Arte para usar

Tapetes, cortinas e almofadas ganham vida nova nas mãos de designer

Com mais de três décadas de experiência na indústria têxtil, Helcio Paiva cria e executa em seu estúdio a customização de tapetes e tecidos exclusivamente com técnicas artesanais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/08/2017 13:54 / atualizado em 01/08/2017 13:59 Lilian Monteiro /Estado de Minas
Geralmente, o cliente fornece o tapete ou tecido, o projeto com a cartela de cor e o tema ou conceito do ambiente. Como resultado, ganha um produto personalizado, uma peça única  - Arquivo Pessoal Geralmente, o cliente fornece o tapete ou tecido, o projeto com a cartela de cor e o tema ou conceito do ambiente. Como resultado, ganha um produto personalizado, uma peça única

Sabe aquele tapete manchado, o que foi herança de família, mas está desgastado, ou mesmo o novo com medida ideal e cor errada? A cortina que não combina mais com a nova sala, as almofadas que pedem uma capa que se harmonize com o mobiliário trocado do quarto? Tudo isso pode ganhar vida nova pelas mãos do designer Helcio Paiva que cria, desenvolve e executa a customização de tapetes e tecidos de decoração exclusivamente com técnicas artesanais em seu Studio H Wearable Art.

Desde 1986 lidando com a indústria têxtil, Helcio Paiva abriu o estúdio especializado em técnicas artesanais: pintura a mão, impressão por carimbos e aerografia, e começou atendendo ao Grupo Mineiro de Moda (Divina Decadência e Vide Bula) e confecções nos últimos 30 anos. Atualmente, desenvolve e executa estampas artesanais para Graça Ottoni e Sônia Pinto no mercado da moda.

Nos tapetes, o designer Helcio Paiva utiliza a pintura a mão e impressão por carimbo  - Arquivo Pessoal Nos tapetes, o designer Helcio Paiva utiliza a pintura a mão e impressão por carimbo

No entanto, nos últimos três anos, Helcio Paiva abriu o leque do Studio H com destaque e foco para a decoração com a customização de tapetes e tecidos. “O cliente fornece o tapete ou tecido, o projeto com a cartela de cor e o tema ou conceito do ambiente. Eu desenvolvo o trabalho no tapete, na cortina, na almofada ou no tecido. ” No caso do tapete, explica o designer, o cliente também pode passar o desenho que ele reproduz na peça. “Isso é a customização, ou seja, o cliente fica com um produto personalizado. Uma peça única.” Conforme Helcio Paiva, as base ideais de tapete para alcançar um resultado interessante são de viscose, algodão e sedas. Porém, ele trabalha com modelos de lã e sintéticos.

Helcio Paiva usa as técnicas artesanais de pintura a mão e impressão por carimbo nos tapetes; já a aerografia é para os tecidos de decoração. O resultado é incrível e a peça, com personalidade, tem o poder de se transformar na estrela do ambiente. Os efeitos das técnicas milenares são variados: tie-dye, oxidação (corrosão), ombrés, degradés, além das já citadas, que dão riqueza aos trabalhos e outra cara para as peças que sofrem a intervenção do designer.

O designer conta que, geralmente, o público-alvo são os arquitetos, designers de interiores e decoradores que encomendam o trabalho de acordo com o conceito do ambiente que estão projetando, alinhados com o desejo de seus clientes. “Praticamente, todos os pedidos são possíveis, mas preciso analisar se o desenho solicitado é exequível na técnica artesanal. A maioria consigo adaptar sem descaracterizar.”

RECEITA DE COR

Entre as técnicas usadas pelo designer está a aerografia para tecidos pintados à mão  - Arquivo Pessoal Entre as técnicas usadas pelo designer está a aerografia para tecidos pintados à mão

A exclusividade já é um luxo e agrega ainda mais valor. Helcio Paiva consegue, por exemplo, oferecer uma cartela de cores sem limite, já que ele cria suas receitas dentro da tonalidade que ele vai precisar para cada trabalho. E ele assegura que, com sua experiência de 31 anos junto à indústria de confecção, a tinta não solta. O recomendado, claro, “são cuidados óbvios, como não jogar alvejante, água sanitária, enfim, bom senso. O ideal é lavar com xampu neutro”.

Com trabalhos bonitos, chama a atenção a cortina que Helcio Paiva criou para a decoradora Eduarda Corrêa para a mostra “Modernos Eternos”, realizada no Solar Pentagna Guimarães, no Bairro Cidade Jardim, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Evento idealizado pela designer de interiores Maria di Pace e pelo jornalista Sergio Zobaran, com a ideia de misturar mobiliário e objetos vintage ou antigos com os contemporâneos. “Foi uma cortina de linho offwhite, cru, que fiz um trabalho de pintura com pincel usando o degradê, com a transição do verde-musgo para o ferrugem.” Criação que pode ser feita com uma cor (indo do tom mais escuro para o claro, ou vice-versa) ou mesmo com cores distintas.

Já a impressão por carimbo, Helcio Paiva explica que tanto os clientes podem passar os desenhos, quanto ele pode desenvolvê-los. No entanto, o designer conta que “o mais procurado são os temas étnicos, até mesmo o mix com o tema floral. Essa técnica é manual e um por um”.

O reload em tapetes manchados ou desgastados pelo tempo deixa o produto novinho em folha - Arquivo Pessoal O reload em tapetes manchados ou desgastados pelo tempo deixa o produto novinho em folha

Helcio Paiva enfatiza que a customização é feita tanto em peças novas quanto usadas, com base neutra ou não. “Faço o reload sobre tapetes persas que, às vezes, querem mudar as tonalidades das cores que não batem com a nova decoração. Daí faço um trabalho de pintura e, nesse caso, o pedido é o chamado banho de chá para “acalmar” a tonalidade sem tampar o desenho ou descaracterizá-lo. A proposta é deixar a peça num tom sobre tom. Outra forma é o reload em cima de tapetes manchados de sol, que ficará novo em folha.”

Com tanto tempo de estrada, Helcio Paiva continua fiel ao DNA do Studio H Wearable Art. “A ideia sempre foi oferecer um trabalho de estamparia especializado só em técnicas artesanais, porém oferecendo produção. Claro, não é o volume industrial. E a missão é que meu trabalho seja arte para usar, seja no corpo com a roupa ou na decoração para a casa.” Para conhecer mais do trabalho do designer, vale e apena acessar o Instagram helcio _ paiva.

Arquivo Pessoal
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Outros artigos

ver todas
18 de setembro de 2017
13 de setembro de 2017
12 de setembro de 2017
05 de setembro de 2017
29 de agosto de 2017