Música e decoração se uniram para criar ambientes com personalidade e design arrojado

Os instrumentos musicais dão uma forcinha quando o assunto é fazer com que o ambiente se torne belo, estiloso e com a personalidade do dono

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/11/2011 09:55 / atualizado em 02/11/2011 11:12 Joana Gontijo /Lugar Certo
Henrique Queiroga/Divulgação
A música está presente na vida de todos. Independentemente da preferência por estilo ou artista, todos buscam algum som que agrade aos ouvidos. E os instrumentos musicais tornam a mágica da música possível. Mas a função desses belos objetos não se restringe à magia dos sons. Na decoração, os instrumentos musicais podem tornar o ambiente muito mais bonito e moderno, além de mostrar, logo à primeira vista, o estilo do morador.

No rock'n'roll, a guitarra simboliza ira, rebeldia aliada à técnica e beleza. Na música clássica, o violino é uma mostra de refinamento, classe e elegância. Já no samba, o pandeiro é o símbolo da alegria e gingado proporcionado por esse estilo. Na decoração, essas e várias outras peças podem agregar beleza, contemporaneidade e personalidade ao lar.

Segundo a arquiteta Marina Dubal, “tudo depende do vínculo do morador com o instrumento. Quando ele é usuário, o ideal é estar disponível, com fácil acesso, evitando locais que possam dificultar limpeza da casa e do instrumento. Caso seja uma peça antiga ou sem uso, o instrumento pode ser colocado em destaque, na parede ou em uma prateleira, tudo vai depender do seu porte e da composição do projeto”.

Henrique Queiroga/Divulgação
A profissional explica como os instrumentos musicais acrescentam valor ao ambiente: “O design dos instrumentos em sua maioria é muito leve e delicado, agregando personalidade ao ambiente daquele morador ou usuário que se identifica com ele”. Para que a peça tenha uma visibilidade melhor no espaço, Marina Dubal dá uma dica: “O ideal é evitar o excesso de adornos e peças ao redor para que o instrumento possa se destacar”.

Roziane Faleiro e Patrícia Guerra, da Faleiro Guerra Arquitetura, alertam para o que deve ser evitado ao usar os instrumentos musicais. “Deve-se ter cuidado em privilegiar essas peças e não torná-las competitivas no ambiente. Harmonizá-las com outros objetos pessoais, garantindo a musicalidade como tema principal”.

As arquitetas colocam como mais importante o bem estar do cliente. “Tudo o que o faça sentir-se mais integrado em seu ambiente, garantindo conforto e sensação de bem-estar, sempre é muito bem-vindo. Uma casa onde a musicalidade se faz presente pode ter a música como tema principal que irá conduzir o trabalho de decoração”, afirmam Roziane e Patrícia.

Tags: decoração,

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura