Piscina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/01/2010 09:51 Redação /Estado de Minas
Raoni Tavares/Divulgação
"Eu e minha mulher vamos começar a construir no início do ano e queremos uma piscina na área de lazer. Gostaria de ter orientação sobre qual a melhor opção entre vinil, fibra de vidro e concreto. Temos ouvido algumas opiniões e ficamos com mais dúvidas quanto ao custo, durabilidade e facilidade de manutenção".

Paulo Silva - por e-mail

A piscina de vinil é a mais barata e tem rápida execução. Entretanto, deve ser evitada por quem deseja uma solução durável, pois sua vida útil é reduzida, dificilmente passará de 10 anos. Depois de cinco anos, seu aspecto já está comprometido. Caso seja furada (o que não é raro), terá de ser remendada imediatamente.

Veja mais fotos de piscinas

A opção de fibra é muito mais resistente que a de vinil (e também mais cara). Ela funcionará indefinidamente, mas, depois de alguns anos de uso, o sol começa a desbotar as cores. A repintura não é recomendada, pois o acabamento deixa muito a desejar. Antes de definir a compra, é importante analisar se o transporte até o local de instalação é viável, já que a peça é pesada e é levada inteira.

Leia mais: Piscinas para todos os gostos

A mais cara é a piscina tradicional, em concreto. É uma solução definitiva e resistente, que permite infinitas formas. Entretanto, o processo de implantação de uma piscina tradicional deve contar impreterivelmente com a contratação de um engenheiro calculista, que fará o dimensionamento e especificação da estrutura em concreto. Em seguida, a estrutura deverá ser corretamente impermeabilizada e testada.

Tentar economizar nessas duas primeiras etapas será, seguramente, uma ideia infeliz, pois, caso haja uma trinca ou vazamento na piscina, o prejuízo será muito grande. No fim, chegará o agradável processo de escolha do revestimento, em que há muitas opções de pastilhas, azulejos e mosaicos.

Para qualquer das soluções acima, é preciso investir em bons equipamentos para tratamento da água. É importante considerar que a água será cada vez mais cara no futuro, e ninguém poderá ficar esvaziando piscinas. Para que a sua tenha uma boa solução, fique bonita, bem dimensionada, bem implantada, seja ensolarada e tenha um bom custo de execução, comece o processo contratando um arquiteto.

Gustavo Fonseca, arquiteto

- Quer dicas de decoração ou reforma?
Este espaço é seu. Participe! Envie suas dúvidas para o e-mail imoveis.em@uai.com.br ou continue visitando o Lugar Certo!
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
18 de dezembro de 2015
04 de setembro de 2015

No Lugar Certo você encontra o que procura