Limite de 0,5mm

Avaliar o surgimento de rachaduras evita consequências graves

Trincas merecem atenção quando aumentam em extensão e largura. Contratar especialista para fazer inspeção é o mais indicado para não ter problema mais grave

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/03/2016 12:08 Augusto Pio /Estado de Minas
Eduardo de Almeida/RA Studio 19/9/12
O aparecimento de trincas em paredes pode significar um problema simples, mas também algo que pode ter consequências mais graves. Diante disso, o melhor é convocar alguém especializado para fazer uma avaliação. Em muitos casos, a trinca pode ser apenas a retração da argamassa, uso de areia inadequada ou contaminada e má aderência do revestimento à estrutura, além da falta de juntas de dilatação ou de movimentação. Mas, é importante observar que cada tipo de fissura tem uma causa e, por isso, deve ser analisada atentamente.

É bom ressaltar que trincas e rachaduras maiores do que 0,5mm devem ser submetidas à avaliação de um engenheiro habilitado, uma vez que podem ser sinal de problemas estruturais graves. Se a rachadura ou trinca na parede estiver na diagonal, o problema pode ser na estrutura da casa e isso é sério. Deve ter ocorrido algum problema na fundação ou em alguma viga. Nesses casos, especialistas devem ser acionados ou a Defesa Civil do município.

Porém, em casos de fissuras de revestimentos e trincas superficiais, geralmente causadas por retrações e dilatações da argamassa do reboco, o tratamento costuma ser bastante simples. O engenheiro Edésio Drumond esclarece que nem toda trinca ou fissura representa risco de integridade do imóvel. “Um leigo no assunto não pode precisar o tamanho do perigo e, geralmente, não está apto a avaliar a trinca ou fissura, somente um engenheiro. As trincas representam perigo quando são, comprovadamente, de causas estruturais e estão em processo de avanço, ou seja, continuam aumentando. Trincas e fissuras surgem por vários motivos nas edificações. Os principais são retração entre materiais de diferentes tipos; movimentação de elementos estruturais; recalques de fundações; erros de execução de obras; e também problemas externos”, enumera.

Dilatações podem ocorrer por acomodação da estrutura, falta de reboco de forma adequada, 
recalques de fundações, erro na execução da obra e questões externas - Eduardo de Almeida/RA Studio 19/9/12 Dilatações podem ocorrer por acomodação da estrutura, falta de reboco de forma adequada, recalques de fundações, erro na execução da obra e questões externas
CONHECIMENTO TÉCNICO Drumond salienta que o engenheiro é o único profissional capaz de fazer uma avaliação precisa das trincas e fissuras e justifica: “Ele tem conhecimento técnico e metodologias para avaliar os motivos que levaram ao aparecimento das trincas”. Sem revelar números, o engenheiro diz que esse trabalho de avaliação deve ser pago a quem for fazê-lo. “Como todo profissional, o engenheiro deve ser remunerado pelos seus trabalhos e serviços prestados.” Edésio Drumond acrescenta que, depois de determinada a causa e tipificada a trinca, é determinada a metodologia de recuperação e até mesmo estratégias de como paralisar o problema. “De posse desse escopo e quantificação dos serviços, podemos realizar os orçamentos.”

Eduardo de Almeida/RA Studio 19/9/12
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Outros artigos

ver todas
16 de dezembro de 2016
21 de outubro de 2016
07 de outubro de 2016
28 de setembro de 2016
10 de setembro de 2016