Aprenda a escolher o piso certo para cada ambiente da casa

Para acertar na escolha, o ideal é buscar um material que além de bonito, seja prático, durável e que esteja em equlíbrio com a decoração

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/07/2011 09:57 / atualizado em 22/07/2011 10:10 Redação /Correio Braziliense
Reprodução/Internet

Na hora de construir ou reformar a casa ou apartamento, é importante fazer algumas considerações sobre o piso. Além de ser bonito e estar em equilíbrio com a decoração, o revestimento deve oferecer praticidade e atender às necessidades dos moradores. Afinal, são tantas as variedades, que não há quem não fique perdido na hora da escolha.

Os pisos também podem ser diferenciados de acordo com a necessidade de cada ambiente. Banheiros, cozinhas e áreas de serviço pedem pisos frios, de cerâmica ou porcelanato (espécie de cerâmica, porém com durabilidade maior). Em quartos, o ideal é utilizar materiais como madeira, mas nada impede que outras opções sejam feitas.

Outra dica para escolher o piso é pensar no clima que você quer para o local. Desenhos e tons delicados trazem uma atmosfera mais suave, já materiais brilhantes e cores fortes agradam quem gosta de ambientes modernos.

Veja mais fotos de pisos

Atualmente, estão em baixa os pisos de cimento queimado, carpetes, mamorite e pastilhas vitrificadas. Quem quiser as opções em alta pode escolher o mármore, o porcelanato, as tábuas corridas, os laminados, entre outros. É preciso considerar sempre cor, textura, tamanho, resistência mecânica, nível de absorção de água, além das tendências do momento.

Hoje em dia o mercado dispõe de estilos para todos os gostos e bolsos. O tipo de piso vai depender muito do gosto pessoal e do poder aquisitivo do proprietário.

Opções de materiais

Cerâmicas - São fáceis de colocar e limpar. Se o material que você escolher for mais resistente (PEI 4 ou 5), poderá ser usado também nas garagens. Se forem usados no quarto ou na sala é aconselhável usar tapetes. A cerâmica oferece as opções esmaltadas, naturais e porcelanato.

Madeiras -
Este tipo de material é aconselhável para quartos e salas. As opções são tábuas corridas, laminados, tacos e parquês. Os arquitetos recomendam não utilizá-lo em áreas molhadas e em salas de sítios pois, com sujeira de terra, fica difícil mantê-los limpos.

Pedras - Os mármores e granitos polidos flameados ou brutos ainda são muito usados. Eles têm em comum a resistência, a durabilidade e a fácil manutenção. Apesar de serem mais bonitos que os granitos, os mármores são menos resistentes e suscetíveis à manchas e ao desgaste. As pedras são recomendados para áreas internas, como salas, halls e demais ambientes sociais. Para cozinhas e áreas externas prefira os granitos por serem mais duros e resistentes a substâncias químicas.

Reprodução/Internet
Resistência


Quando for comprar piso para sua casa, use a tabela baseada no índice PEI, que caracteriza o revestimento cerâmico, de acordo com a resistência ao desgaste que o material suporta, sem ter seu aspecto visual danificado. O PEI varia de um a cinco. Quanto maior o número, mais resistente e adequado às áreas de maior circulação. Abaixo está uma tabela de orientação com o grau de resistência do piso e do local onde é apropriado usá-lo.

0 - Levíssimo - (somente em paredes);

1 - Leve (use em banheiros e dormitórios residenciais);

2 - Médio (indicado para interiores residencias de menor tráfego);

3 - Médio/intenso (ideal para lojas e corredores internos);

4 - Intenso (pode ser colocado em lojas, bancos, escolas e hospitais)

5 - Super intenso (indicado para ambientes públicos, de tráfego intenso como rodoviárias, supermercados e garagens)

Perfil dos moradores

Para Ana Cristina de Souza Gomes, arquiteta da Solarium Revestimentos, o piso também pode ser escolhido de acordo com o perfil e as necessidades dos moradores. "Solteiros, casados, sem ou com filhos e até com bichinhos de estimação possuem necessidades bem específicas", explica Ana.

O solteiro: Quem escolhe ou precisa morar sozinho tem exigências especiais, como funcionalidade e praticidade. Normalmente a casa ou o apartamento são pequenos e o revestimento adequado deve ter cor clara, para que o ambiente pareça maior do que realmente é.

O casal sem filhos: O casal sem filhos pede funcionalidade, beleza, estilo, modernidade e praticidade, afinal, passa mais tempo fora do que dentro de casa e precisa sentir-se a vontade para aproveitar seus momentos de descanso em um ambiente confortável. Esse perfil de consumidor exige um espaço aconchegante e de fácil limpeza.

O casal com filhos: Crianças são as inimigas número um de revestimentos e paredes com cores claras. Corre-corre, brinquedos espalhados pelo chão, doces abandonados nos quatro cantos da casa. Na hora de decorar um espaço por onde circulam crianças, a palavra de ordem é praticidade. Pisos difíceis de limpar devem ser evitados.

A grande família: Família grande é sinônimo de casa cheia, reuniões, festas e principalmente muito espaço para limpar. Para manter a casa conservada e não se tornar escravo da faxina, o piso deve ser durável e de fácil limpeza.

A família e seus animais de estimação: Em residências onde os bichos de estimação não moram mais do lado de fora da casa e têm liberdade para circular por todos os cômodos, é aconselhável a utilização de pisos com cores escuras, que ocultam manchas e evitam que o piso fique com aquelas típicas marcas de patas carimbadas.

Tags: pedras

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
10 de abril de 2019
02 de março de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura