Controle de rachaduras

Especialistas sugerem que a melhor forma de prevenção é conhecer as causas dos problemas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/12/2006 13:07
Trincas, rachaduras ou fissuras parecem inofensivas à primeira vista, mas podem trazer muitos problemas se não solucionadas corretamente. É o que pôde comprovar a empresária Elisângela Silveira, que mora há seis anos em um apartamento no Bairro Santa Lúcia, região Sul de Belo Horizonte. Antes de comprar o apartamento, fomos orientados pelo síndico do prédio a solucionar os problemas de rachaduras que já existiam. Pelo fato de o edifício se localizar em um barranco, apareceram várias trincas em diversos lugares da estrutura, conta Elisângela.

Depois da vistoria realizada por uma equipe técnica especializada, foram constatados problemas na garagem do edifício. Para isso, foi feito um reforço no concreto do prédio, parecido com um muro de arrimo, explica.

Já no apartamento de Elisângela, localizado logo acima da garagem, no 1º andar do edifício, a orientação foi para que ela refizesse todo o chão da área externa, local onde apareceram as rachaduras, com aplicação da manta asfáltica. Havia sempre um problema de infiltração nessa área privativa do meu apartamento. Ouvi dizer que, durante as reuniões de condomínio, o assunto provocava intensas discussões entre os proprietários e o responsável pela construção do edifício. Depois da aplicação da manta asfáltica e do reforço nas paredes da estrutura do prédio, os problemas acabaram, afirma. Para dar ainda mais segurança contra infiltrações, ela cobriu a área externa de seu apartamento, onde havia um maior acúmulo de água na época de chuvas.

Saiba mais

Para evitar dores de cabeça, especialistas sugerem que a melhor forma de prevenção é conhecer as principais causas dos problemas. Segundo o professor Adriano de Paula e Silva, do departamento de materiais de construção e coordenador do mestrado em construção civil da UFMG, o principal motivo das fissuras, trincas e rachaduras é a sobrecarga nas edificações ou recalque de fundação. Muitas vezes, a carga a ser suportada nas construções é calculada de forma improvisada ou errada.

Uma outra possível causa é a ausência de juntas de dilatação em áreas com exposição solar. Assim, os materiais ficam impedidos de dilatar com o calor, causando as fissuras. O professor ainda ressalta a execução da obra com projetos bem-feitos e coordenados entre si. O problema causado na má elaboração dos projetos é chamado de patologia congênita. O ideal é que os diversos projetos, sejam de arquitetura, estrutural, de instalação hidráulica ou elétrica, sejam feitos em conjunto, explica.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
11 de outubro de 2019
23 de setembro de 2019