Decoração para a primavera

Estação das flores também pode estar dentro de casa

Usar a primavera para alegrar o imóvel é simples e não demanda tanto dinheiro quanto se imagina. Especialistas dão dicas simples de como enfeitar dos quartos aos banheiros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/11/2011 07:00 Joana Gontijo /Lugar Certo
Segundo Josiane Oliveira, da Biofert, cada planta exige um atenção especial que requer orientação profissional - Eduardo Almeida/RA Studio Segundo Josiane Oliveira, da Biofert, cada planta exige um atenção especial que requer orientação profissional

A primavera é marcada pela passagem para um clima mais ameno, pela presença da natureza e pela valorização das áreas externas, que são deixadas de lado durante o inverno. Essas tendências acabam por influenciar a decoração dos ambientes, que passam a ser inspirados pela maior presença das cores, das flores e da leveza características da nova estação.

De acordo com a decoradora parceira do Shopping Minascasa, Fernanda Berni, a primavera é uma estação que inspira alegria e leveza, e a decoração deve acompanhar esse movimento. “Nessa época, abre-se mais espaço para o colorido. Para esse ano, a aposta é na combinação de tons de azul e verde, além da utilização das cores comuns nas flores, como laranja, rosa, vermelho e amarelo. Os tecidos florais também estão em alta”, afirma.

Segundo Fernanda, a utilização de tecidos e materiais mais leves, como seda, algodão, linho e vidro é outra aposta. “O vidro aparece tanto em móveis pequenos quanto nos objetos de decoração, principalmente nos jarros de flores”, diz.

A revitalização das áreas externas também é um bom investimento. “Como a natureza toda se renova, é natural que as pessoas busquem mais as áreas externas. Nesses espaços, deve-se priorizar o conforto, com pufes e poltronas, além de móveis de fibra natural ou estrutura de alumínio e acabamento de tela solar”, diz. E acrescenta que, para quem não tem espaço externo, uma boa opção é trazer as flores para dentro de casa, em arranjos e jarros.

Para a arquiteta e designer de interiores Valéria Alves, a estação pede projetos de decoração simples e versáteis - Eduardo Almeida/RA Studio Para a arquiteta e designer de interiores Valéria Alves, a estação pede projetos de decoração simples e versáteis
Para a arquiteta e designer de interiores Valéria Alves, a estação mais colorida do ano merece uma decoração simples e versátil. De acordo com ela, uma boa dica são os adesivos, que estão em alta e disponíveis várias padronagens. “Eles podem ser usados em qualquer ambiente e aplicados em paredes, painéis, vidros, móveis, portas, entre outros espaços. Os adesivos com motivos florais são bem coloridos, bonitos, sofisticados e com um preço acessível. Além disso, sua aplicação é fácil, dispensando contratação de mão de obra especializada”, sugere Valéria.

Outra dica são os papéis de parede, que também já são oferecidos com uma grande gama de opções. “Os papéis de parede podem ser bem coloridos ou sóbrios, mas é preciso escolher bem onde serão usados. Hoje em dia, já existe até papel em 3D, que é muito divertido”, conta a arquiteta. Segundo ela, geralmente são oferecidos pequenas amostras do papel, para o cliente escolher. “Se tiver dúvidas com o resultado, opte por aqueles que oferecem fotos depois de instalados, assim o risco de errar diminui consideravelmente”, ensina a arquiteta.

Ainda de acordo com Valéria, acessórios como capas de almofadas, adornos, porta retratos e vasos coloridos também são uma boa sugestão para decoração de primavera. “Eles podem ser trocados com facilidade, renovando e dando sempre uma nova conotação para o ambiente”, afirma.

MOBÍLIA

Diretor da Sava Móveis, Rafael Mendes diz que couros naturais são uma aposta, assim como o fio de linho e algodão - Eduardo Almeida/RA Studio Diretor da Sava Móveis, Rafael Mendes diz que couros naturais são uma aposta, assim como o fio de linho e algodão
É possível transformar o ambiente para receber a estação mais alegre do ano. A Sava Móveis, por exemplo, apostou em uma coleção de sofás e poltronas em tons mais neutros, com tecidos claros e leves como algodão, linho e seda. De acordo com o diretor comercial e marketing, Rafael Mendes, os diferenciais da coleção 2011 estão nos tecidos e design. “Os tecidos trazem referências da alfaiataria, tramas altas e fofas, secas, algumas com leve brilho e outras sem. Os couros naturais também são uma aposta, assim como o fio de linho e algodão”, explica.

Outra aposta da Sava que pode ser aplicada na decoração de primavera são as estampas com grafismos miudinhos, que dão mais alegria ao ambiente. A estampa da coleção atual foi elaborada através do traço manual para remeter ao tecido pintado à mão. A composição destas cores segue a gama trabalhada nos azulejos hidráulicos, forte elemento histórico arquitetônico brasileiro no início do século 20. “Oferecemos duas opções de estampa, com duas variações de cores, tramados em fios naturais de linho e algodão, que conferem toque leve e agradável, enfatizando o aspecto natural abordado na coleção”, afirma Rafael.

A empresa também oferece uma linha completa de almofadas com várias estampas e cores, que podem ser usadas para compor o ambiente e torná-lo mais alegre. “As almofadas coloridas são ótimas opções para mudar a cara da decoração, principalmente, quando usadas com móveis mais neutros”, reforça Rafael.

NO CHÃO

Mariana Cazati, gerente da Tapeçaria Marcelo, recomenda cores mais vivas e estampas que variam de florais, arabescos e listras - Eduardo Almeida/RA Studio Mariana Cazati, gerente da Tapeçaria Marcelo, recomenda cores mais vivas e estampas que variam de florais, arabescos e listras
Tapetes são acessórios de decoração que conferem um visual elegante e sensação de conforto. Com a chegada da primavera e o aumento da temperatura, a escolha do tapete certo faz a diferença no momento de conjugar a decoração da casa com o clima. “As cores mais recomendadas para a primavera são as de tom pastel, creme ou fendi, em dégradé ou listra. As cores mais vivas, como terra e vinho também serão muito usadas”, revela a gerente de vendas da Tapeçaria Marcelo, Mariana Cazati. “A tendência dos pachworks continua em alta, com versão em cores mais vibrantes. As estampas variam entre florais, arabescos suaves e listras”, acrescenta. Segundo Mariana, na primavera os tapetes florais e listrados coloridos da Turquia, Bélgica, Egito e Brasil serão os mais procurados.

Para não aquecer o ambiente, o ideal é optar por tapetes de espessura mais fina, que não retém tanto calor. Os chamados tapetes tecido, que têm menos de 5 mm, feitos de nylon ou polipropileno, decoram sem aquecer o ambiente. Tapetes de 6 mm que levam na composição os mesmos materiais, de sisal ou de cânhamo, também não aquecem muito. Para reaproveitar os tapetes usados no inverno, como os de algodão ou lã artesanais, estes podem ser transferidos para ambientes como home theaters e salas, por exercerem função acústica.

Entretanto, nem todas as pessoas podem renovar a decoração a cada vez que a estação muda. Para este público, o aconselhável é optar pelos tapetes artesanais como o persa, que pode ser usado em todas as estações, por nunca sair de moda e por ter durabilidade incomparável. “Existem opções de persas mais baratos, como hammadan e gasghai, considerados mais rústicos, e os de pontos mais finos, como o tabriz mahi e o delicado habbibian. Todos podem ser reaproveitados durante anos, pois os nós são firmes e o tingimento específico é técnica milenar”, conta a gerente.

Atenção ao carinho que elas merecem

Durante a estação também vale levar para os banheiros, sala de estar, quartos e cozinha, as cores e aromas das plantas. Embora a floração seja natural nessa época, as plantas utilizadas como acessório da decoração em ambientes fechados precisam de cuidados especiais. Segundo Josiane Oliveira, gestora ambiental da Biofert, empresa de produtos premium para plantas, os vasos de orquídeas são os mais indicados para levar para dentro de casa. Mas, essa transição só deve ser feita depois que a flor desabrochar, a fim da mudança não interferir no processo de floração.

O vaso deve ser colocado em um local arejado e a adubação, como em outras plantas, tem que ser contínua a cada 15 dias. Nas orquídeas deve-se usar um fertilizante específico com 15 nutrientes, atóxico e líquido. “As plantas precisam de muita energia para florar, por isso, a adubação é tão importante antes e durante a primavera. Mas, o produto só deve ser pulverizado nas folhas e nas raízes, nunca nas flores para não abortá-las”, alerta.

Gerânio, azaléia, copo de leite, antúrio, begônia e lírio também são indicados para decorar a casa, pois suportam pouca iluminação. No entanto, se a planta já estiver acostumada com o ambiente externo, isto é, acostumada com as condições de luminosidade e umidade do local, tende a reagir mal à mudança e pode até morrer. “Nesses casos, o ideal é colher as flores e preparar os arranjos em uma jarra, preservando a planta por muitos anos”, ressalta.

Josiane também dá algumas dicas para manter os arranjos bonitos por mais tempo. “A cada dois dias é indicado trocar a água, que deve ser filtrada e fresca, também é necessário cortar as pontas dos caules para protelar a decomposição”, indica. Ela informa ainda que existem conservantes de floração para plantas de corte, encontrados em casas de jardinagem e floriculturas.

Tags: flores

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600

Últimas Notícias

ver todas
21 de abril de 2019
10 de abril de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura