, Escola Municipal Professora Maria Modesta Cravo, Number One Idiomas, MAI English, Luzianna Lana Idiomas, Pré Vestibular Mais, Melody Maker Escola de Música.
Lazer: Parque Ecológico e Cultural da Cidade Nova, Museu do Bordado.
Esporte: Pista de corrida e caminhada da Avenida José Cândido da Silveira, Quadras Poliesportivas Planeta Bola e Recreio, Academia Equilíbrio, Academia Harmonia, Alta Energia Fitness, Academia Perfil, Aquário Fitness, Academia Oficina Dagua, Uranium Crossfit.
Outras escolas e lugares conhecidos como Cidade Nova, pertencem a região da Cidade Nova, porém não fazem parte propriamente do bairro.


Principais vias de Acesso
Avenida Cristiano Machado
Av. José Cândido da Silveira
Avenida Júlio Otaviano Ferreira
Avenida Coronel Pedro Paulo Penido


Transporte Público
Ônibus: 8102 (União - Carmo Sion), 8150 (União - Serra), 8108 (Cidade Nova - Savassi), 9410 (Sagrada Família - Coração Eucarístico), s81 e outros na Avenida José Cândido da Silveira e Avenida Cristiano Machado.


Bairros vizinhos
União, Ipiranga, Sagrada Família, Horto, Horto Florestal, Silveira, Nova Floresta, Palmares, Santa Inês


Ligações Externas
Dados gerais sobre a cidade de Belo Horizonte

↑ veja os imóveis anunciados

Para dúvidas, elogios, sugestões ou reclamações entre em contato pelo e-mail atendimento@lugarcerto.com.br